Universidade de Princeton

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Universidade de Princeton
A Universidade Princeton - Nassau Hall.
Lema Dei sub numine viget (Sob o poder de Deus prosperará)
Fundação 22 de outubro de 1746 (268 anos)
Tipo de instituição Privada
Localização Princeton, Nova Jérsei
Presidente Shirley M. Tilghman
Total de Estudantes 7.567 estudantes
Campus Suburbano, 2.4 km²
Página oficial www.princeton.edu

A Universidade Princeton (em inglês Princeton University), localizada em Princeton, estado de Nova Jérsei, Estados Unidos, é uma das oito prestigiosas universidades da Ivy League. Fundada como College of New Jersey em 1746, esteve originalmente localizada por um ano em Elizabeth, no mesmo estado norte-americano, depois em Newark, por nove anos, também em Nova Jérsey.

Em 1756, foi finalmente transferida para Princeton, onde se estabeleceu no edifício histórico conhecido por Nassau Hall, construído nas terras então doadas por Nathaniel Fitz Randolph. O edifício, que foi temporariamente a capital dos EUA, em 1783, abrigou todos os cursos oferecidos pela universidade durante meio século. Hoje, porém, Princeton conta com diversos prédios em seu campus principal, nos quais abriga seus cursos de graduação e pós-graduação.

Fundada inicialmente como College of New Jersey, Princeton manteve seu nome original por 150 anos. Em 1896, quando a expansão do seu currículo trouxe à Faculdade o status de universidade, foi oficialmente rebatizada para Princeton University.

Atualmente, é reconhecida como uma das mais prestigiadas universidades do mundo, oferecendo diversos graus em graduação e pós-graduação, mais notavelmente o grau de Ph.D.. Está classificada como a melhor em muitas áreas, incluindo matemática, física e astronomia, economia, história e filosofia.

Princeton está entre as universidades mais ricas do mundo, com uma dotação de pouco mais de onze bilhões de dólares (a quarta maior do mundo), sustentada pelas contínuas doações de seus ex-alunos e mantida por conselheiros de investimento. Parte da riqueza de Princeton é investida em seu museu de arte, que possui em seu acervo permanente obras de Claude Monet e Andy Warhol, dentre outros preeminentes artistas.

Fundada originalmente como uma instituição presbiteriana, possui atualmente orientação laica.

A instituição norte-americana é constantantemente mencionada na cultura popular, inclusive em filmes e séries como Gossip Girl, A Nova Cinderela, House, M.D., The Big Bang Theory, Uma Mente Brilhante e The Fresh Prince of Bel-Air.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]