Língua bashkir

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bashkir
 (Башҡорт теле / Bašqort tele)
Outros nomes: baskir, basquírio
Falado em:  Rússia (esp. Basquíria)
 Uzbequistão
Cazaquistão
Total de falantes: menos de 1.000.000
Família: altaica
 turcomana
  quipchaque
   quipchaque-bolgárica
    Bashkir
Códigos de língua
ISO 639-1: ba
ISO 639-2: bak
ISO 639-3: bak

O bashkir, basquir[1] ou baquir[1] (Башҡорт теле, Bashqort tele) é um idioma túrquico, falado por pouco menos de um milhão de falantes, localizados em sua maioria na república russa da Basquíria, onde formam uma importante minoria. Números pouco significantes de falantes do idioma também vivem no Tartaristão, na Udmúrtia, e nos óblasts de Chelyabinsk, Orenburg, Sverdlovsk e Kurgan; grupos minoritários significantes também são encontrados no Cazaquistão e Uzbequistão.

História[editar | editar código-fonte]

Após a invasão dos mongóis, o quipchaque se tornou mais comum, pelo fato de ser a língua mais falada pela maioria das tribos da Horda Dourada.

O idioma bashkir moderno, como o seu semelhante, o tártaro, tem suas raízes no grupo quipchaque. Hoje em dia o idioma se dividiu em diversos dialetos, todos muito semelhantes ao tártaro - que era usado no passado, pelos bashkires, como língua escrita, até ser substituído pelo chagatai no século XV (ainda que alguns estudiosos afirmem que na realidade ela foi substituída por uma variante tártara do chagatai), em uso até 1923.

Alfabetos[editar | editar código-fonte]

Tanto o tártaro quanto o chagatai eram escritos numa variante do alfabeto árabe. Em 1923 um sistema de escrita foi criado especificamente para o bashkir. Ao mesmo tempo, um idioma literário foi criado para a língua, afastando-a das influências tártaras, tidas como "burguesas". No início, o sistema de escrita baseava-se no alfabeto árabe, porém em 1930 foi substituído por uma versão do alfabeto latino - que, por sua vez, foi substituída pelo alfabeto cirílico no inverno de 1938.

O alfabeto utilizado hoje em dia ainda é este último, com a adição das seguintes letras:Ә ә [æ], Ө ө [œ], Ү ү [y], Ғ ғ [ɣ], Ҡ ҡ [q], Ң ң [ŋ], Ҙ ҙ [ð], Ҫ ҫ [θ], Һ һ [h].

Alfabeto bashkir (Башҡорт әлифбаһы)
Аа (а) [a] Бб (бэ) [b] Вв (вэ) [v]
Гг (гэ) [g] Ғғ (ғы) [ɣ] Дд (дэ) [d]
Ҙҙ (ҙэ) [ð] Ее (йе) [e], [je] Ёё (йо) [jo]
Жж (жэ) [ʒ] Зз (зэ) [z] Ии (и) [i]
Йй (ҡыҫҡа и) [j] Кк (ка) [k] Ҡҡ (ҡы) [q]
Лл (эль) [l] Мм (эм) [m] Нн (эн) [n]
Ңң (эң) [ŋ] Оо (о) [o] Өө (ө) [ø]
Пп (пэ) [p] Рр (эр) [r] Сс (эс) [s]
Ҫҫ (ҫэ) [θ] Тт (тэ) [t] Уу (у) [u]
Үү (ү) [y] Фф (эф) [f] Хх (ха) [x]
Һһ (һа) [h] Цц (цэ) [ʦ] Чч (чэ) [ʧ]
Шш (ша) [ʃ] Щщ (ща) [ɕ] Ъъ (ҡатылыҡ билдәһе) [ʔ]
Ыы (ы) [ɯ] Ьь (йомшаҡлыҡ билдәһе) [ʲ] Ээ (э) [e]
Әә (ә) [æ] Юю (йу) [ju] Яя (йа) [ja]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]