Lamar Odom

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lamar Odom
OdomWizards.jpg
Informações pessoais
Nome completo Lamar Joshep Odom
Data de nasc. 6 de Novembro de 1979 (34 anos)
Local de nasc. Nova Iorque,  Estados Unidos
Altura 2,08 m
Peso 104 kg
Apelido The Goods
Stardom
Odometer
Odominator
Informações no clube
Clube atual Los Angeles Clippers
Número 7
Posição Ala
Clubes profissionais
Ano Clubes Partidas (pontos)
1999-2003
2003-2004
2004-2011
2011-2012
2012-Presente
Los Angeles Clippers
Miami Heat
Los Angeles Lakers
Dallas Mavericks
Los Angeles Clippers
230(3656)
80(1371)
277(4145) - Até 2008

Lamar Joseph Odom (Nova Iorque, 6 de Novembro de 1979) é um jogador profissional de basquete. Atualmente é ala/pivó ou poste (Power Forward) nos Los Angeles Clippers, da NBA. A sua versatilidade permite-lhe atuar em praticamente todas as posições, sendo considerado por muitos um Ala-Armador.

Em 1997, Odom foi o primeiro colocado no Ranking das High School dos Estados Unidos, e conseguiu uma boa reputação entre os olheiros por seu excelente controle de bola e habilidade no passe, fato raro para um jogador de 2m08. Odom é também um dos poucos jogadores que podem jogar nas 5 posições da NBA. Pode conduzir a bola por toda a quadra, como um armador principal, arremessar de longa distância, como um armador arremessador, jogar do perímetro e arremessar da linha dos três pontos, como um ala e atuar dentro do garrafão, lutar por rebotes e dar enterradas, como um pivô. Analistas o consideram o "Quase Triplo Duplo", pois frequentemente ele deixar de conseguir a marca de dígitos duplos em três fundamentos (pontos, rebotes, assistências, por exemplo), por apenas uma assistência ou rebote.

Carreira Antes da NBA[editar | editar código-fonte]

High school[editar | editar código-fonte]

Como sophomore Odom jogou pela Christ The King High em Nova Iorque. Como sênior, Odom atuou pela Redemption Christian Academy, também em Nova Iorque. Quando a temporada de basquete terminou na Redemption Christian, Odom se tranferiu mais uma vez, para St. Thomas Aquinas Prep, em Connecticut. Odom foi nomeado o Jogador do Ano pela Parade Magazine, em 1997. Também foi nomeado pelo USA Today, membro do primeiro time de jogadores americanos, como sênior.

Universidade[editar | editar código-fonte]

Em 1997, Odom frequentava a UNLV, aonde cursava as aulas no verão. Após um escândalo acadêmico, uma comissão da NCAA descobriu que Odom recebia pagamentos de US$ 5.600,00 do agente David Chapman.[1] O técnico Bill Bayno foi demitido e a UNLV foi afastada das competições por quatro anos. Odom se transferiu para Rhode Island, mas não pode atuar na temporada 1997-98.

Odom jogou uma temporada pela Universidade de Rhode Island, na Conferência Atlantic 10, onde conseguiu médias de 17.6 pontos por jogou e liderou os Rams ao título da conferência em 1999. Sua cesta de três pontos contra a Universidade de Temple, no último segundo de jogo, deu aos Rams o seu primeiro título no torneio A-10.

Odom na NBA[editar | editar código-fonte]

Los Angeles Clippers[editar | editar código-fonte]

Odom se candidatou ao Draft de 1999 da NBA após sua participação pela Universidade de Rhode Island, em 1999. O Ala de 2m08 foi selecionado pelo Los Angeles Clippers com a quarta escolha geral. Em sua temporada como novato, Odom teve médias de 16.6 pontos, 7.8 rebotes, e 4.2 assistências por partida e foi membro do time de novatos de 2000.

Odom foi envolvido em uma confusão em Novembro de 2001, quando foi suspenso por violar as regras anti-drogas da NBA pela segunda vez em oito meses. O mais provável é que Odom tenha sido suspenso pelo uso de maconha.

Miami Heat[editar | editar código-fonte]

Odom teve uma temporada notável com o Miami Heat, na qual eles conseguiram a classificação para os Playoffs após uma temporada decepcionante ao lado do novato Dwyane Wade. Os números conseguidos por Odom foram bastante sólidos, se comparados com a sua temporada com o Los Angeles Clippers, no ano anterior. Ao final da temporada, Odom foi parte de uma troca com o Los Angeles Lakers, que envolveu também Caron Butler e Brian Grant. Os três jogadores foram para o time da Califórnia, em troca do pivô Shaquille O'Neal.

Los Angeles Lakers[editar | editar código-fonte]

Em sua primeira temporada com o Los Angeles Lakers, Odom e a super-estrela Kobe Bryant não conseguiram o entrosamento esperado pelos analistas. O Lakers acabou não se classificando para os playoffs, apenas pela quarta vez na história da franquia.

Desapontados pela não classificação para os playoffs, o Los Angeles Lakers contratou novamente o técnico Phil Jackson, na esperança que ele pudesse transformar Odom em um jogador parecido com Scottie Pippen - um tipo de jogador que pode executar bem o triângulo ofensivo atuando como um ala-armador, o que significa que um ala pode conduzir bem a bola e trazê-la bem para o ataque, como Scottie Pippen costumava fazer. Na primeira metade da temporada 2005-06, Odom mostrou um basquete bastante irregular. No entanto, com o Los Angeles progredindo rumo aos playoffs, Odom jogou muito bem, conseguindo dois triplo-duplos consecutivos - pela primeira vez como jogador do Lakers - contra o Golden State Warriors e o Portland Trail Blazers.

New York Knicks[editar | editar código-fonte]

No dia 16 de abril de 2013, Odom assinou um contrato de anos com o New York Knicks.

Seleção Nacional[editar | editar código-fonte]

Odom participou das Olimpíadas de 2004 na, Grécia pela seleção dos Estados Unidos, e conseguiu médias de 5.8 pontos por partida. A equipe terminou a competição em terceiro lugar e ficou com a medalha de bronze.

Odom foi convocado para jogar o Campeonato Mundial da FIBA em 2006 e 2007, mas não participou do torneio devido à morte de seu filho.

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

Em 29 de Junho de 2006, Jayden, filho de Lamar , faleceu com apenas 6 meses e meio de vida. A causa da morte foi um sufocamento, que ocorreu enquanto Jayden dormia em seu berço. A morte de seu filho aconteceu na mesma data em que a avó de Lamar havia falecido. Lamar tem uma tatuagem de Jayden no lado esquerdo do peito.[2]

Em Setembro de 2009, foi noticiado que Odom estava se relacionando com uma participante de um famoso reality-show, Khloé Kardashian. Lamar e Khloé se casaram no dia 27 de Setembro de 2009.[3]

Em agosto de 2013, foi noticiado que Lamar estava tendo problema no casamento com Khloé, porque está usando drogas. Na matéria, foi dito que no ano passado o vício piorou e Lamar foi para uma clinica de reabilitação em San Diego.Após 3 semanas, ele saiu da clinica, e conseguiu ficar sem usar drogas e jogar a temporada da NBA com o Clippers, mas quando a temporada acabou ele voltou a usar drogas. A família de Khloé, fez uma intervenção, mas não teve sucesso e Lamar saiu de casa.[4]

Lamar foi detido na madrugada do dia 29 de agosto de 2013, por dirigir em estado de embriaguez. Ele foi solto, após pagar uma fiança de US$ 15 mil.[5]

No mês de dezembro de 2013, a mulher de Lamar, Khloé pediu o divórcio.[6]

Notas[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Lamar Odom