Isaac Aboab da Fonseca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Retrato do rabino Isaac Aboab da Fonseca.

Isaac Aboab da Fonseca (Castro Daire, 1605 - Amsterdão, 1693) foi um rabino e intelectual judeu português.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nasceu em Castro Daire, Portugal, mas a sua educação, a partir dos sete anos, foi feita na Holanda, tendo Uriel Costa como mestre. Escreveu em castelhano e em hebraico.

Rabino e escritor português. É o primeiro religioso de origem judaica a chegar ao Brasil. Isaac Aboab da Fonseca (1605-1693) nasce em Castro Daire e, ainda criança, é levado para a Holanda. Nesse período, a Inquisição tem grande poder em Portugal, e milhares de famílias de judeus portugueses são expulsas do país. A Coroa holandesa, que atuava na vanguarda do movimento de reforma do catolicismo, adota a política de acolher perseguidos religiosos de várias partes da Europa. A maioria dos judeus emigrantes que se estabelece no país vive na penúria.

No Brasil[editar | editar código-fonte]

Com a tomada do Recife pela Holanda, esses grupos são atraídos pela oportunidade de progredir na mais rica capitania portuguesa da época, e navios fretados por judeus passam a chegar quase todo mês no Recife. Para chefiar essa comunidade judaica, em crescimento acelerado no Recife, é enviado ao Brasil em 1642 o rabino Fonseca, que passa a ser o primeiro religioso judeu das Américas. Nessa condição se torna o primeiro escritor de textos literários em hebraico do Novo Mundo, ao redigir três orações em que relata o sofrimento e as provações por que já passara o povo judeu.

Retorno à Europa[editar | editar código-fonte]

Em 1654, com a retomada da cidade pelos portugueses e a hostilidade para com os judeus, por causa da intolerância religiosa que existiu em algumas épocas em Portugal, o rabino retorna a Amsterdão para reencontrar sua família. Trabalha como diretor da Academia Religiosa e participa do tribunal que excomunga o filósofo Benedito Spinoza, em 1656. Escreve várias obras em castelhano e em hebraico. Também conhecido pelo apelido São João de Luz, morre em Amsterdão, aos 88 anos.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre judaísmo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.