Língua hindustâni

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Hindustani (हिन्दुस्तानी ہندوستانی)
Outros nomes: Hindustano, Hindi-Urdu
Falado em:  Índia
Paquistão
Total de falantes: 490 milhões de nativos[1]
Posição: 2
Família: Indo-europeia
 Indo-iraniana
  Indo-ariana
   Hindi
    Hindi Ocidental
     Hindustani
Escrita: devanágari
alfabeto árabe
Códigos de língua
ISO 639-1: hi, ur
ISO 639-2: hin, urd
ISO 639-3: urd hin, urd
Map-Hindustani World.png

O hindustâni ou hindustano (हिन्दुस्तानी ہندوستانی Hindustānī, AFI[hɪn̪d̪ʊst̪aːniː], literalmente "do Hindustão"[2] ) é uma língua do norte da Índia, a partir da qual os idiomas-padrão hindi e urdu se desenvolveram. Era entendido em boa parte do norte e do centro do subcontinente indiano e, hoje, constitui uma língua franca de uso oral e informal no norte da Índia e no Paquistão.[nota 1] [nota 2]

O termo urdu surgiu por volta de 1780.[3] Em 1796, John Borthwick Gilchrist publicou uma gramática da língua, que denominou "hindoostanee".[4] Durante o raj britânico, o termo "hindustani" era usado pelos oficiais britânicos, a partir de "hindustão", o antigo nome da região.[3]

Após a independência, o uso do termo foi reduzido, sendo largamente substituído por "hindi", "urdu" ou "hindi-urdu". Finalmente, com a partição da Índia, em 1947, as duas línguas, escritas com alfabetos distintos (o hindi, com o devanágari; o urdu, com uma variante do alfabeto árabe), passaram a ser consideradas como diferentes. Mais recentemente, o termo tem sido usado para a linguagem coloquial dos filmes de Bollywood, que são populares na Índia e no Paquistão e que não pode ser identificado especificamente como hindi ou urdu.

Ao contrário do hindi e do urdu, o hindustâni não segue regras fixas nacionalmente obrigatórias, não sendo, portanto, uma língua padrão. Em outras palavras, o hindi e o urdu são registros padronizados do hindustâni que possuem uma gramática praticamente idêntica entre si e compartilham um vocabulário básico.

Em 2006, havia 490 milhões de falantes de hindustâni,[1] fazendo desta a segunda ou terceira língua mais falada no mundo, depois do mandarim e, possivelmente, do inglês.[5]

Notas

  1. ... Hindustani is the lingua franca of both India and Pakistan ...[6]
  2. ... By the time of British colonialism, Hindustani was the lingua franca of all of northern India and what is today Pakistan ...[7]

Referências

  1. a b A Guide to Urdu (em inglês) BBC. Visitado em 11 de janeiro de 2013.
  2. About Hindi-Urdu (em inglês) Universidade Estadual da Carolina do Norte. Visitado em 9 de agosto de 2009.
  3. a b Faruqi 2003, p. 806
  4. Gilchrist 1796
  5. The World's Most Widely Spoken Languages (em inglês) Ignatius. Visitado em 11 de janeiro de 2013.
  6. Siddiqi 1994
  7. Pulsipher 2005

Bibliografia[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.