Fluido intersticial

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Junho de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Em todos os animais, as células encontram-se banhadas por um líquido claro e transparente, designado por fluido intersticial ou linfa intersticial, com o qual estabelecem trocas. Nos animais menos complexos, com poucas células, as trocas podem efectuar-se directamente com o meio, o que se torna quase impossível com o aumento de tamanho e complexidade.

A concentração de moléculas no fluido intersticial é muito menor do que nos vasos capilares. A pressão osmótica é um factor importante na determinação da pressão no fluido intersticial e do seu volume.

A linfa intersticial serve também para manter o ambiente à volta das células, que tem de ser estável, está em contacto directo com as células e forma-se a partir do sangue que circula nos capilares.


Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia celular é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.