Chaco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
GranChacoApproximate

O Chaco ou Gran Chaco (do quéchua, chaku: território de caça) é uma das principais regiões geográficas da América do Sul de aproximadamente 1.280.000 km² e abrangendo partes dos territórios boliviano, argentino, brasileiro e paraguaio, (entre os rios Rio Paraguai e Rio Paraná ).

Caracteriza-se por muitos ecossistemas e climas distintos que variam do Pampas pela presença de florestas importantes e do semi-árido, próximo à fronteira com a Bolívia, ao úmido no sul próximo ao Brasil. As temperaturas oscilam entre -7°C no inverno a 47°C no verão. O regime de chuvas também é bem diversificado, indo de 400mm ao ano na região oeste até atingir 1600mm já próximo a Assunção, Paraguai.

Localização[editar | editar código-fonte]

O Gran Chaco é uma vasta planície de floresta e selva. Ele se estende para o norte do paralelo 16 º S, para Santa Cruz de la Sierra está incluída na região do Chaco e as encostas ocidentais do Pantanal), e as bacias dos Otuquis e Parapetí, por sul atinge província do norte de Córdoba, Argentina, a leste pelo Rio Paraná e Rio Paraguai, e finalmente chega ao oeste do Altiplano Yungas. Assim, o Gran Chaco cobre 1.280.000 km² distribuídos entre os países da Argentina (40%), Bolívia (35%), Paraguai (20%) e Brasil (5%)

Subdivisões[editar | editar código-fonte]

Ela é dividida de norte a sul:

Chaco Boreal, que se estende desde do Rio Pilcomayo latitude 16 º S. Bolívia e Paraguai

Central Chaco, que se estende entre o Rio Pilcomayo para o leito do Rio Bermejo velho é conhecido em como Ypitá Guarani (água vermelha), Argentina e Bolívia.

Chaco Austral, que se estende desde o Rio Bermejo sul para o entorno da lagoa de Mar Chiquita e confluência do Rio Salgado com o Rio Paraná, ou aproximadamente paralelo 30 ° S, entre Argentina, Bolívia, Brasil e Paraguai

Clima[editar | editar código-fonte]

Embora as latitudes onde o Gran Chaco se estende a região é sempre muito quente, o fato é que, devido aos regimes de ventos continentais e sazonal (correntes de vento, especialmente da Antártida) há grandes variações de calor por dia / noite e entre as estações do ano. Assim, no Grandes Salinas localizada na extremidade sudoeste do Gran Chaco no verão (principalmente em janeiro), as temperaturas ultrapassam 44 ° C, enquanto que nos arredores de Assunção não é incomum para algumas noites julho (inverno), as temperaturas quase até a 0 ° C, ou no Tarijeño Chaco (cerca de Villamontes e Yacuiba ocorrer dentro de áreas de várzea tropical e queda de neve), ou seja, é bastante comum temperaturas abaixo quase 5 ° C, apesar de ser ao norte muito do Trópico de Capricórnio. Já parte sul da região, na Argentina, as temperaturas extremas que podem passar dos 48 ° C.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referência[editar | editar código-fonte]

• ENCICLOPÉDIA Delta Universal. Rio de Janeiro: Ed. Delta S.A., 1985