KHTML

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde junho de 2010)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.

KHTML é o motor de renderização desenvolvido pelo projeto KDE, introduzido no KDE2 em 2000 para uso na nova versão do gerenciador de arquivos e navegador web Konqueror.

Escrito em C++ e licenciado sob a LGPL, suporta a maioria dos padrões relacionados a navegação Web, além de algumas funções extras existentes no Internet Explorer que estão fora das definições padrões HTML, numa tentativa de renderizar o máximo de páginas possíveis.

KHTML é rápido e tão eficiente quanto o Gecko, seu principal rival em Código Livre, usado nos navegadores SeaMonkey (antigo Mozilla) e Mozilla Firefox.

A engine foi adotada pela Apple em 2002 para ser usado no navegador Safari. Os projetos da Apple baseados no KHTML são conhecidos como WebCore e WebKit.

Conformidade com padrões[editar | editar código-fonte]

KHTML suporta os seguintes padrões:

Aplicativos baseados no KHTML[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]