Gliese 667 Cc

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Concepção artística de Gliese 667 Cc. A maior estrela no céu é a anã vermelha Gliese 667 C no qual orbita. Existe outro planeta a orbitar essa estrela chamado Gliese 667 Cb. As outras duas estrelas no céu são Gliese 667 A e B, as outras componentes do sistema estelar triplo.

Gliese 667 Cc é um exoplaneta que orbita uma estrela pertencente a um sistema estelar triplo e com baixa quantidade de elementos mais pesados que o hélio, conhecida como Gliese 667. O planeta é até agora o mais promissor para se encontrar vida semelhante à nossa. Ele tem 4,39 vezes a massa da Terra[1] e está na zona habitável, com temperatura capaz de abrigar água em estado líquido. Está a 22 anos-luz da Terra e orbita sua estrela em 28 dias. O estudo foi publicado em fevereiro de 2012 pela revista Astrophysical Journal Letters.[2]

A descoberta prova que planetas rochosos podem se formar mesmo com estrelas de baixa metalicidade. A estrela é uma anã vermelha bem mais fria e pálida que o Sol, mas o planeta se situa a pouca distância, por isso recebe energia suficiente para a vida. Grande parte da luz é absorvida na faixa do infravermelho, garantindo temperaturas para manter a água em estado líquido. É esse tipo de planeta que os astrônomos procuram atualmente.[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências


Ícone de esboço Este artigo sobre um planeta extrassolar é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.