Basset alpino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Basset alpino
Nome original Alpenländische dachsbracke
Outros nomes Dachbraco alpino
País de origem  Áustria
Características
Classificação e padrões
Federação Cinológica Internacional
Grupo 6
Seção 2 - Sabujos farejadores e raças semelhantes - farejadores de rastro de sangue
Estalão #254 - 10 de outubro de 1995

Basset alpino[Nota] (em alemão: Alpenländische dachsbracke) alpenländische dachsbracke, é uma raça menor criada sob inspiração dos bassets franceses através dos cruzamentos entre cães austríacos e dachshunds. Sua principal responsabilidade é rastrear animais feridos, já que é tradição local que cervos machucados sejam localizados e mortos. Apesar do adestramento ser considerado mediano, não é visto como bom cão de companhia. Podendo atingir os 18 kg, tem como peculiaridade o nariz muito grande para o tamanho de sua cabeça.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Fogle (2009), pág 121

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui multimídias sobre Basset alpino
Wikipedia lexikon2.jpg   Nota linguística: Na busca pela padronização de uma nomenclatura^ e para adequar a grafia da Wikipédia às normas do português, os nomes das raças - alguns mantidos no original (Fogle (2009)) - estão grafados em iniciais minúsculas, como também visto em dicionário de Cinologia. Todavia, as entidades cinófilas - CBKC do Brasil, CPC de Portugal e FCI - possuem o padrão adotado em maiúsculas, assim como a Enciclopédia Conhecer (vol. II, p. 414).
Ícone de esboço Este artigo sobre cães, integrado ao Projeto Cães é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.