Catas Altas da Noruega

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Catas Altas da Noruega
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 1 de março
Fundação 1 de março de 1963
Gentílico catasaltense
CEP 36450-000
Prefeito(a) Gerson Lobo Neiva (PP)
(2013–2016)
Localização
Localização de Catas Altas da Noruega
Localização de Catas Altas da Noruega em Minas Gerais
Catas Altas da Noruega está localizado em: Brasil
Catas Altas da Noruega
Localização de Catas Altas da Noruega no Brasil
20° 41' 24" S 43° 29' 52" O20° 41' 24" S 43° 29' 52" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Metropolitana de Belo Horizonte IBGE/2008 [1]
Microrregião Conselheiro Lafaiete IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Itaverava, Piranga, Lamim, Ouro Preto
Distância até a capital 142 km
Características geográficas
Área 143,366 km² [2]
População 3 462 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 24,15 hab./km²
Clima Tropical de Altitude
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,673 médio PNUD/2000 [4]
PIB R$ 14 250,041 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 4 014,10 IBGE/2008[5]
Página oficial

Catas Altas da Noruega é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Sua população estimada em 2004 era de 3.241 habitantes. Apesar do nome semelhante e da proximidade geográfica, é diferente de Catas Altas, outro município mineiro.

História[editar | editar código-fonte]

Minas Gerais é o estado brasileiro onde floresceram os primeiros municípios, através da riqueza da terra (o ouro) que originou o enriquecimento cultural e os traços de nossa gente.

Catas Altas da Noruega é também uma dessas primeiras civilizações urbanas. Começou a ser povoada aproximadamente em torno de 1690 por membros das Bandeiras de Miguel Garcia e do Coronel Salvador Furtado de Mendonça enquanto expoloravam a região da Serra de Itaverava.

Como a cata de ouro era fácil, encontrando o precioso mineral até nas raízes das plantas, o povoado cresceu e assim nasceu as "Catas Altas", seu primeiro nome.

Pelos idos de 1750, surgiram os primeiros sinais de decadência da mineração do ouro, ocasionada pelo progressivo esgotamento das minas superficiais, e ainda pelo elevado montante fixado para a cobrança dos quintos do Rei, que não era somente estendido aos mineiros, mas também a pessoas que se dedicavam à outras profissões. Muitos ficaram reduzidos à miséria. Diante dessa situação, e incentivados pela iniciativa do Conde de Bobadella, o Governador da Capitania das Minas Gerais, que procurou incentivar novas descobertas, os garimpos de Catas Altas e o da Noruega (atual localidade rural do município) foram reativados e se uniram, originando o nome atual da cidade: Catas Altas da Noruega.

Até 1718, o povoado pertencia à Vila Rica (Ouro Preto), quando aos 7 de março, o então Governador da Capitania, o Conde de Assumar, subordinou o distrito à jurisdição da recém-criada Villa de São João del Rey (Tiradentes).

No ano de 1840, em 3 de abril foi criada a Freguezia de Catas Altas da Noruega, pela Lei Nº 184, subordinada ao município de Conselheiro Lafaiete.

Catas Altas da Noruega emancipou-se pela Lei Nº 2.764 de 30 de dezembro de 1962 e foi instalado como município em 1º de março de 1963.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.