Irina Bokova

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Irina Georgieva Bokova
Em 2010, durante cerimônia no
Ministério da Cultura (Brasil).
Diretora-geral da UNESCO Unesco
Antecessor(a) Koichiro Matsuura
Vida
Nascimento 12 de Julho de 1952 (61 anos)
Sófia Sófia, Bulgária Bulgária
Dados pessoais
Profissão política

Irina Georgieva Bokova, em búlgaro: Ирина Георгиева Бокова, (Sófia, 12 de julho de 1952) é uma política búlgara, ex-militante comunista[1] e deputada no parlamento búlgaro durante duas legislaturas. Estudou em Moscovo, no Instituto de Relações Internacionais, e na Universidade de Maryland, nos Estados Unidos da América. Foi ministra dos Negócios Estrangeiros e embaixadora da República da Bulgária em França e no Mónaco.

De 1982 a 1990 foi filiado ao Partido Comunista Búlgaro (PCB), que governou a Bulgária de 1946 a 1990, quando o país deixou de ser um Estado socialista. Desde então, é filiada ao Partido Socialista Búlgaro (PSB), sucessor do PCB.

Em 22 de setembro de 2009, Bokova foi eleita directora-geral da UNESCO, derrotando o egípcio Farouk Hosni[2] Bokova é a primeira mulher e a primeira pessoa da Europa Oriental a ocupar este cargo das Nações Unidas. Sucede ao japonês Koichiro Matsuura.

Referências

Artigos e entrevistas[editar | editar código-fonte]

"A educação na vanguarda" (Eduaction on the Frontline), publicado em 30 de janeiro de 2013, na revista Global Education Magazine, com motivo do Dia Escolar da Paz e Não Violência.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]