Bernardo-eremita

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Como ler uma caixa taxonómicaBernardo-Eremita
Calcinus laevimanus

Calcinus laevimanus
Classificação científica
Domínio: Eukaryota
Reino: Animalia
Subreino: Eumetazoa
Superfilo: Protostomia
Filo: Arthropoda
Subfilo: Crustacea
Classe: Malacostraca
Subclasse: Eumalacostraca
Superordem: Eucarida
Ordem: Decapoda
Subordem: Pleocyemata
Infraordem: Anomura
Superfamília: Paguroidea
(Latreille, 1802)
Famílias

O bernardo-eremita, também chamado de paguro, caranguejo-eremitão, casa-alugada ou ermitão, é o nome popular de uma superfamília (Paguroidea) de crustáceos decápodes parentes das lagostas e caranguejos. As várias espécies estão compreendidas na subordem Anomura. Têm o abdomen mole e por isso se protegem morando em conchas de caracóis abandonadas, eles próprios abandonam essas conchas e pegam outras quando ficam muito grandes para elas. Alguns bernardos-eremitas levam anêmonas em suas conchas para aumentar a proteção pois os tentáculos das anêmonas são venenosos, constituindo uma relação ecológica chamada protocooperação.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Caranguejo Eremita com Anêmonas (em espanhol)

Ícone de esboço Este artigo sobre Crustáceos, integrado no Projeto Artrópodes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.