Classe Karel Doorman

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Classe Karel Doorman
Van Galen (atual NRP D. Francisco de Almeida)
Origem    Bandeira do país de origem
Nome: Classe M / Classe Karel Doorman / Classe Almirante Riveros / Classe Leopold I / Classe Bartolomeu Dias
Lançamento: 1991
Unidade inicial: Karel Doorman (1991)
Unidade final Van Speijk (1995)
Em serviço: 1991 - atualidade
Operadores: Naval Jack of the Netherlands.svg Países Baixos
Naval Jack of Chile.svg Chile
Naval Jack of Belgium.svg Bélgica
Naval Jack of Portugal.svg Portugal
Características gerais
Tipo: Fragata
Deslocamento: 3 320 t
Comprimento: 122,3 m
Boca: 14,4 m
Calado 6,1 m
Propulsão: 2 turbinas a gás Rolls Royce com 16 700 hp
2 motores diesel Stork-Werkspoor com 4 895 hp
Velocidade: 29 nós
Sensores: Radar de navegação Kelvin Hugues
Controlo de tiro Western Electric SPG-34
Armamento: 1 peça Oto-Melara de 76 mm
1 peças Oerlikon de 20 mm
1 peça AA Goalkeeper
Sistema vertical de lançamento de mísseis (VLS) AA Sea Sparrow
Lançadores de mísseis antisuperfície Harpoon
Aeronaves: 1 helicóptero Lynx Mk95
Tripulação/Equipagem: 154

A Classe Karel Doorman é uma classe de oito fragatas multi-funções construídas originalmente para a Marinha Holandesa. A classe também é conhecida por Classe M de multifunções.

Na Marinha Holandesa os navios foram baptizados com nomes de oficiais navais famosos daquele país.

Armamento[editar | editar código-fonte]

Estas fragatas multi-funções podem ser utilizadas nas funções de combate anti-superfície, antiaérea e anti-submarina.

O seu armamento principal consiste em dois lançadores quadruplos de mísseis antinavio RGM-84 Harpoon com um alcance de 120 km. A apoiá-los, existe uma peça de 76mm Oto-Melara de dupla função antinavio e antiaérea.

A defesa aérea principal é fornecida por um sistema de lançamento vertical (VLS) de mísseis Sea Sparrow, com um alcance eficaz de 14 km. São transportados 16 mísseis deste tipo.

O sistema Goalkeeper garante a defesa próxima contra ataques aéreos. Tem capacidade para disparar 4.000 munições de 30mm por minuto, com um alcance entre 200 e 3.000 m.

Para a Guerra anti-Submarina, cada navio transporta um helicóptero Westland Lynx, armado com torpedos, sonar e sistema de visão por infravermelhos (FLIR).

Cada navio tem ainda um lançador duplo de torpedos do tipo Mk 46.

Unidades[editar | editar código-fonte]

  • Karel Doorman (F827) - activada em 1991 (vendida à Bélgica como Leopold I em 2005).
  • Willem Van Der Zaan (F829) - activada em 1991 (vendida à Béligica como Louise-Marie em 2005).
  • Tjerk Hiddes (F830) - activada em 1991 (vendida ao Chile como Almirante Riveros em 2004).
  • Van Amstel (F831) - activada em 1993.
  • Abraham Van Der Hulst (F832) - activada em 1993 (vendida ao Chile como Blanco Encalada em 2004).
  • Van Nes (F833) - activada em 1994 (vendida, à Marinha Portuguesa, em 2006, como NRP Bartolomeu Dias (F333)).
  • Van Galen (F834) - activada em 1994 (vendida, à Marinha Portuguesa, em 2006, como NRP D. Francisco de Almeida (F334)).
  • Van Speijk (F828) - activada em 1995.