Estado da Birmânia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bama.svg
Estado da Birmânia
Flag of British Burma (1937).svg
1943 – 1945 Flag of British Burma (1937).svg

Bandeira de Birmânia

Bandeira

Continente Ásia
Capital Yangon
Governo Não especificado
Período histórico Segunda Guerra Mundial
 • 1943 Fundação
 • 1945 Dissolução

O Estado da Birmânia foi um estado de curta duração, criado em 1943 durante a Segunda Guerra Mundial, quando a Birmânia fez parte do Império do Japão após este ter invadido e ocupado o seu território, tornando-o um Estado fantoche.[1] [2] [3] [4]

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Durante as primeiras fases da Segunda Guerra Mundial, o Império do Japão invadiu a Birmânia Britânica principalmente para obter matérias-primas (que incluíam o petróleo de campos em torno de Yenangyaung, minerais e grandes excedentes de arroz), e para fechar a Estrada da Birmânia, que era a principal ligação para o auxílio e as munições destinadas às forças chinesas nacionalistas de Chiang Kai-Shek, que haviam lutado contra os japoneses durante vários anos na Segunda Guerra Sino-Japonesa.

Durante os conflitos mundiais o Japão organizou ali a Minami Kikan, organização militar encarregada de interromper os suprimentos vindos da China para os Aliados.[5]

Referências

  1. Allen, Louis (1986). "Burma: the Longest War 1941-45"
  2. Lebra, Joyce C. (1975). "Japan's Greater East Asia Co-Prosperity Sphere in World War II: Selected Readings and Documents."
  3. Smith, Ralph (1975). "Changing Visions of East Asia, 1943-93: Transformations and Continuities."
  4. Kady, J (1958). "History of Modern Burma"
  5. Louis Frederic; Álvaro David Hwang. O Japão: Dicionário e Civilização (em português). [S.l.]: Globo Livros. p. 782. ISBN 8525046167 Página visitada em dezembro de 2011.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um historiador é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.