Jundiapeba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
SP-66, que no trecho em Jundiapeba recebe o nome de Avenida Lourenço de Sousa Franco.
Barragem de Taiaçupeba, entre Jundiapeba, Taiaçupeba e Suzano.

Jundiapeba é um distrito do município de Mogi das Cruzes no estado de São Paulo. O distrito tem cerca de 80.000 habitantes.[1]

Nos primeiros anos de existência o distrito era chamado de "Campos de Santo Ângelo". Na década de 40 seu nome foi modificado para "Jundiapeba" por causa dos rios "Jundiahy" e "Tayaçupeba". O Distrito é cortado pelo Rio Tietê, Rio Taiaçupeba (parte oeste) e pelo Rio Jundiaí (parte leste). Além disso, possui a barragem do rio Taiaçupeba.[2]

No distrito está localizada a Estação Jundiapeba da Linha 11 da CPTM. Sua principal praça fica próxima da estação de trem e se chama "Praça Veteranos de Guerra", e sua principal via é a avenida Lourenço de Sousa Franco que é parte da SP-66 e liga o distrito ao centro do município. Pelo distrito também é servido pela Rodovia Cândido do Rego Chaves (SP-39), mais conhecida como Estrada das Varinhas, que liga o distrito de Jundiapeba ao distrito de Quatinga, também em Mogi das Cruzes.

No distrito está localizado também o complexo hoteleiro de luxo Paradise Resort, que ocupa uma área de 1.200 m² e possui campo de Golfe, quadras de tênis, quadra poliesportiva, campo de futebol e outras formas de divertimento.[3]

Em Jundiapeba está ocorrendo uma explosão demográfica em razão de estarem surgindo nos últimos anos vários condomínios populares (CDHU).[4]

A principal rede varejista instalada em Jundiapeba é o Supermercado Veran, localizada na Rua Dolores de Aquino, porém, os moradores reivindicam que outa rede venha para o distrito para combater o abusivo monópolio do Veran e dar mais opções de escolha à população.[5]

Nova avenida[editar | editar código-fonte]

Uma nova avenida pretende ser construída para inteligar o distrito de Jundiapeba até o vizinho distrito de Brás Cubas, ela ligará a Avenida Guilherme Giorgi até a Via Perimetral (via axial que inteliga a Rodovia Ayrton Senna até o perímetro urbano de Mogi das Cruzes) e terá uma ponte sobre o rio taiaçupeba, desafogando o trânsito da Rodovia Henrique Eroles. A construção seria em setembro de 2008, mas a obra não foi inicializada, as obras (se concluídas) custarão cerca de 8 milhões de reais.[6] [7]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Mogi das Cruzes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.