Gonçalo I Mendes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gonçalo I Mendes ou Gonçalo I Mendes de Portugal ou Conde Gonçalo Mendes
Conde de Portugal
Escudo do Brasão de Armas do Condado Portucalense.
Nome completo
Gonçalo I Mendes
Pai Hermenegildo Gonçalves
Mãe Mumadona Dias
Nascimento ca. 925
Morte 997 (72 anos)

Gonçalo I Mendes ou Gonçalo I Mendes de Portugal ou como mais usualmente é grafado Conde Gonçalo Mendes que se intitula magnus dux portucalensium (ca. 925997) foi conde e duque de Portugal cujas terras herdou de sua mãe D. Mumadona Dias (900 —?) que em 24 de Julho de 950, por morte do marido, o conde Hermenegildo Gonçalves (90024 de julho de 950), reparte com os filhos. A "Terra Portugalense" é entregue durante o mês de Julho a Gonçalo Mendes I.

Relações familiares[editar | editar código-fonte]

Foi filho de Hermenegildo Gonçalves (90024 de julho de 950) e de Mumadona Dias (900968). Casou D. Ilduara Pais (c. 9251008), filha de Paio Gonçalves de Deza (c. 900 - 959) e de Ermesinda Guterres de Coimbra, de quem teve:

  1. Mendo Gonçalves, conde soberano de Portugal (945 - entre 1 e 6 de outubro de 1008 [1] [2] ) foi, segundo Oliveira Marques, "conde (comes), igualmente chamado duque (dux)"[3] [4] de Portucale sucessor de Gonçalo I Mendes, seu pai.[5] Casou com Tutadona Moniz, também denominada como Tutadona Moniz de Coimbra.

Referências

  1. (em espanhol) Juan Francisco de Masdeu, Historia crítica de España y de la cultura española, Volum 15 p.172
  2. OLIVEIRA MARQUES, A. H. de. História de Portugal. 11ª ed. Lisboa: Palas, 1983. Vol. I, p. 59.
  3. O título (dux de Galicia, em latim medieval) vem de cartas póstumas. Ele é também por vezes referido como Menendo González II ou II Mendo Gonçalves para distingui-lo de seu avô, Hermenegildo Gonçalves, já que o nome Mendo / Menendo / Menendus é derivado Heremengild / Hermenegildo / Hermenegildus.
  4. OLIVEIRA MARQUES, pp. 55-56.
  5. São Payo, Luiz de Mello Vaz de. A Herança Genética de D. Afonso Henriques. Porto: Universidade Moderna, 2002. p. 289.
Precedido por
Mumadona Dias (em conjunto com Hermenegildo Gonçalves)
Conde de Portucale
950 - 999
Sucedido por
Mendo II Gonçalves