Colisor Relativístico de Íons Pesados

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Física
\nabla \cdot \mathbf{B} = 0

\nabla \times \mathbf{E} = -\frac{\partial \mathbf{B}} {\partial t}

\nabla \cdot \mathbf{E} = \rho

\nabla \times \mathbf{B} = \frac{\partial \mathbf{E}} {\partial t} + \mathbf{J}
As Equações de Maxwell
Física
História da Física
Filosofia da Física


Colisor Relativístico de Íons Pesados (RHIC, de Relativistic Heavy Ion Collider), é um colisor de íons pesados localizado no Brookhaven National Laboratory (BNL) em Upton, Nova Iorque. É muito importante no estudo de plasma de quarks e glúons. Tornou-se obsoleto em 2007, quando o Grande Colisor de Hádrons entrou em funcionamento.

Antes de sua construção e o início de sua operação, em 2000, a imprensa mundial divulgou muitas especulações sobre possíveis perigos da sua operação. Algumas pessoas ficaram preocupadas que o RHIC pudesse criar um buraco negro, matéria estranha ou até uma transição para um novo vácuo da mecânica quântica. Qualquer uma destas opções, sem sombra de dúvidas, acabaria com o sistema solar ou até a galáxia. Contudo, o sistema solar é bombardeado frequentemente com raios cósmicos de mais alta energia e nada disso parece ter acontecido até agora. Os cientistas foram em frente e construíram o RHIC, o que finalmente eliminou qualquer temor de catástrofes.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Em um experimento realizado com este colisor, o ser humano obteve a mais alta temperatura já criada em laboratório (4 trilhões de graus Celsius, temperatura 80 mil vezes maior do que a encontrada no interior do Sol!). O objetivo foi estudar a fundo as propriedades e o comportamento de uma sopa tórrida de partículas atômicas (plasma de quarks e glúons) e para compreender como foi que elas se agruparam depois do big-bang dando início a tudo que existe hoje[1] .

Referências

  1. mundoestranho.abril.com.br/ Qual a temperatura mais elevada criada em laboratório pelo homem?
Ícone de esboço Este artigo sobre física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.