Clenbuterol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde dezembro de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Estrutura química de Clenbuterol
Clenbuterol
Star of life caution.svg Aviso médico
Nome IUPAC (sistemática)
(RS)-1-(4-amino-3,5-dicloro-fenil)-2-(tri-butilamina)-etanol
Identificadores
CAS 37148-27-9
ATC R03CC14R03CC13
PubChem 2783
DrugBank APRD00054
Informação química
Fórmula molecular C12H18N2Cl2O 
Massa molar 277.19
Farmacocinética
Biodisponibilidade 89-98%
Metabolismo  ?
Meia-vida 36-39 horas
Excreção  ?
Considerações terapêuticas
Administração oral, I.M.
DL50  ?

Clenbuterol é uma substância simpaticomimética que atua principalmente em receptores beta-adrenérgicos.É uma droga prescrita geralmente para tratamento de sintomas com comprometimento respiratório, como um descongestionante e broncodilatador. Pessoas com doenças crônicas como a asma usam essa substância com a finalidade de produzir um efeito broncodilatador para, assim, facilitar a respiração. É mais comumente disponível como um sal, o Cloridrato de Clenbuterol.

Efeitos[editar | editar código-fonte]

O Clenbuterol é um β2 agonista adrenérgico, com algumas semelhanças à adrenalina. A substância estimula quase especificamente Receptores adrenérgicos β2 provocando relaxamento bronquiolar, aumento da motilidade do epitélio respiratório, aumento da secreção de fluido do trato respiratório, estabilização dos mastócitos, inibição da liberação de histamina, dilatação vascular, aumento da liberação de neurotransmissores adrenérgicos e ativação miocárdica.Também possui um efeito mínimo na ativação de Receptores adrenérgicos β1. Sua atuação mais específica nos receptores beta origina um efeito mais potente, porém mais sujeito a platôs que a adrenalina, devido a facilidade do organismo se adaptar a droga.

Uso humano[editar | editar código-fonte]

O clenbuterol é prescrito para pacientes com transtornos respiratórios principalmente a asma e como broncodilatador pelo seu capacidade de ação em receptores simpáticos β2, causando broncodilatação e aumento de secreção de fluido respiratório.O clenbuterol é também é considerada uma droga anorexígena, isto é, capaz de induzir o emagrecimento pelo seu efeito termogênico,devido ao aumento da secreção de norepinefrina e outros hormônios catabólicos da região adrenal,aumentando a pressão sanguínea através da musculatura cardíaca e aumentando a temperatura corporal.O aumento da temperatura corporal do organismo aumenta o gasto de calorias para a homeostasia, desta forma há o aumento do gasto calórico diário. Por isso, em alguns países, seu uso é controlado pelas autoridades de saúde local. No Brasil, o clenbuterol só é prescrito para uso veterinário.Os principais efeitos colaterais em humanos são mal-estar e taquicardias, mas também são muito comuns: nervosismo, dores de cabeça, tremores, insônia, hipertensão, patologias morfológicas e funcionais no coração.

Uso veterinário[editar | editar código-fonte]

Clenbuterol é usado em vários países, inclusive no Brasil para o tratamento de transtornos respiratórios em animais. Seu nome comercial é Vitapulmin ou Pulmonil. O clenbuterol pode ser administrado por via oral ou intravenosa. Embora não seja um esteróide-anabolizante, a droga possui efeitos anabólicos e/ou anticatabólicos verificado apenas em animais, com dosagens letais aos humanos. O efeito é tão significativo que muitos pecuaristas usam Clenbuterol no gado, essa prática causou um boicote da carne estadunidense pela União Européia.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre fármacos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.