Fermilab

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Fermi National Accelerator Laboratory
Fermilab satellite.gif

Visão aéria: Anél injetor principal (pequeno) e o Tevatron (grande)
Fundação 21 de novembro de 1967 (National Accelerator Laboratory)
Tipo Laboratório - Centro de Pesquisas
Sede Estados UnidosWinfield, Illinois, Estados Unidos
Membros 87 universidades principalmente orientadas a area de pesquisa.
Línguas oficiais Inglês
Filiação Universidade de Chicago e "URA"
Diretor-Geral Nobelíssimo Leon Max Lederman
Organização Robert Rathbun Wilson
Sítio oficial [1]

Telefone: (630) 840 3000

Fermilab (de Fermi National Accelerator Laboratory) é um laborátório especializado em física de partículas de alta energia dos Estados Unidos localizado em Batavia, próximo a Chicago, Illinois. Foi fundado em 1967 com o nome National Accelerator Laboratory e em 1974 foi renomeado em homenagem a Enrico Fermi, um dos primeiros a estudar o fenômeno da fissão nuclear.
A partir do dia 1 de janeiro de 2007, Fermilab é operado pela "Research Alliance Fermi", uma empreitada conjunta entre a Universidade de Chicago e "URA"[nota 1] . Fermilab é uma parte do Corredor de Tecnologia e Pesquisa de Illinois. O Corredor é uma área localizada no nordeste de Illinois. O corredor vai basicamente da rodovia interestadual 88 até o condado de DuPage, mas muitas das empresas e centros de pesquisa estão localizados em quase toda a área de Chicago.
O acelerador de partículas Tevatron do Fermilab é um marco em física; com seus 6.3 km (3,9 milhas) de circunferência, é segundo maior acelerador de partículas do mundo, depois do Grande Colisor de Hádrons (LHC) (com 27 km de circunferência, localizado no CERN). Em 1995, ambos os experimentos, CDF and DØ (detectores que utilizam o Tevatron) anunciaram a descoberta do quark top o mais importante experimento do Fermilab.
Um pequeno rebanho de bisões, iniciado na fundação, vive na propriedade do laboratório simbolizando a presença do Fermilab na "fronteira" da física e da sua conexão com a pradaria americana. .[1] Alguns moradores temerosos acreditavam inicialmente que o bisão foram introduzidos a fim de servir como um bio-alarme, se e quando a radiação no laboratório alcançado níveis perigosos, mas eles foram garantidos pelo Fermilab que essa alegação não tinha mérito .[2] .

Fermilab com os anéis do Tevatron.

Fermilab é aberto a visitação pública. Ele é palco de inúmeros eventos culturais, não só palestras públicas e simpósios em ciência, mas concertos de música clássica e contemporânea, dança folclórica e galerias de artes. Atualmente o local está aberto a todos os visitantes do amanhecer ao anoitecer a quem apresentar identificação com foto.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. "Universities Research Association" é um consórcio de 87 universidades principalmente orientadas a area de pesquisa, com membros do Canadá, Japão, Itália e dos Estados Unidos, baseado na cidade de Washington.

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Fermilab (30 dezembro 2005). Safety and the Environment at Fermilab. Visitado em 2006-01-06.
  2. Questions at Fermilab
Ícone de esboço Este artigo sobre física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.