Colonização de exploração

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo.
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Editor: considere colocar o mês e o ano da marcação. Isso pode ser feito automaticamente, substituindo esta predefinição por {{subst:rec}}

No início do século XVI, com as grandes navegações e o descobrimento das Américas, o interesse em explorar e conquistar novas terras ganhou força, e assim surgem dois tipos de colonização: de Povoamento e de Exploração.

A colonização por exploração é um método onde prevalecem os interesses mercantis, ou seja, a terra é utilizada somente para dar lucros à metrópole. Essa permanência em novo território seria provisória, uma vez que as famílias dos navegantes exploradores ficavam no país de origem desses - no continente europeu.

Sendo a lucratividade o interesse principal, foram desenvolvidas várias técnicas que caracterizaram esse sistema de colonização; técnicas hoje conhecidas como "plantation"(Latifúndio, Monocultor, Escravocrata):

  • Latifúndio (extensa propriedade agrícola)
  • Monocultor (especialização de um produto, no Brasil foi o caso da cana-de-açúcar)
  • Escravocrata (força de trabalho escrava)

A lucratividade do plantation e das riquezas exploradas na colonia de exploração eram da metrópole, além disso, algumas características como a despreocupação com um mercado interno, acabaram por prejudicar aquela terra que viria a ser um país, mesmo não sendo essa a prioridade. Foi o que aconteceu com o Brasil, pois esse tipo de colonização acarreta em um "atraso" ideológico e financeiro em relação à Europa e às colônias onde foi usada a técnica de povoamento. Ou seja, o Brasil tinha que importar produtos de grandes países, o que aumentava suas dívidas e atrasava sua economia.

Em suma, a colonização por exploração não foi exatamente o método mais eficaz de expansão na América Latina; por outro lado, "não se pode povoar uma terra sem explorá-la, e não se pode explorar uma terra sem povoá-la.".



Fontes:

http://www.historiabrasileira.com/brasil-colonia/plantation/

http://www.infoescola.com/historia/colonias-de-exploracao/

http://www.brasilescola.com/historiab/exploracao.htm

http://www.coladaweb.com/historia/formas-de-colonizacao-povoamento-e-exploracao


Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um historiador é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.