Francisco Javier Hernández Arnedo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Francisco Javier Hernández Arnedo
Bispo da Igreja Católica
Bispo de Tianguá
Hierarquia
Papa Francisco
Ordenação e Nomeação
Ordenação Presbiteral 18 de julho de 1965
Ordenação Episcopal 19 de maio de 1991
Dados Pessoais
Nascimento  Espanha Navarra
13 de janeiro de 1941
dados em catholic-hierarchy.org
Bispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Dom Francisco Javier Hernandez Arnedo OAR (Cascante, Navarra, 13 de janeiro de 1941) é um bispo católico espanhol, agostiniano recoleto . É o atual bispo da Diocese de Tianguá.[1] [2]


Estudos[editar | editar código-fonte]

Realizou seus primeiros anos de estudos em seu país de origem, Espanha, na Escola Pública em Cascante. Fez estudos secundários no Seminário Menor em Lodosa. Estudou Filosofia no Seminário Menor da Ordem dos Agostinianos Recoletos em Fuenterrabia (Guipúscoa). Cursou Teologia no Teologado da ordem em Marcilla. Ingressou no noviciado, em Monteagudo-Navarra.

Cursou licenciatura em Teologia Dogmática na Universidade de Santo Tomás de Aquino, Angelicum, em Roma e Teologia Moral no Alphonsianum, também em Roma.

Presbiterado[editar | editar código-fonte]

Dom Francisco Javier Hernandez Arnedo foi ordenado padre no dia 18 de julho de 1965, em Marcilla, pelo bispo agostiniano-recoleto Dom Frei Arturo Quintanilla.[2]

Posteriormente, foi professor de Teologia Moral e Teologia Dogmática, no período de 1968 a 1973, em Marcilla, Espanha. Professor de Filosofia no período de 1974 a 1985, em Franca. Foi pároco na Igreja Nossa Senhora Aparecida de Franca no período de 1979 a 1985 e pároco na Igreja de Santa Rita, em Manaus, entre 1986 a 1991. De 1987 a 1989, foi Coordenador da Pastoral arquidiocesana e Vigário Episcopal da Região Leste de Manaus. No seminário arquidiocesano, lecionou disciplinas de Filosofia e Espanhol.[3] .

Episcopado[editar | editar código-fonte]

Dom Francisco Javier Hernandez Arnedo foi nomeado bispo de Tianguá pelo Papa João Paulo II, em 6 de março de 1991, e recebeu a ordenação episcopal pelo cardeal Dom Aloísio Lorscheider, dia 19 de maio do mesmo ano, em Manaus, com o lema Bonus eris minister.[2]

Foi o coordenador-geral da tradução oficial da Bíblia da CNBB como responsável pela dimensão bíblico-catequética da CNBB.[4]

Atividades durante o episcopado[editar | editar código-fonte]

  • Assessor das Pastorais da Juventude do Regional Nordeste I, da CNBB
  • Assessor do Setor Leigos do Regional Nordeste I, da CNBB
  • Vice-Presidente do Regional Nordeste I, da CNBB
  • Membro do Conselho Diretor Nacional do Movimento de Educação de Base(MEB)
  • Membro da Comissão Episcopal Pastoral da CNBB.

Referências

  1. Centro de Estatística Religiosa e Investigações Sociais. Anuário Católico do Brasil: 2009/2010. 12ª ed. Brasília: CERIS; CNBB; CRB, 2009.
  2. a b c Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. Membros da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. Brasília: CNBB, 1997.
  3. Diocese de Tianguá. Página visitada em 15/12/2012.
  4. Jornal Folha de São Paulo. Religião (22 de Julho de 2001)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Timóteo Francisco Nemésio Cordeiro
Diocese de Tianguá
19711990
Sucedido por
-


Ícone de esboço Este artigo sobre Episcopado (bispos, arcebispos, cardeais) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.