Joaquim Justino Carreira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dom Joaquim Justino Carreira
Bispo da Igreja Católica
Diocese de Guarulhos

Título

3º Bispo Diocesano de Guarulhos
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 19 de março de 1977
Ordenação episcopal 21 de agosto de 2005
Lema episcopal PAX VOBIS
A paz esteja convosco
Brasão episcopal
Brasão Dom Joaquim.jpg
Dados pessoais
Nascimento PortugalSanta Catarina da Serra, 24 de janeiro de 1950
Morte BrasilSão Paulo, (SP)
1 de setembro de 2013 (63 anos)
dados em catholic-hierarchy.org
Bispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Dom Joaquim Justino Carreira (Santa Catarina da Serra, Leiria, 24 de janeiro de 1950São Paulo, 1 de setembro de 2013) foi um bispo católico português radicado no Brasil. Era Bispo da Diocese de Guarulhos.

História[editar | editar código-fonte]

Dom Joaquim foi batizado em 28 de janeiro de 1950 na Paróquia Santa Catarina da Serra, em Leiria, Portugal. Ainda jovem sua família emigrou de Portugal e estabeleceu-se no estado de São Paulo. No Brasil, recebeu o sacramento da Crisma em 26 de julho de 1964, na Paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus, localizada na cidade de Jundiaí/SP.

Recebeu a ordenação diaconal em 11 de junho de 1976, na sua terra natal, Santa Catarina da Serra. Em 19 de março de 1977, Dom Gabriel Paulino Bueno Couto celebrou sua ordenação presbiterial na Catedral Nossa Senhora do Desterro, em Jundiaí. Foi nomeado Monsenhor "Capelão de Sua Santidade", pelo Papa João Paulo II, em 6 de agosto de 1990.

Em 24 de março de 2005, o Papa João Paulo II o nomeou Bispo Titular de Cabarsussi e Bispo Auxilar da Arquidiocese de São Paulo. Sua ordenação episcopal foi celebrada pelo cardeal Dom Cláudio Hummes em 21 de agosto do mesmo ano, sendo seus consagrantes os bispos Dom Osvaldo Giuntini e Dom Gil Antônio Moreira no ginásio de esportes "Dr. Nicolino De Lucca" também na cidade paulista de Jundiaí.

Na Arquidiocese de São Paulo foi o bispo responsável pela Região Episcopal Santana.

No dia 14 de março de 2008, Dom Joaquim Justino Carreira recebeu o título de cidadão paulistano outorgado pela Câmara Municipal de São Paulo. O título foi iniciativa do vereador João Antonio e a cerimônia de entrega contou com a presença do prefeito municipal de São Paulo, Gilberto Kassab.

Aos 25 de junho de 2011 teve seu nome divulgado como membro da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da CNBB[1] .

No dia 23 de novembro de 2011 o Papa Bento XVI o nomeou para bispo da Diocese de Guarulhos.

Formação Eclesiástica[editar | editar código-fonte]

Graduado em Filosofia pela Faculdades Anchieta - São Paulo, Brasil

Graduado em Teologia pela Pontifícia Universidade Gregoriana - Roma, Itália – 1973 a 1976

Formação Pastoral Complementar pela Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção - São Paulo, Brasil

Mestrado em Matrimônio e Família pelo Pontifício Instituto para a Família da Pontifícia Universidade Lateranense – Roma, Itália – 2000 a 2002

Falecimento[editar | editar código-fonte]

Dom Joaquim afastou-se no final do ano de 2012 das suas atividades para tratar-se de um câncer no fígado.

Teve alta em fevereiro de 2013 e passou a fazer quimioterapia, até agosto do mesmo ano. No dia 24 de agosto foi para a Unidade de Terapia Intensiva do Hospital AC Camargo, devido a complicações indesejáveis advindas do tratamento quimioterápico.

Faleceu às 23h45 do dia 1 de setembro de 2013[2] .

Referências

  1. [1], Divulgados os nomes dos eleitos para as Comissões Episcopais Pastorais da CNBB, 25.06.2011
  2. Steiner, Leonardo Ulrich (2 de setembro de 2013). Nota de pesar pelo falecimento de dom Joaquim Justino Carreira. Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. Página visitada em 2 de setembro de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Episcopado (bispos, arcebispos, cardeais) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.