Bobigny

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Vista panorâmica do centro da cidade.

Bobigny é uma comuna francesa do departamento de Seine-Saint-Denis, região Île-de-France, com uma superfície de 677 ha e uma população de 48.156 habitantes em 2006.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Bobigny é uma cidade dos arredores do nordeste de Paris, a 3 km desta cidade, sobre a margem norte do Canal de l’Ourcq.

Brasão de armas de Bobigny.

A cidade faz fronteira a norte com Drancy, a oeste com Pantin, a sul com Romainville e Noisy-le-Sec e a este com Bondy.

Economia[editar | editar código-fonte]

A economia local e o emprego são essencialmente suportados pelo facto da cidade ser o centro do departamento.

Os serviços públicos (Prefeitura, Conselho Geral, Câmara Comunal, Hospital, Faculdade de Medicina e outros estabelecimentos escolares e de formação) constituem um importante vector de emprego.

Mas igualmente o sector privado emprega mais de 11.500 trabalhadores, repartidos por mais de 1.000 estabelecimentos empregadores. A indústria e o sector da construção ofereciam em 2006 cerca de 3.000 empregos.

No domínio dos transportes, a cidade é servida pela rede do Metro e dos Caminhos de Ferro de Paris, auto-estradas A86 e A3 e rede viária nacional.

História[editar | editar código-fonte]

O topónimo ‘Bobigny’ deve-se a Balbinius, um antigo general romano, que fundou na Floresta de Bondy uma cidade (Balbiniacum > Baubigny > Bobigny).

Existem provas da presença humana neste lugar desde a época gaulesa (século IV AC). Na Idade Média o território pertenceu aos senhores de Livry e à abadia de Saint-Denis.

Em 1789, Bobigny é uma pequena comuna de 200 habitantes, vivendo essencialmente da cultura cerealífera. Em 1870, aquando do cerco de Paris, a comuna é completamente destruída e a população foge para Paris.

A chegada do caminho-de-ferro no fim do século XIX deu novo fôlego à comuna. A comuna torna-se numa cidade operária com a instalação de várias empresas, proporcionando o aparecimento de uma numerosa mão-de-obra.

Em 1920, a população elege uma Câmara comunista e Bobigny passa a fazer parte da ‘cintura vermelha’ de Paris. É nesse mesmo ano que se instalou em Bobigny a fábrica Meccano (produção de jogos e brinquedos mecânicos para as crianças montarem), que em 1951 produz mais de 500.000 kits por dia.

Em 1933 é a vez do jornal L’Illustration se instalar na cidade. Depois da 2ª Guerra Mundial a cidade duplicou a sua população e tamanho, com a construção de equipamentos e habitação sociais.

No 1º de Janeiro de 1968, Bobigny é elevada a capital do novo departamento de Seine-Saint-Denis.

O Metro de Paris chegou a Bobigny em 1985, o comboio suburbano em 1992, a auto-estrada A86 foi inaugurada em 1998.

Monumentos e lugares turísticos[editar | editar código-fonte]

  • Sítio arqueológico de La Vache à l’Aise, do período gaulês
  • Hospital de Avicenas, hospital franco-muçulmano, associado à Universidade Paris-Norte
  • Cemitério franco-muçulmano, com uma mesquita no seu interior
  • Torre de L’Illustration, com 60 m de altura, construída em 1933 para o jornal

Cidades gémeas[editar | editar código-fonte]

Protocolo de cooperação[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Bobigny