Esporte na Espanha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.
Rafael Nadal, ganhador de quatro ocasiões do Roland Garros, em uma ocasião do Campeonato de Wimbledon, do Aberto da Austrália, campeão olímpico e número um do mundo.

O esporte na Espanha (português brasileiro) ou desporto em Espanha (português europeu) é dominado principalmente pelo futebol (desde o século XX), o basquetebol, o ciclismo, o ténis, e o handebol, e pelos desportos de automobilismo. Contudo, o país teve campeões do mundo em desportos tão díspares como esgrima, pádel, polo aquático, vela, boxe ou atletismo.

Além disso, o país é um grande atrativo turístico devido a suas infraestruturas desportivas, como as instalações para esportes aquáticos, golfe e esqui.

História do desporto na Espanha[editar | editar código-fonte]

Os primeiros tratados da esgrima se encontraram na Espanha no século XV, "A verdadeira esgrima" (1472) de J. Pons e "O manejo das armas de combate" (1473) de P. de la Torre. Além disso, Gaspar Melchor de Jovellanos elaborou um "Plano de Educação Pública", no qual figurava amplamente o exercício físico.

Para além de certos dados sobre o desporto no país, as origens da ginástica e a Educação Física foram em 1806, ano em que Francisco Amorós abriu em Madrid, o Real Instituto Militar Pestalozziano graças a Carlos IV e a Godoy. Teve grande prestígio e se praticava a ginástica, o hipismo, a esgrima e outros aparelhos concebidos pelo próprio.[1] Também Francisco de Aguilera, Conde de Villalobos, fundou e dirigiu o ginásio da Academia de Artillería de Segovia.

Durante os anos 1850 fundou-se a Sociedade espanhola para promover a criação de cavalos, além de criar os primeiros ginásios privados, como o madrilenho "Vignolles", em 1851, e o "Círculo particular ginástico", em 1853. A partir de 1875 aparecem as primeiras competições de ciclismo no parque do Retiro. Dois anos mais tarde nas festas da Merced em Barcelona também havia competições esportivas e em 1878 foi fundada a Sociedade Velocipedista Madrilenha e o Clube Velocipédico de Cádiz.

Embora as sociedades ciclistas se multiplicassem, criou-se a primeira associação de ginástica, a "Sociedad Gimnástica Española", em Madri. Além disso em 1889, foi fundado a primeira equipa de futebol, o Recreativo de Huelva e em 1892 o C.D. Riotinto. Em 1896 se legaliza oficialmente a federação de ciclismo, em 1898 criou-se a Federação Espanhola de Sociedades Ginásticas e durante os seguintes anos aparecem continuamente sociedades desportivas no futebol, natação, atletismo e hóquei.[2]

Durante os seguintes anos começaram as competições desportivas, como a primeira Copa da Espanha de Futebol em 1903 e as ligas que disputam os clubes das principais cidades espanholas, mas o verdadeiro 'boom' do futebol é adquirido após a medalha de prata nas Olimpíadas de 1920 na Antuérpia.[3] Em 1912 fundou-se o Comitê Olímpico Espanhol (COE) (foi reformulado de maneira definitiva em 11 de janeiro de 1924) e nos anos 1930, a política educativa da República promoveu o esporte através do ensino público.[4] Mas a Guerra Civil diminuiu o progresso e depois da guerra, em 1941, Francisco Franco ordenou que o desporto fosse tarefa da Falange, sendo depois parte da delegação nacional de desporto.

Atletismo[editar | editar código-fonte]

O atletismo, como no resto do mundo, está muito enraizado na Espanha, principalmente em algumas modalidades como os 1.500 e 5.000 metros rasos, a maratona, o salto em distância e a marcha. A história do atletismo na Espanha conhecida remonta-se ao século XIX à prática das corridas, onde eram muito populares na Catalunha, Aragão e País Basco, embora as classificações não eram publicadas na imprensa.

Estas medalhas foram obtidas por atletas espanhóis nos Jogos Olímpicos:

Moscou 1980
Los Angeles 1984
Barcelona 1992
Atlanta 1996
Sydney 2000
Atenas 2004

Basquetebol[editar | editar código-fonte]

Seleção espanhola de basquete, medalha de ouro no Campeonato Mundial de Basquete de 2006.

Espanha dispõe de uma das melhores ligas de basquetebol do mundo, a Liga ACB. Com um total de 28, é a segunda liga em números de títulos europeus, depois da liga italiana.

Bandeira da Espanha Espanha
Bandeira • Brasão • Hino • Cinema • Culinária • Cultura • Demografia • Desporto • Economia • Forças Armadas • Geografia • História • Portal • Política • Subdivisões • Turismo • Imagens

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]