Flipped

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Flipped
A Descoberta do Primeiro Amor (PT)
O Primeiro Amor (BR)
 Estados Unidos
2010 • cor • 90 min 
Direção Rob Reiner
Produção Rob Reiner
Alan Greisman
Roteiro Rob Reiner
Andrew Scheinman
Baseado em Wendelin Van Draanen
Idioma Inglês
Música Marc Shaiman
Edição Robert Leighton
Estúdio Castle Rock Entertaiment
Distribuição Warner Bros.

Flipped (No Brasil: O Primeiro Amor[1] e em Portugal: A Descoberta do Primeiro Amor[2] ) é um filme estadunidense lançado em 6 de agosto de 2010 nos Estados Unidos.[3] Dirigido pelo cineasta Rob Reiner,[4] Flipped é baseado no livro homônimo de Wendelin Van Draanen.[5]

No livro original, a história se passa nos dias atuais, onde os pré-adolescentes Julianna Baker e Bryce Loski lutam em admitir o amor um pelo outro. O filme, entretanto, se passa nos anos 60; o diretor tomou essa decisão pelo fato da história se parecer muito com essa fase de sua vida, que ocorreu justamente nessa época.[6]

O filme teve uma bilheteria bem discreta nos Estados Unidos e foi lançado no Brasil diretamente em DVD,[7] além de ser exibido pela franquia HBO.[8]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Juliana Baker e Bryce Loski são vizinhos e desde os sete anos ela sempre nutriu um amor platônico por ele, que nunca a correspondeu, por considerá-la excêntrica. Bryce passa então a evitá-la a todo custo, o que se torna cada vez mais difícil, visto que além de vizinhos eles estudam na mesma sala na escola.

Aos treze anos, contudo, o avô de Bryce, Chet Duncan, se muda para a sua casa e passa a conviver mais com ele e sua família. Como Chet gostar de lidar com plantas – e Juliana também – os dois começam uma estranha amizade, o que faz com que Bryce comece a reparar mais na garota.

A partir daí, vários acontecimentos fazem com que ambos se aproximem cada vez mais, como um jantar com a família de ambos, o festival da primavera na escola e a ameaça de demolirem uma árvore na vizinhança que é muito querida por Juliana.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Crítica[editar | editar código-fonte]

Flipped tem recepção geralmente favorável por parte da crítica profissional. Com o Tomatometer de 56% em base de 72 críticas, o Rotten Tomatoes chegou ao consenso: "Embora não sem seus encantos nostálgicos, a adaptação às vezes desajeitado do romance de infância de Wendelin Van Draanen de Rob Reiner não alcançar as alturas do trabalho anterior do diretor, como Stand By Me". Por parte da audiência do site, a pontuação é de 79%.

Rob Reiner no filme[editar | editar código-fonte]

Rob Reiner conheceu a história do filme quando seu filho precisou fazer um trabalho escolar sobre o livro no qual o longa-metragem se baseia. O diretor achou o livro “inteligente e sofisticado” e que “a autora captou todos aqueles sentimentos fortes e complicados do primeiro amor. [10]

Este é o primeiro filme de Rob Reiner, desde o The Story of Us, que ele produz com a Castle Rock Entertainment, que ele mesmo ajudou a criar. [11]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Segue as músicas que constituem a trilha sonora do filme:[12]

  • 1. Pretty Little Angel Eyes – Curtis Lee
  • 2. One Fine Day – The Chiffons
  • 3. He's So Fine – The Chiffons
  • 4. Chantilly Lace – Big Bopper
  • 5. There Goes My Baby – The Drifters
  • 6. You've Really Got A Hold On Me – The Miracles
  • 7. Devoted To You –The Everly Brothers
  • 8. A Teenager In Love – Dion & The Belmonts
  • 9. When – The Kalin Twins
  • 10. Let It Be Me – Phil Everly
  • 11. What's Your Name – Rob Reiner, Michael Christopher Bolten e Shane Harper
  • 12. Flipped Suite – Marc Shaiman

Referências