Kid Ory

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Edward "Kid" Ory (La Place, Louisiana, 25 de Dezembro de 1886 - Honolulu, 23 de Janeiro de 1973), foi um trombonista de jazz norte-americano, e também líder de bandas.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Kid Ory começou a tocar com instrumentos, que ele próprio construía em criança e, já na sua juventude, liderou uma banda no sudeste da Louisiana. Até aos 21 anos, Ory manteve-se em La Place, devido a questões familiares, viajando depois para Nova Orleães, com a sua banda.

Na década de 1910, Kid Ory liderou uma das bandas mais conhecidas nesta época, contratando alguns dos melhores músicos, como o cornetista Joe "King" Oliver, Mutt Carey e Louis Armstrong; e clarinetistas como Johnny Dodds e Jimmie Noone.

Em 1919, muda-se para Los Angeles, tal como muitos outros músicos de Nova Orleães, gravando em 1922, com uma banda que incluía Mutt Carey, Dink Johnson (clarinete e piano) e Ed Garland (contrabaixo). Garland e Carey tocavam juntos há algum tempo e, no regresso de Ory, nos anos 40, voltaram a tocar com Kid Ory.

Em 1925, Ory viaja para Chicago, tendo sido uma das suas fases mais activas, tocando e gravando com Louis Armstrong, Jelly Roll Morton, "King" Oliver, Johnny Dodds entre outros..

Durante o período da Grande Depressão, Ory retirou-se da música em 1933, só voltando a tocar em 1943. De 1944 a 1961, liderou uma das bandas mais importantes do jazz de Nova Orleães. Para além de Mutt Carey e Ed Garland, juntaram-se à sua banda os trompetistas Alvin Alcorn e Teddy Buckner; os clarinetistas Darnell Howard, Jimmie Noone, Albert Nicholas, Barney Bigard e George Probert; os pianistas Buster Wilson e Don Ewell; e o baterista Minor Hall.

Á excepção de Probert, Buckner e Ewell, todos eram oriundos de Nova Orleães. A banda de Kid Ory teve uma importante influência no renascer do jazz de Nova Orleães, gravando, e fazendo algumas intervenções na rádio, como nos programas de Orson Welles (Orson Welles' Mercury Theatre broadcast), e num programa dedicado à história de jazz, patrocinada pela empresa Standard Oil

Da obra de Kid Ory, salientam-se as composições Muskrat Ramble, Ory's Creole Trombone, e Savoy Blues. Ory retirou-se da música em 1966, e passou os seus últimos anos no Havai.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.