Escola Major Tancredo Penna de Moraes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Portal
A Wikipédia possui o
Portal Santa Maria
da Boca do Monte

Leitor, participe do projeto
"Vamos todos wikificar Santa Maria."

Escola Major Tancredo Penna de Moraes é uma escola de ensino fundamental, localizada à Rodovia RSC-287 Km 220 s/n, esquina com a Rua Luiz Bortoluzzi, no bairro Palma, distrito da Palma, no município gaúcho de Santa Maria, Brasil.

História[editar | editar código-fonte]

A lei municipal nº 1416/69 de 19 de dezembro de 1969 sancionada pelo então Prefeito municipal, Dr. Luiz Alves Rolim Sobrinho, dá a atual denominação da escola.[1]

A escola caracteriza-se por ser uma "escola núcleo" e por guardar a memória da Sesmaria da Palma e da Colonização Italiana. Major Tancredo Penna de Moraes doou, no início do século XIX, o terreno onde hoje situa-se a escola. É uma escola de muita importância para o bairro, uma vez que é a única escola situada no Palma.

Foto da frente da escola.

As comunidades que abrangem a escola tiveram sua organização graças às famílias de ascendência italiana, pelos proprietários da Fazenda da Palma, onde está localizada a escola, pelos empregados e descendentes de escravos da mesma. A Fazenda da Palma surgiu no início do século XIX, com o recebimento de uma sesmaria pelo Sr. José Fernandes Penna, bisavô do Major Tancredo Penna de Moraes. Ainda hoje, na sede da fazenda encontra-se a casa grande, construída em 1847 e a cozinha da Senzala em bom estado de conservação.

No resgate histórico observa-se que a escola atende as seguintes comunidades:

  • Comunidade de Vila Fighera, formada pela família Fighera e pelos empregados do engenho de arroz da família. Na unidade residencial, que situa-se no bairro Arroio Grande, existia uma escola multisseriada que se chamava Santo Antônio;
  • Comunidade de São Sebastião, formada pelas famílias Toneto e Soares, e que tinha uma escola multisseriada, com o mesmo nome da unidade residencial, que situa-se no bairro Pains;
  • Comunidade de Faxinal da Palma formada pelas famílias Camponogara, Toneto, Fuganti, Noal, Negrini, Santini, Penna e Santos, onde havia duas escolas multisseriadas: uma chamava-se Pillon e outra com o mesmo nome da localidade;
  • Comunidade de Linha Cinco Sul (Vale dos Panno), formada pelas famílias Milani, Bianchin, Loro, Cechin, Feltrin, Sachet, Bolson e Daros, que havia uma escola multisseriada com o mesmo nome da unidade residencial;
  • Comunidade Benjamim Constant, formada pelas famílias Bevilaco, Pano, Bilinazzo, Soares e Lemos, que possuía uma escola multisseriada com o mesmo nome da unidade residencial (uma das mais antigas da região);
  • Comunidade de Linha Sete Sul, formada pelas famílias Righi, Cazani, Rosa, Lourence, que tinha uma escola multisseriada, que se chamava Santa Augusta;
  • Comunidade de Palma, formada pelas famílias Balconi, Weber, Carneiro, Moro, Cioccari, Penna e Moraes, que possuía duas escolas: uma que originou a sede da Escola Núcleo Major Tancredo Penna de Moraes; e, a outra que se chamava Olavo Bilac.

Alunos ilustres[editar | editar código-fonte]

Referências

Demais fontes:

  1. Revista Kinesis, Santa Maria, N° 26, p. 143-166, Maio de 2002.
  2. CORRÊA, I. L. S. et ali. Resgate histórico das comunidades que abrangem a Escola Municipal Major Tancredo Penna de Moraes. In: XIII Jornada acadêmica Integrada da UFSM. 1999. Anais… Santa Maria: UFSM, p. 919.

Ver também[editar | editar código-fonte]

  1. Santa Maria (Rio Grande do Sul);
  2. Subdivisões de Santa Maria;
  3. Distrito da Palma;
  4. Bairro Palma;
  5. Comunidade Arnesto Penna Carneiro;
  6. Rádio Trans Mundial;
  7. Educação em Santa Maria