Araruna (Paraná)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Araruna
Bandeira de Araruna
Brasão de Araruna
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 29 de novembro de 1955
Gentílico ararunense
Prefeito(a) Fabiano Antoniassi (PSDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Araruna
Localização de Araruna no Paraná
Araruna está localizado em: Brasil
Araruna
Localização de Araruna no Brasil
23° 55' 55" S 52° 29' 45" O23° 55' 55" S 52° 29' 45" O
Unidade federativa  Paraná
Mesorregião Centro Ocidental Paranaense IBGE/2008 [1]
Microrregião Campo Mourão IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Campo Mourão, Cianorte, Farol, Jussara, Peabiru, Terra Boa e Tuneiras do Oeste
Distância até a capital 480 km
Características geográficas
Área 493,190 km² [2]
População 12 356 hab. Censo IBGE/2011[3]
Densidade 25,05 hab./km²
Altitude 610 m
Clima Subtropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,732 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 176 806,939 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 13 617,29 IBGE/2008[5]
Página oficial

Araruna é um município brasileiro do estado do Paraná.

História[editar | editar código-fonte]

O território onde se encontra o município de Araruna foi palco de inúmeras incursões castelhanas logo após o descobrimento do Brasil, já que, a partir deste período, os padres jesuítas fundaram e mantiveram por longo período suas famosas reduções. Um trecho onde se localiza a sede do município teria sido cortado por um dos ramais do Caminho do Peabiru, uma trilha pré-cabralina criada e utilizada por povos indígenas, que ligava o Chaco no Paraguai ao litoral brasileiro. Em virtude dessa estreita ligação com essa rota milenar, o pequeno e antigo povoado ararunense era conhecido como Caminho do Peabiru.

Mas foi apenas a partir de 1948, com a chegada das famílias de Paulo Toledo, João Antônio Rodrigues, Ernesto e João Martins Tavares, Sebastião Inácio de Faria, José Maria de Faria, Joaquim Emídio de Faria e tantos outros pioneiros que o povoado – inicialmente um sítio demarcado no alto de uma colina – começou a crescer, formando as primeiras lavouras de café e cereais da região.

Por determinação do engenheiro Sady Silva, chefe da 5ª Inspetoria de Terras do Estado do Paraná, o pequeno vilarejo recebeu o nome de Araruna que, em tupi, significa "Arara Negra": nome dado devido à presença de muitos anus-pretos (Crotophaga Ani).

Em 27 de janeiro de 1951, o povoado de Araruna foi elevado à categoria de Distrito Administrativo de Peabiru, pela Lei № 613. Na época, o neodistrito era formado por algumas casas, pela primeira capela dedicada a Santo Antônio e também por alguns estabelecimentos comerciais, como bares e mercearias.

Finalmente, em 26 de novembro de 1959, por meio da Lei Estadual № 253, foi criado o Município de Araruna. A instalação, contudo, se deu em 29 de novembro de 1955, tendo como primeiro prefeito Darvino Batista Guimarães.

Estrutura administrativa[editar | editar código-fonte]

  • Prefeito: Fabiano Antoniassi (PMDB)
  • Vice: Brambila

Camara de Vereadores[editar | editar código-fonte]

  • Wagner Malaco (PR)
  • Davi Favaro
  • Nicolau Greco
  • Roberto Cesar Piemontes
  • Craw
  • Dolly
  • Angela
  • Deivini
  • Natanael

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 23º55'54" sul e a uma longitude 52º29'47" oeste, estando a uma altitude de 610 metros. Em grande parte do município o solo é arenoso, de baixo pH, e com uma pequena parte de terra roxa no sudeste do município. Tem um clima seco em relação a capital do estado Curitiba, com verão quente e chuvoso e inverno temperado e seco.


Sua população estimada em 2005 era de 13.516 habitantes.

Faz divisas com as cidades de: Jussara (Norte); Terra Boa (Nordeste); Peabiru (Leste); Campo Mourão (Sudeste); Farol (Sul); Tuneiras do Oeste (Sudoeste); Cianorte (Oeste).

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Os principais rios que passam pelo município são:

Bacia do Rio Ivai: Rio Claro, Rio Ligeiro e Rio Guarita.

Bacia do Rio Piquiri: Rio São Vicente, Rio Goio-ere e outros corregos.

Divisões Municipais[editar | editar código-fonte]

Distrido de:

  • São Vicente do Oeste * Nova Era

Bairros Urbanos:

  • Centro
  • Beija-flor

Economia[editar | editar código-fonte]

Agricultura[editar | editar código-fonte]

A base da economia do município está relacionada à atividade agropecuária. Com plantações principalmente de Soja, Milho e Trigo, além de culturas de: Mandioca, Café e Cana-de-Açucar; também conta com pecuária de corte e leite e mais recentemente avicultura.

O principal destino das safras colhidas no município são os dois entrepostos da cooperativa Coamo (Um em Araruna e outro no bairro de Nova Brasília).

Indústria[editar | editar código-fonte]

Existe uma grande quantidade de pequenas e médias indústrias na cidade. As atividades principais deste setor estão vinculadas à produção de alimentos e móveis, além da produção da indústria metalúrgica.

Transportes[editar | editar código-fonte]

As rodovias que passam pelo município são:

  • PR-558 (Rodovia Bento Fernandes Dias) -São Lourenço - Araruna - Campo Mourão;
  • PR-465 - Araruna - Peabiru;
  • BR-487 (Boiadeira) -Campo Mourão - Araruna - Tuneiras do Oeste;
  • BR-272 - Goioere (esta rodovia passa por um pequeno trexo de cerca de 3 km dentro da área rural do município, entre os municípios de Campo Mourão e Farol);

Araruna ainda conta com 730 km de estradas rurais, interligando a sede do municípo, a várias comunidades rurais e a municípos vizinhos.


Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 de dezembro de 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 de dezembro de 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]