Kuniaki Koiso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde fevereiro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Kuniaki Koiso
Kuniaki Koiso
Primeiro-ministro Flag of Japan.svg Japão
Período de governo 22 de julho de 1944

até 7 de abril de 1945

Antecessor(a) Hideki Tojo
Sucessor(a) Kantaro Suzuki
Vida
Nascimento 22 de Março de 1880
Morte 3 de Novembro de 1950 (70 anos)
linkWP:PPO#Japão

Kuniaki Koiso (22 de Março de 18803 de Novembro de 1950) foi um militar e político do Japão. Ocupou o lugar de primeiro-ministro do Japão de 22 de julho de 1944 a 7 de abril de 1945.

Militar de carreira, Koiso era um ardente partidário do Xintoísmo de Estado juntamente com Heisuke Yanagawa, que dirigiu a associação de ajuda do Governo Imperial. Restaurou os ritos sagrados antigos no rio Sukumo, perto de Hakone, o "Rito preliminar Misogi".

Após a Segunda Guerra Mundial, Koiso foi preso pelas potências de ocupação aliadas e julgado pelo Tribunal Penal Militar Internacional para o Extremo Oriente por crimes de guerra. Depois de uma condenação como criminoso de classe A, recebeu uma pena de prisão perpétua. O Tribunal citou especificamente o papel decisivo de Koiso no início das guerras contra a China e os aliados: "Além disso, apesar do facto de Kuniaki Koiso não ter sido diretamente responsável por crimes de guerra cometidos pelo exército japonês, não tomou nenhuma medida para os evitar nem castigar os perpetradores quando, como primeiro-ministro, estava em seu poder fazê-lo." Koiso morreu na prisão de Sugamo em 1950.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Hideki Tojo
Primeiro-ministro do Japão
1944 - 1945
Sucedido por
Kantaro Suzuki
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.