Bülent Atalay

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bülent Atalay
Bulent atalay 1.jpg
Bülent Atalay numa sesão de autógrafos
Nascimento 10 de junho de 1940 (74 anos)
 Turquia, Ancara
Cidadania  Turquia,  Estados Unidos
Ocupação físico, professor, escritor, artista
Página oficial
bulentatalay.com

Bülent Atalay (Ancara, 10 de junho de 1940) é um físico, professor, escritor e artista turco-americano.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Bülent Atalay, nascido em Ancara em 1940, é filho e neto de militares turcos. O seu pai serviu como mensageiro diplomático em diversas capitais europeias durante a Segunda Guerra Mundial e posteriormente foi adido militar nas embaixadas turcas de Londres, Paris e Washington. Frequentou o colégio de Eton, em Inglaterra, a St. Andrew's School, no Delaware, Estados Unidos e a universidade de Georgetown, onde obteve uma licenciatura (1963), um mestrado (1967) e um doutoramento (1971) em Física, Matemática e Filosofia. Foi professor de Física na Universidade de Mary Washington, na Virgínia, Estados Unidos, entre 1966 e 2009, tendo desenvolvido trabalhos de pós-doutoramento nas universidades de Princeton, Califórnia-Berkeley, Oxford e no Instituto de Estudos Avançados de Princeton. A Universidade de Oxford, onde foi membro do Departamento de Física Teórica no princípio da década de 1970, concedeu-lhe o grau de Masters of Arts em 1973. Na mesma década trabalhou no Instituto de Estudos Avançados de Princeton, instituição da qual ainda é membro. Foi ainda professor adjunto de Matemática e Arqueologia na Universidade da Virgínia.[1] [2] [3] [4]

É autor de numerosos artigos científicos, especialmente na área da Física Nuclear teórica, e orador frequente em conferências um pouco por todo o mundo sobre temas como Arqueologia, Arte, Astrofísica, Física Atómica e outros temas a que ele gosta de chamar "Assuntos-A", por oposição aos "Assuntos-B" (business [negócios], banca, Biologia, etc.).

Definindo-se a si próprio como um homem da Renascença, além das áreas científicas em que é especialista académico, é um artista com exposições individuais em Londres e Washington, e publicou dois livros de litografias: "Lands of Washington: Impressions Ink",[5] e "Oxford and the English Countryside: Impressions of Ink",[6] ambos publicados pela Eton House na década de 1970. A sua obra está representada nas coleções permanentes do Palácio de Buckingham, Casa Branca e Instituto Smithsoniano.

Obras[editar | editar código-fonte]

As seus livros mais conhecidos do grande público são os best-sellers Math and the Mona Lisa: The Art and Science of Leonardo da Vinci, publicado em 2004 pela Smithsonian Books, traduzido em 11 línguas para além do inglês,[7] e Leonardo’s Universe: the Renaissance World of Leonardo da Vinci, em co-autoria com Keith Wamsley, publicado em 2009 pela National Geographic Society.[8] [9]

Sobre Math and the Mona Lisa, a Book News referiu:[7]

Bülent Atalay explora a unidade e ligações fundamentais entre Arte e Ciência, exemplificadas pela vida e obra de Leonardo da Vinci. Embora o título possa sugerir que a obra é uma biografia ou um exame das obras de Da Vinci, apenas três capítulos são dedicados a esses temas, versando o resto do livro sobre o desenvolvimento da Ciência (principalmente da Física) e Matemática, desde a aurora da civilização até ao nascimento da Física Quântica.
 
Book News,

De certa forma, o livro defende algo que é enunciado no prológo — «Se Da Vinci tivesse publicado todas as suas meditações que se encontram nos seus manuscritos, o nível de sofisticação em científico e tecnológico atual poderia ter sido alcançado um ou dois séculos mais cedo.»

Math and the Mona Lisa tem uma edição em português — "A Matemática e a Mona Lisa, A confluência da Arte com a Ciência" — publicada em 2007 pela editora brasileira Mercuryo.[10]

Leonardo’s Universe explora mais uma vez as relações entre Arte e Ciência, mas de uma forma mais focalizada na obra de Leonardo da Vinci. Foi incluído na lista dos "10 livros de referência de 2008 a não perder" do blog da Encyclopædia Britannica.[11]

Livros[editar | editar código-fonte]

  • Lands of Washington: Impressions Ink. [S.l.]: Eton House.
  • Oxford and the English Countryside: Impressions of Ink. [S.l.]: Eton House.

Alguns artigos científicos[editar | editar código-fonte]

  • B. Atalay, Organizing Chair and Editor; Yuval Ne'eman, Honorary Chair. Committee II: "Symmetry in Its Various Aspects: Search for Order in the Universe I " International Conference on the Unity of the Science XXI. Washington, DC (1997). Paragon House Publishing Co. Multiple Authors.
  • B. Atalay, Organizing Chair and Editor, Committee I: "Symmetry in Its Various Aspects: Search for Order in the Universe II." International Conference on the Unity of the Science XXII, Seoul, Korea (2000). Paragon House Publishing Co. Multiple Authors.
  • B. Atalay, Ed. M. Alonso, "Mathematical Model for the Origin of Life: The Emergence of Self-Replicating Molecular Systems." Organization and Change in Complex Systems, Paragon House Publishing Co. (1990). Multiple Authors.
  • B. Atalay, A. Mann and V. Privman, "United-Atom Projected Perturbation Theory for Homonuclear Diatomic Molecule," Phys. Lett., 65A, 193 (1978).
  • B. Atalay, A. Mann, "On the Characterization of Symmetry-Adapted Perturbation Theories," Phys. Lett. A66, 433 (1978).
  • B. Atalay, A. Mann, A. Zelicoff, "Perturbation Theory for Projected States in the Pairing Force Model, III. The Problem of Spurious States, Nucl. Phys. A295, 204 (1978).
  • B. Atalay, A. Mann, "Realization of the Transformation Operator in the Jansen-Byers Brown Perturbation Theory for Exchange Interactions," Chem Phys. Lett. 45, 487 (1977).
  • B. Atalay, A. Mann, "Simple Non-Hermitian Choices for the Standardization Operator in Projected Perturbation Theory," Phys. Lett. 60A, 269 (1977).
  • B. Atalay, A. Mann, "A Note on the Jeziorski-Piela Perturbation Theory," Acta Physica Polonica, A51, 275 (1977).
  • B. Atalay, A. Mann, "Perturbation Theory for Projected States in the Pairing Force Model, II. The Problem of Convergence," Nucl. Phys. A238, 70 (1975).
  • B. Atalay, D. M. Brink, A. Mann, "Perturbation Theory for Projected States in the Pairing Force Model," Nucl. Phys. A218, 461 (1974).
  • B. Atalay, D. Brink, A. Mann, "A Product Form for Projection Operations," Phys. Lett. 46B, 145 (1973).
  • B. Atalay, Sir R.E. Peierls, A. Mann "Perturbation Theory for Projected States: II. Convergence Criteria and a Soluble Model," Proc. Roy. Soc. A335, 251 (1973).
  • B. Atalay, L. W. Chaio-Yap, "Intermediate Coupling Scheme Applied to the Odd-Mass Isotopes of Indium," Phys. Rev. 5C, 369 (1972).

Referências

  1. About the Author Bulent Atalay (em inglês). bulentatalay.com. Página visitada em 2010-05-31. Cópia arquivada em 2010-05-31.
  2. Media Resource Guide; Bulent I. Atalay (Emeritus) (em inglês). www.umw.edu. Universidade de Mary Washington. Página visitada em 2010-05-31. Cópia arquivada em 2010-05-31.
  3. Morrison, Marty (2009-05-09). UMW Awards Emeritus Status at Commencement (em inglês). www.umw.edu. Universidade de Mary Washington. Página visitada em 2010-05-31. Cópia arquivada em 2010-05-31.
  4. News Briefs: 2004-23-04 (em inglês). www.virginia.edu. Universidade da Virgínia (2004-04-23). Página visitada em 2010-05-31.
  5. Lands of Washington: Impressions Ink (em inglês). www.amazon.co.uk. Amazon. Página visitada em 2010-05-31.
  6. Oxford and the English countryside;: Impressions in ink (em inglês). www.amazon.co.uk. Amazon. Página visitada em 2010-05-31.
  7. a b Math and the Mona Lisa, Bulent Atalay, Book (em inglês). Barnes & Noble (barnesandnoble.com). Página visitada em 2010-05-31.
  8. Leonardo's Universe (em inglês). shop.nationalgeographic.com. National Geographic Store. Página visitada em 2010-05-31.
  9. Leonardo's Universe: The Renaissance World of Leonardo Davinci (em inglês). www.amazon.co.uk. Amazon. Página visitada em 2010-05-31.
  10. Matematica E A Mona Lisa, A: A Confluencia Da Arte Com A Ciencia. www.livrariacultura.com.br. Livraria Cultura. Página visitada em 2010-05-31. Cópia arquivada em 2010-05-31.
  11. McNamee, Gregory (2008-12-30). Ten Must-Have Reference Books from 2008 (em inglês). www.britannica.com. Blog da Encyclopædia Britannica. Página visitada em 2010-05-31. Cópia arquivada em 2010-05-31.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]