Fianqueto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo usa a notação algébrica para descrever os movimentos do xadrez.


Começo de um tabuleiro de xadrez. a b c d e f g h
8 torre preta em a8 cavalo preto em b8 dama preta em d8 rei preto em e8 bispo preto em f8 cavalo preto em g8 torre preta em h8 8
7 peão preto em a7 bispo preto em b7 peão preto em c7 peão preto em d7 peão preto em e7 peão preto em f7 peão preto em g7 peão preto em h7 7
6 6
5 peão preto em b5 5
4 4
3 bispo branco em a3 peão branco em b3 peão branco em g3 3
2 peão branco em a2 peão branco em c2 peão branco em d2 peão branco em e2 peão branco em f2 bispo branco em g2 peão branco em h2 2
1 torre branca em a1 cavalo branco em b1 dama branca em d1 rei branco em e1 cavalo branco em g1 torre branca em h1 1
a b c d e f g h Fim do tabuleiro de xadrez.

Em xadrez, o fianchetto ou fianqueto (/ˌfiən'kɛto/ Italiano "flanco pequeno") é um padrão de desenvolvimento de peças onde um bispo é desenvolvido na segunda linha da coluna do cavalo adjacente. depois do peão do cavalo ter sido avançado uma ou duas casas.

O fianqueto é um aspecto de muitas aberturas hipermodernas, cuja filosofia é não ocupar imediatamente o centro do tabuleiro, planejando enfraquecer e destruir o centro do ponente. Ele também acontece com frequência nas defesas índias, assim chamadas já que o fianqueto era a prática padrão no xadrez que era jogado na Índia antiga. O fianqueto é menos comum em jogos abertos (1. e4 e5), mas o Bispo do Rei às vezes é colocado em fianqueto pelas Pretas na Partida Espanhola ou pelas Brancas em uma variação incomum da Partida Vienense.

Um dos maiores benefícios do fianqueto é que ele geralmente permite ao Bispo em fianqueto tornar-se mais ativo. Como o Bispo é posicionado em uma das diagonais principais (a1-h8 ou h1-a8), ele controla muitas casas e se torna uma arma ofensiva poderosa. Entretanto, uma posição em fianqueto também apresenta algumas oportunidades para o adversário: se o Bispo em fianqueto puder ser trocado, as casas que ele estava protegendo tornam-se casas fracas, e podem formar a base para um ataque (particularmente se o fianqueto foi feito na ala do Rei). Portanto, trocar o Bispo em fianqueto não deve ser feito levianamente, especialmente se o bispo adversário de mesma cor ainda estiver no tabuleiro.

O diagrama à direita mostra três formas diferentes de fianqueto. O Bispo do Rei Branco está em um fianqueto regular, com o peão do Cavalo avançado uma casa e o Bispo ocupando a diagonal maior. Esta é a forma mais comum de fianqueto, visto no Dragão da Siciliana, Defesa Pirc, Defesa Benoni, e Abertura Benko, entre muitas outras.

O Bispo da Dama Preta também está em fianqueto, mas o peão do Cavalo foi avançado duas casas, fazendo deste um fianqueto longo. O peão da coluna "b" também controla a casa c4, que geralmente é vantajoso. Se as Brancas jogarem o Ataque Índio do Rei 1. Cf3 2. g3, as Pretas podem fazer um fianqueto longo na ala das Damas em oposição ao fianqueto das brancas e tornar difícil para as brancas destruir o centro de peões com c4. O fianqueto longo na ala do Rei é mais raro, porque enfraquece o escudo de peões em frente do roque, e controla uma casa menos importante. Mesmo assim, o Ataque Grob 1.g4?! e a Defesa Borg 1. e4 g5?! - de "Grob invertida" - algumas vezes são jogadas por espíritos aventureiros, como o MI Michael Basman.

O Bispo da Dama Branco moveu para a3, no que é às vezes chamado de fianqueto estendido. Em vez de controlar a diagonal maior, ela aponta para a casa f8 das Pretas. Se as Pretas moverem seu peão da coluna "e", as Brancas podem jogar Bxf8, depois do qual as Pretas terão que perder tempo fazendo o roque artificial depois de recapturar com o Rei. Esta tática é geralmente vista no Gambito Evans, e dá ao Gambito Benko muito do seu poder ofensivo. As Pretas geralmente jogam Ba6 na Defesa Francesa, e na Defesa Índia da Dama se as Brancas jogarem g3 para fazer o fianqueto do seu próprio Bispo (lance de Aron Nimzowitsch contra a variação Clássica).

Referências[editar | editar código-fonte]

A Wikipédia possui o
Portal de Enxadrismo
  • D’AGOSTINI, Orfeu. Xadrez Básico. São Paulo : Ediouro, 1954.
  • FILGUTH, Rubens. Xadrez de A a Z: dicionário ilustrado. Porto Alegre : Artmed, 2005. 240 pp.
Ícone de esboço Este artigo sobre enxadrismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.