Estádio Vail Chaves

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Estádio Vail Chaves
Nomes
Nome Estádio Vail Chaves
Antigos nomes Estádio Vail Chaves
Estádio Wilson de Barros
Estádio Papa João Paulo II
Estádio Romildo Vitor Gomes Ferreira
Características
Local Mogi Mirim, SP, Brasil
Gramado Grama natural (108,50 x 71,20 m)
Capacidade 30.000 pessoas [1]
Construção
Inauguração
Data 7 de julho de 1981
Partida inaugural Mogi Mirim EC 4x2 Palmeiras
Primeiro gol Demétrius (Mogi Mirim EC)
Último Jogo
Recordes
Público recorde 32.000 pessoas (17.685 pagantes)
Data recorde 9 de março de 1986
Partida com mais público Mogi Mirim EC 1x1 Palmeiras
(Campeonato Paulista)
Outras informações
Proprietário Mogi Mirim EC
Administrador Mogi Mirim EC
Mandante Mogi Mirim EC

O Estádio Vail Chaves,[2] anteriormente como Estádio Romildo Vitor Gomes Ferreira, é um estádio de futebol da cidade de Mogi Mirim, São Paulo. Pertencente ao Mogi Mirim Esporte Clube e atualmente tem capacidade para 30 mil pessoas.

Descrição[editar | editar código-fonte]

O estádio tem uma das melhores infra-estruturas do interior paulista, e melhorando ainda mais com a reforma que o presidente do clube, Wilson Fernandes de Barros fez em 2000, aumentando a capacidade do estádio para 30 mil pessoas.

Nos setores da torcida da casa, existem cinco saídas, dois banheiros área para policiamento e até uma área com cela. Já no setor dos visitantes existem apenas duas saídas, dois banheiros e uma área para policiamento. Já dentro do campo há um portão para entrada e saída de ambulâncias em caso de alguma enfermidade. Um desses portões támbem pode ser utilizado pelos policiais, caso haja tumulto ou invasões de campo. No campo também há espaço para serem colocados vinte policiais em torno dele. E também se encontram em dias de jogos as 14 bilheterias abertas em torno do estádio. No local reservado para os visitantes, há uma capacidade máxima de dez mil torcedores. E vinte mil para a parte da torcida da casa.

Jogos importantes no local[editar | editar código-fonte]

Foi utilizado em jogos importantes como no Campeonato Paulista de 2005, nos seguintes jogos:[carece de fontes?]

No ano de 2006 a equipe da casa jogou contra os times do Palmeiras e do Corinthians. Ambos os resultados foram favoráveis para os times visitantes:[carece de fontes?]

  • Mogi Mirim 1–5 Corinthians
  • Mogi Mirim 1–2 Palmeiras
  • Santos 0–0 São Paulo

Em 2007 o estádio recebeu o jogo dos clubes:[carece de fontes?]

Emm 2009 o estádio recebeu o jogo das estrelas:[carece de fontes?]

  • Dezembro de 2009 o Jogo das Estrelas, realizado por Rivaldo, contando com a presença de muitas celebridades, como Kaká, o próprio Rivaldo, Marcelinho Carioca, Elano, Cafu e muitos outros jogadores.

Em 2011 o estádio recebeu o clássico paulista o San-São pela última rodada do Brasileirão:[3]

  • São Paulo 4–1 Santos

Em 2013 o estádio recebeu a semifinal da Copa Sul-Americana:[4]

  • Ponte Preta 1–1 São Paulo, a Ponte avançou à final por ter ganho a partida de ida no Morumbi.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. CNEF da CBF (PDF) (em português). Site Oficial da CBF. Página visitada em 09/03/12.
  2. Sem Rivaldo, nome do estádio do Mogi Mirim muda mais uma vez. GloboEsporte.com (15 de janeiro de 2013). Página visitada em 25/11/2013.
  3. São Paulo faz sua parte, goleia Santos, mas perde vaga na Libertadores para o Inter.
  4. Ponte empata com o São Paulo e se classifica para final histórica.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre estádios de futebol do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.