Hidrazina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde Julho de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Hydrazine
Alerta sobre risco à saúde
Hydrazine-distances-2D.png
Hydrazine-3D-vdW.png Hydrazine-3D-balls.png
Nome IUPAC Hydrazine
Diazane
Identificadores
Número CAS 302-01-2,
7803-57-8 (hydrate)
PubChem 9321
Número EINECS 206-114-9
Número RTECS MU7175000
Propriedades
Fórmula molecular N2H4
Massa molar 32.05 g/mol (anhydrous)
50.06 g/mol (hydrate)
Aparência Líquido incolor
Densidade 1,01 g·cm-3 (20 °C) [1]
1.032 g/cm³ (hidrato) [carece de fontes?]
Ponto de fusão

1,5 °C [1]
-51.7 °C (hidrato) [carece de fontes?]

Ponto de ebulição

113,5 °C [1]
119 °C (hidrato) [carece de fontes?]

Solubilidade em água miscível [1]
Pressão de vapor 21 hPa (20 °C) [1]
Acidez (pKa) 8,0 [2]
Índice de refracção (nD) 1.46044 (22 °C, anidro) [3]
1.4284 (hidrato)
Viscosidade 0.876 cP (25 °C)
Estrutura
Forma molecular pyramidal at N
Momento dipolar 1.85 D[4]
Termoquímica
Entalpia padrão
de formação
ΔfHo298
95,35 kJ/mol (gás)
50,63 kJ/mol (líquido)
37,63 kJ/mol (sólido)
Entropia molar
padrão
So298
238,66 J·mol-1·K-1 (gás, 1 bar)
121,52 J·mol-1·K-1 (líquido, 1 bar)
Riscos associados
MSDS ICSC 0281
Classificação UE Carc. Cat. 2
Toxic (T)
Corrosive (C)
Dangerous for the environment (N)
Índice UE 007-008-00-3
NFPA 704
NFPA 704.svg
3
3
2
 
Frases R R45, R10, R23/24/25, R34, R43, R35
Frases S S53, S45, S60, S61
Ponto de fulgor 52 °C
Temperatura
de auto-ignição
24–270 °C (see text)
Limites de explosividade 1.8–100%
LD50 59–60 mg/kg (oral in rats, mice)[5]
Compostos relacionados
Hidretos de nitrogênio relacionados Amônia
Ácido hidrazoico (HN3)
Diazeno (N2H2)
Compostos relacionados Monometil-hidrazina
Dimetil-hidrazina
Fenil-hidrazina
Etano
Difosfano
Peróxido de hidrogênio
Excepto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições PTN

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.
Propriedades
Periculosidade
Ingestão Tóxico, possivelmente um agente cancerígeno.
Inalação Muito perigoso, extremamente destruidor do sistema respiratório
Pele Pode causar queimaduras severas. Pode ser absorvido pelo sangue
Olhos Pode causar danos permanentes
Mais informações Hazardous Chemical Database (Em inglês)


Unidades SI e CNPT exceto onde indicado o contrário

A hidrazina é um composto químico cuja fórmula química é N2H4 e é usado, entre outras aplicações, como propelente para satélites artificiais.[6]


A hidrazina é um líquido com propriedades similares a amônia. A disposição espacial de seus dois átomos de hidrogênio faz com que a substância seja muito mais reativa que a amônia. Pode oxidar a amônia com hipoclorito de sódio.

Também são chamados de hidrazinas os seus derivados, compostos orgânicos que apresentam o grupo funcional

R - N - N - R
    |   |
    R   R

Exemplos destes derivados são a 1,1-dimetil-hidrazina e a 1,2-dimetil-hidrazina, nas quais os dois átomos de hidrogênio são substituídos pelo grupo metil. Em geral, são compostos com alto ponto de fusão e ebulição, baixa densidade e solubilidade na água.

Nomenclatura[editar | editar código-fonte]

Indica-se o nome do radical ligado ao N ou ao N´, com indicação de qual dos nitrogênios ele está seguido do sufixo hidrazina. Exemplos:

  • Metil-hidrazina: NH2 - NH - CH3 Neste caso ocorre apenas um radical ligado à função principal não sendo necessária a indicação: N.
  • N-etil-N´-metil-hidrazina: CH3 - NH - NH - CH2 - CH3 Sendo que neste caso há radicais em ambos os Nitrogênios. Chama-se N o nitrogênio com os radicais mais complexos, e N´o Nitrogênio com radicais mais simples.

Formação[editar | editar código-fonte]

As hidrazinas são produto da reação entre duas aminas primárias ou secundárias.

R - NH    +   NH - R  →  R - N - N - R  + H2
    |         |               |   |
    R         R               R   R

Uso[editar | editar código-fonte]

A hidrazina é primariamente utilizada como um produto químico intermediário na produção de produtos químicos para a agricultura, fibra Spandex e antioxidantes.

É o combustível mono-propelente usando no controle orbital dos 56 satélites da linha HS 376.[6]

1,1-Dimetil-hidrazina é utilizada para a fabricação de combustível que entra em combustão apenas por contato (hypergolic em inglês), bipropelente para combustível de foguetes. A hidrazina é também utilizada como removedor de oxigênio de caldeiras e de sistemas de calafetação, polimerização de catalisadores e removedores de gases. Também entra na composição de explosivos como a Astrolite, por exemplo.

A hidrazina é um produto químico altamente tóxico. Seu manuseio exige o uso de roupas especias de proteção.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e Registo de CAS RN 302-01-2 na Base de Dados de Substâncias GESTIS do IFA, accessado em 21 de Fevereiro de 2008
  2. Charles E. Mortimer: Chemie – Das Basiswissen der Chemie. Thieme 2003, ISBN 3-13-484308-0
  3. Pradyot Patnaik. Handbook of Inorganic Chemicals. McGraw-Hill, 2002, ISBN 0-07-049439-8
  4. Predefinição:Greenwood&Earnshaw2nd
  5. Martel, B.; Cassidy, K.. Chemical Risk Analysis: A Practical Handbook. [S.l.]: Butterworth–Heinemann, 2004. 361 p. ISBN 1903996651
  6. a b HS 376