LeBron James

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
LeBron James
LeBron James 2011-03-30 brightened.jpg
Informações pessoais
Nome completo LeBron Raymone James
Data de nasc. 30 de dezembro de 1984 (29 anos)
Local de nasc. Akron, Ohio,  Estados Unidos
Altura 2,03 m (6 ft 8 in)
Peso 113,4 kg (250 lb)
Apelido King James
Informações no clube
Clube atual Estados Unidos Cleveland Cavaliers
Número 23
Posição Ala
Clubes profissionais
Ano Clubes Partidas (pontos)
2003 - 2010
2010 - 2014
2014 - presente
Estados Unidos Cleveland Cavaliers
Estados Unidos Miami Heat
Estados Unidos Cleveland Cavaliers
000547 (15.251)
000295 (7.919)
000007 (190)
000849 (23.360)
Seleção nacional
2004- presente Estados Unidos Estados Unidos
Medalhas
Jogos Olímpicos
Ouro Londres 2012 Equipe
Ouro Pequim 2008 Equipe
Bronze Atenas 2004 Equipe
Campeonato Mundial
Bronze Japão 2006 Equipe
Copa América de Basquetebol Masculino
Ouro Las Vegas 2007 Equipe

LeBron Raymone James (Akron, 30 de dezembro de 1984) é um jogador de basquete norte-americano que joga pelo Cleveland Cavaliers da NBA. Foi campeão das temporadas 2011-12 e 2012-13, MVP das Finais em 2012 e 2013, quatro vezes nomeado o Jogador mais Valioso (MVP) nas temporadas de 2008-09, 2009-10, 2011-12 e 2012-13 e ainda foi considerado o Novato do Ano em 2003. Foi chamado 10 vezes para o NBA All-Star Game, e eleito 10 vezes para o All-NBA Team e 6 vezes para o NBA All-Defensive Team.

Apelidado de "King James", James teve uma carreira muito boa em St. Vincent - St. Mary, escola de sua cidade natal, Akron, Ohio. Ganhou três "Sr. Basquetebol de Ohio", que o promoveu altamente na mídia nacional como um superstar da NBA futuro. Foi selecionado como a primeira escolha geral do Draft de 2003 da NBA pelo time de sua cidade natal, o Cleveland Cavaliers.

Em 2010, deixou os Cavaliers e foi para o Miami Heat em um período altamente divulgado por ser um agente livre. Em 2012, liderou o Miami para o seu segundo título da NBA e primeiro de sua carreira. Sua lista de conquistas e liderança durante o campeonato de 2012, levaram os analistas de basquete e muitos especialistas e escritores a considerarem James o melhor jogador da NBA de hoje.[1] Fora da quadra, James acumulou considerável riqueza e fama, como resultado de contratos. Mostrou uma paixão pelo entretenimento, tendo sido destaque em livros, documentários e comerciais de televisão, recebendo os Prémios ESPY Awards e Saturday Night Live.

Infância e Juventude[editar | editar código-fonte]

Sua mãe, Gloria James, tinha apenas 16 anos quando deu à luz a LeBron em 30 de dezembro de 1984, em Akron, Ohio.[2] Seu pai não tinha qualquer interesse em cuidar de seu bebê recém-nascido. Abandonando a pequena família sem ter qualquer responsabilidade. A vida era difícil para a jovem mãe que teve de cuidar de LeBron totalmente sozinha. Gloria tentou trabalhar onde foi oferecido um emprego, mas geralmente os postos de trabalho não durariam muito e sua única solução foi passar de um emprego para outro.

A jovem mãe e seu filho tiveram residência na maioria das vezes em Akron, sul de Cleveland, mesmo tendo morado em apartamentos em outros locais. Mesmo com a vida dura, ela conseguiu manter seu filho fora da violência das ruas. Em uma idade muito precoce, ela lhe deu uma bola, que o mantinha ocupado por horas todos os dias durante a semana. O menino mostrou muito interesse pela bola de basquete.

A vida escolar não foi muito fácil para LeBron. Ele estava envergonhado de sua vida pobre e era tímido. Ele não tinha muitos amigos e tinha pouco tempo para estudar. Mas, quando se tratava de esportes, não houve muitos que poderiam vence-lo, se transformando em um excelente atleta. Jogando basquete era sempre muito sereno com sua equipe. Ele era excelente em arremessar a bola para a cesta e tinha muita rapidez e força.

Recebeu três vezes o título "Ohio Mr. Basketball" de Ohio no high school, e foi altamente promovido na mídia nacional como um superstar da NBA futuro, enquanto estudante do St. Vincent - St. Mary High School.

Carreira na NBA[editar | editar código-fonte]

Cleveland Cavaliers (2003-2010)[editar | editar código-fonte]

Temporada 2003-2004[editar | editar código-fonte]

James foi selecionado pelo Cleveland Cavaliers como parte do NBA draft 2003 e assinou um contrato de US$ 90 milhões, em uma parceria com a Nike antes da sua estreia na NBA. Em seu primeiro jogo como profissional, James marcou 25 pontos, 9 assistências, 6 rebotes e 4 roubos de bola, acertando um total de 60 por cento dos arremessos tentados. No final da temporada em um jogo contra o New Jersey Nets, James marcou 41 pontos, tornando-se aos 19 anos o jogador mais jovem na história da liga a marcar pelo menos 40 pontos em um jogo.[3]

James acabou por ser nomeado o 2003-04 Rookie do Ano da NBA , terminando com médias de 20,9 pontos, 5,9 assistências e 5,5 rebotes por jogo.[4] Ele também se tornou o primeiro Cavaliers a receber a homenagem e se juntou a Oscar Robertson e Michael Jordan como os únicos jogadores na história da NBA com médias de pelo menos 20 pontos, 5 rebotes e 5 assistências por jogo em sua temporada de estréia. (Tyreke Evans, também se juntou a este grupo). Apesar da grande contribuição de James e com uma melhoria de 18 jogos sobre a temporada anterior, Cleveland não conseguiu se classificar para os playoffs.[5]

Temporada 2004-2005[editar | editar código-fonte]

Os Cavaliers começaram bem a temporada 2004-05, entrando no intervalo do All-Star Game com 30 vitórias e 20 derrotas.[6] Durante esse tempo, James estabeleceu-se como líder da equipe com uma série de performances notáveis. Em 19 de janeiro, ele marcou seu primeiro triplo-duplo, tornando-se o jogador mais jovem na história da liga a fazê-lo.[7] Com seu jogo forte ele ganhou seu primeiro NBA All-Star Game, marcando 13 pontos, 8 rebotes e 6 assistências na vitória da Conferência Leste. Em 20 de março, James marcou 56 pontos contra o Toronto Raptors, a melhor marca da carreira de James atuando em Cleveland.

Com médias de 27,2 pontos, 7,4 rebotes, 7,2 assistências e 2,2 roubos de bola por jogo ao final da temporada e aos 20 anos de idade, se tornou o jogador mais jovem na história da liga a ser nomeado para uma equipe All-NBA, sendo eleito para a segunda equipe All-NBA. Apesar do forte início, Cleveland novamente não conseguiu chegar aos playoffs, terminando o ano com um recorde de 42-40.[8]

Temporada 2005-2006[editar | editar código-fonte]

James na linha do lance livre em abril de 2007

Na temporada 2005-06, James estabeleceu-se como um dos jogadores de elite da NBA. No All-Star Game, ele levou a Conferência Leste a vitória, marcando 29 pontos e 6 rebotes, sendo coroado MVP do All-Star Game e se tornando o mais jovem vencedor do prêmio, aos 21 anos e 51 dias.[9] Ao longo do ano James fez marcas históricas, incluindo nove jogos seguidos com 35 pontos ou mais, tornando-se apenas o terceiro jogador desde que Michael Jordan e Kobe Bryant a fazê-lo.[10] James terminou a temporada com médias de 31,4 pontos, 7,0 rebotes e 6,6 assistências por jogo, tornando-se o jogador mais jovem na história da NBA com médias de pelo menos 30 pontos por jogo e o quarto jogador na história da liga com média de mais de 30 pontos, 7 rebotes e 6 assistências por jogo em uma única temporada. Ao final da temporada foi considerado um forte candidato ao prêmio de Jogador Mais Valioso da NBA, mas acabou terminando em segundo lugar na votação, perdendo para Steve Nash, no entanto, ele foi premiado com o co-MVP honras, pelo The Sporting News.[11]

Sob a liderança de James, os Cavaliers se classificaram para os playoffs pela primeira vez desde 1998.[12] Em sua estréia nos playoffs, marcou um triplo-duplo com 32 pontos, 11 rebotes e 11 assistências contra o Washington Wizards.[13] James, Johnny McCarthy e Magic Johnson são os únicos jogadores na história da NBA a registrar um triplo-duplo em sua estréia nos playoffs. Para a série, James teve médias de 35,7 pontos por jogo e o Cleveland derrotou o Washington Wizards por 4-2. Na rodada seguinte, os Cavaliers foram derrotados pelos que viriam a ser campeões da conferência leste, o Detroit Pistons. Suas médias finais foram de 30,8 pontos, 8,1 rebotes e 5,8 assistências por jogo. Após as eliminatórias, James e os Cavaliers negociaram uma extensão de contrato de três anos com uma opção do jogador para um quarto ano.[14] O contrato foi de $60 milhões e começou no início da temporada 2007-08. Apesar de receber menos dinheiro do que poderia ganhar, o contrato lhe permitiu a opção de ser um agente livre após a temporada de 2010.[15]

Temporada 2006-2007[editar | editar código-fonte]

James foi eleito pelo terceiro ano consecutivo All-Star Game na temporada 2006-07. No ano, teve médias de 27,3 pontos, 6,7 rebotes, 6,0 assistências e 1,6 roubos de bola por jogo, juntando-se a Robertson como um dos dois jogadores na história da NBA a ter médias de pelo menos 27 pontos, 6 rebotes e 6 assistências por jogo durante três anos consecutivos.[16] Os Cavaliers novamente terminaram o ano com 50 vitórias e entraram nos playoffs como segundo na Conferência Leste.[17]

James e Stevenson

Na primeira rodada, Cleveland derrotou os Wizards, varrendo-os em quatro jogos. Na série, James teve médias de 27,8 pontos, 7,5 assistências e 8,5 rebotes por jogo. Na segunda rodada, James teve médias de 25,0 pontos, 7,2 rebotes e 8,6 assistências por jogo, levando o Cavaliers a final da Conferência. Nas finais da Conferência Leste, Cleveland enfrentou os Pistons em uma revanche do ano anterior. Começaram perdendo os 2 primeiros jogos, mas acabaram vencendo os dois jogos seguintes, empatando a série em 2-2. No jogo 5, James teve uma das maiores performances da história da liga em playoffs. Conseguiu um recorde da franquia ao marcar 48 pontos, tendo 54,5 por cento de aproveitamento dos arremessos de quadra, além de 9 rebotes e 7 assistências. James marcou 29 dos últimos 30 pontos da equipe, incluindo a cesta da vitória a dois segundos do fim. Cleveland venceu a série, mas fraquejou nas finais contra o San Antonio Spurs, perdendo em quatro jogos. Na pós-temporada, James teve média de 25,1 pontos, 8,0 assistências e 8,1 rebotes por jogo, embora nas finais suas médias tenham caído para 22,0 pontos, 7,0 rebotes e 6,8 assistências por jogo.

Temporada 2007-2008[editar | editar código-fonte]

James continuou seu jogo dominante na temporada 2007-08, ganhando pelo quarto ano consecutivo o All-Star Game e sendo considerado o NBA All-Star Game MVP, marcando 27 pontos, 8 rebotes e 9 Assistências.[18] Ao longo do ano estabeleceu vários recordes na liga. Em 19 de fevereiro, em um jogo contra o Houston Rockets, marcou seu quinto triplo-duplo da temporada, tornando-se o terceiro jogador mais jovem na história da liga a ter 15 triplos-duplos, atrás de Oscar Robertson e Magic Johnson.[19]

James terminou o ano com sete triplos-duplos, quebrando seu recorde pessoal e da equipe em triplos-duplos em uma temporada. Em 27 de fevereiro, se tornou o mais jovem jogador a marcar 10.000 pontos em sua carreira, aos 23 anos e 59 dias, em um jogo contra o Boston Celtics.[20] Além disso, só levou 368 jogos para chegar a esse marco, o mais rápido na história da liga. Em 5 de março, marcou 50 pontos, 8 rebotes e 10 assistências contra o New York Knicks, tornando-se apenas o terceiro jogador desde a fusão ABA-NBA a fazer um jogo com 50 pontos, 10 assistência. Em 21 de março passou Brad Daugherty como o melhor pontuador dos Cavaliers em todos os tempos, em um jogo contra o Toronto Raptors, fazendo tal façanha com mais de 100 jogos a menos do que Daugherty.[21]

Apesar das realizações individuais de James, o Cleveland registrou uma marca inferior ao ano anterior, com 45-37. Nos playoffs os Cavaliers foram pareados com o Wizards na primeira rodada, pelo terceiro ano consecutivo. Na série, Cleveland derrotou os Wizards em seis jogos. Na rodada seguinte foi eliminado em sete jogos pelo eventual campeão de 2008 da NBA, os Celtics. Durante o sétimo e decisivo jogo em Boston, James marcou 45 pontos, mas os Cavaliers não conseguiram superar explosão de Paul Pierce, que marcou 41 pontos.

James em Abril de 2009.

Temporada 2008-2009[editar | editar código-fonte]

Na temporada 2008-09, James estabeleceu-se como um dos melhores jogadores defensivos da NBA. Terminando o ano como segundo Jogador Defensivo, sendo escolhido para sua primeira equipe All-Defensive.[22]
[23] Seu jogo all-around foi forte como nunca, melhorou o seu tiro livre, acertando 78 por cento. Foi nomeado Jogador do Mês por quatro vezes, tornando-se o segundo jogador na história da liga depois de Kevin Garnett a fazê-lo. Também se tornou o quarto jogador na história da NBA a liderar sua equipe em todas as cinco principais categorias de estatísticas (total de pontos, rebotes, assistências, roubos de bola e tocos) em uma temporada. Por trás do seu jogo e da aquisição do All-Star Mo Williams, os Cavaliers conseguiram um recorde para a franquia 66-16. James obteve médias de 28,4 pontos, 7,6 rebotes, 7,2 assistências, 1,7 roubos de bola, e 1,2 tocos por jogo, obtendo como resultado o seu primeiro prêmio de MVP.[24] [25] [26]

Nos playoffs, Cleveland varreu os Pistons na primeira rodada. No final do jogo 4, uma multidão começou um canto de MVP para James, que marcou 36 pontos, 13 rebotes e 8 assistências naquela noite.[27] No total, teve médias de 32,0 pontos, 11,3 rebotes e 7,5 assistências na série, se tornando o terceiro jogador na história da NBA com médias de pelo menos 30 pontos, 10 rebotes e 7 assistências em uma série de pós-temporada. Na rodada seguinte, os Cavaliers varreu o Atlanta Hawks.

Cleveland entrou nas finais da conferência como os favoritos contra o Orlando Magic, mas acabou perdendo o jogo 1 em casa, apesar de um dos maiores jogos de James, onde ele marcou 49 pontos com 66 por cento de acerto nos arremessos de quadra. No jogo 2, James teve um memorável jogo, empatando a série em 1-1. Os Cavaliers perderam os dois jogos seguintes em Orlando, antes de voltarem para casa. Venceram o jogo 5, forçando a série a voltar para Orlando, mas foram eliminados no jogo 6.

James na linha de lance livre contra o Atlanta Hawks em abril de 2010.

Temporada 2009-2010[editar | editar código-fonte]

Para lidar com a falta de uma presença no interior do garrafão, os Cavaliers contrataram o pivô Shaquille O'Neal antes da temporada 2009-10.[28] Para dar mais ajuda de pontuação a James, Cleveland também contratou o All-Star Antawn Jamison. Os Cavaliers pareciam preparados para o campeonato, terminando a temporada regular com o melhor recorde da liga pelo segundo ano consecutivo. Ao longo do caminho, James se tornou o primeiro jogador a ganhar pelo menos 2,5 milhões de votos para o NBA All-Star Game, onde foi selecionado pelo sexto ano consecutivo. Em uma derrota no meio da temporada para o Denver Nuggets, James marcou 43 pontos, 13 rebotes, 15 assistências, dois roubos de bola, e quatro tocos, tornando-se o primeiro jogador a ter pelo menos 40 pontos, 15 assistências e 13 rebotes em um jogo desde Robertson, que o fez em 13 de fevereiro de 1962. Em 13 de março, se tornou o jogador mais jovem na história da liga a marcar 15.000 pontos na temporada regular, durante a vitória por 92-85 sobre o Chicago Bulls. Ao final da temporada foi nomeado MVP da NBA pelo segundo ano consecutivo.[29]

Nos playoffs, os Cavaliers bateram o Chicago Bulls na primeira rodada, mas cairam para os Celtics na segunda rodada.[30] James foi duramente criticado por não jogar bem, especialmente no jogo 5 da série quando acertou apenas 20 por cento dos 14 arremessos tentados, marcando apenas 15 pontos.[31] No final do jogo, saiu da quadra vaiado pela torcida de Cleveland, após o time ter sofrido sua pior perda em playoffs. Os Cavaliers foram oficialmente eliminados no jogo 6, com James marcando 27 pontos, 19 rebotes e 10 assistências, mas com apenas 38 por cento dos arremessos de quadra. O jogo acabou sendo sua última partida com a camisa dos Cavaliers.

James em dezembro de 2010 com a camisa do Miami Heat.

2010 - Agente Livre[editar | editar código-fonte]

James tornou-se um agente livre irrestrito em 1 de julho de 2010. Durante esse período, foi cortejado por várias equipes, incluindo Chicago Bulls, Los Angeles Clippers, Miami Heat, New York Knicks, New Jersey Nets, e o Cleveland Cavaliers.[32] Em 8 de julho, anunciou em um especial ao vivo da ESPN intitulado "A decisão" que iria assinar contrato com o Miami Heat. A cerimônia, transmitida a partir das Boys & Girls Club de Greenwich, Connecticut, levantou $2,5 milhões para a caridade e um adicional de $3,5 milhões de receita publicitária, que foi doada a outras várias instituições de caridade. Poucos dias antes do especial, os agentes livres Chris Bosh e Dwayne Wade anunciaram que também se juntariam ao Miami, formando um núcleo potente para construir plantel forte ao redor. James decidiu juntar-se com Bosh e Wade,[33] para que pudesse assumir menos carga ofensivamente, pensando que seus companheiros de equipe lhe dariam uma chance melhor de ganhar um campeonato. O presidente do Miami Heat, Pat Riley, desempenhou um papel importante na vinda de James, com a ideia de jogar com Bosh e Wade.[34]

James atraiu críticas de vários analistas, executivos, fãs e jogadores atuais e antigos ao deixar os Cavaliers. A decisão em si também foi examinada e vista como desnecessária. Ao saber que James não voltaria para Cleveland, o proprietário dos Cavaliers, Dan Gilbert publicou uma carta aos fãs na qual criticou agressivamente as ações de James, chamando-o de "Covarde e desleal".[35] Alguns fãs da equipe ficaram tão zangados com James que gravaram vídeos de si mesmos queimando suas camisas. Ex-jogadores da NBA, incluindo Michael Jordan e Magic Johnson também criticaram James, condenando-o por se juntar a Wade e Bosh em Miami e não tentar ganhar um campeonato como "o cara". Imediatamente após a decisão, James afirmou que não havia nada que mudaria sobre o manuseio de seu livre-arbítrio, apesar de todas as críticas.[36]

Desde então, ele expressou remorso por suas ações. Durante a temporada 2010-11, disse: "Provavelmente o faria um pouco diferente... Mas, eu estou feliz com a minha decisão." Ele se recusou a ser mais específico. James cedeu sobre o especial antes da temporada 2011-12: "... se o sapato foi no outro pé e eu era um fã, e eu estava muito apaixonado por um jogador, e ele decidiu sair, eu ficaria chateado também sobre a maneira como ele lidou com isso."[37]

Miami Heat (2010 - 2014)[editar | editar código-fonte]

Temporada 2010-2011[editar | editar código-fonte]

James em março de 2011.

James tornou-se oficialmente um membro do Miami Heat em 9 de julho, assinando um contrato de seis anos com a equipe. Com a mudança, se tornou apenas o terceiro MVP reinante a mudar de equipe, e o primeiro desde Moses Malone em 1982. Embora seu contrato lhe permiti-se ganhar o salário máximo sob o acordo coletivo de trabalho, recebeu menos dinheiro, para que Miami fosse capaz de suportar Bosh e Wade, bem como o restante do plantel. Naquela noite, o Heat deu uma festa de boas-vindas para o seu novo "Grande Trio" na American Airlines Arena, um evento que teve uma atmosfera de concerto de rock. Durante o encontro, James previu uma dinastia para o Heat e aludiu a múltipla de campeonatos. Fora de Miami, o espetáculo não foi bem recebido, promovendo a percepção pública negativa de James. Ao longo da temporada 2010-11, James abraçou o papel de vilão que a mídia lhe concedeu. Ele disse mais tarde que a negatividade em torno dele, como resultado de suas ações durante o período de agente livre: "Basicamente me transformou em alguém que eu não era ... Você começa a ouvir 'o vilão', agora você tem que ser o vilão, você sabe, e eu comecei a comprar para ele. comecei a jogar o jogo de basquete em um nível, ou em um estado de espírito que eu nunca tinha jogado antes ... em significado, irritado. E isso é mental. Essa não é a maneira que eu jogo o jogo de basquete."[38]

Apesar da mudança, ele continuou a se apresentar no seu padrão habitual. Conduzindo a bola na maioria dos jogos, seu desempenho provocou debate na mídia sobre se ele estava se tornando "armador" na equipe. Conseguiu um triplo-duplo de 20 pontos, 11 rebotes e 14 assistências na derrota para o Utah Jazz, seu primeiro triplo-duplo no Heat. Em 2 de dezembro, retornou a Cleveland pela primeira vez, levando o Miami a uma vitória, sendo vaiado cada vez que tocava na bola. Na vitória, ele marcou 38 pontos. Em sua visita a Nova York, depois de rejeitar propostas quando era agente livre, teve o seu segundo triplo-duplo do ano com 32 pontos, 11 rebotes e 10 assistências na vitória do Miami sobre os Knicks. No que foi seu melhor desempenho da temporada, marcou 51 pontos, 11 rebotes e 8 assistências contra Orlando, em 03 de fevereiro, marcando 23 pontos no primeiro quarto. James terminou a temporada em segundo lugar no campeonato de pontuação, com médias de 26,7 pontos por jogo. Wade também terminou o ano como um dos melhores pontuadores da liga e, juntos, combinaram para 4.052 pontos, a maior marca da história de uma dupla do Heat.[39]

Nos playoffs, após se classificarem como segundo na Conferência Leste, o Miami enfrentou o Philadelphia 76ers na primeira rodada, vencendo e dando a James uma revanche contra os Celtics na segunda rodada. Através de grandes jogos de James e Wade, o Heat derrotou Boston em cinco jogos. Na final da Conferência, Miami enfrentou o Chicago Bulls, primeiro colocado da conferência leste e dono do MVP da temporada, Derrick Rose. O Heat voltou a vencer em cinco jogos, com James liderando a equipe. Nas finais o Miami tropeçou contra o Dallas Mavericks, perdendo em seis jogos, apesar de ter tido uma vantagem de 2-1 na série. James recebeu o peso das críticas pela perda, com médias de apenas 3 pontos no quarto período da série. Sua baixa média de pontuação, 17,8 pontos por jogo, significou uma queda de 8,9 pontos da temporada regular.[40] Ele também contribuiu com 6,8 assistências e 7,1 rebotes por jogo, com médias de 23,6 pontos, 8,3 rebotes e 5,8 assistências por jogo na pós-temporada, como um todo.

Temporada 2011-2012[editar | editar código-fonte]

James comemorando seu primeiro título da NBA.

James começou a temporada com um comportamento muito diferente. É certo que humilhado pela perda de Miami a Dallas, ele passou a pós-temporada tentando melhorar a si mesmo como pessoa e como jogador de basquete. O Heat abriu o ano com uma forte campanha, terminando janeiro, com um recorde de 16-5, empatando seu melhor início de temporada na história da liga. Durante esse período, James teve médias de 29,2 pontos, 8,3 rebotes, 7,1 assistências, 1,8 roubos de bola e 37,4 minutos, além de 55,1 por cento nos arremessos de dois pontos e 40,6 por cento nos arremessos de três pontos. No All-Star Game 2012, junto com Kevin Durant, marcou 36 pontos e empatou o recorde de cestas de três pontos em um jogo de All-Star Game, 6 cestas.[41] No final da temporada, James foi nomeado MVP da liga pela terceira vez, terminando com médias de 27,1 pontos, 7,9 rebotes, 6,2 assistências e 1,9 roubos de bola por jogo, além de 53 por cento dos arremessos de quadra.[42] O Heat entrou nos playoffs com a segunda melhor campanha do Leste. Miami enfrentou os Knicks na primeira rodada, vencendo a série por 4-1. Na segunda rodada, o Heat chegou a estar perdendo a série por 2-1 para o Indiana Pacers. No jogo 4 da série, James obteve uma das melhores performances de sua carreira, marcando 40 pontos, 18 rebotes e 9 assistências em uma grande vitória fora de casa, tornando-se apenas o segundo jogador na história da NBA (além de Elgin Baylor em 1961) a fazer tal feito.[43] Miami acabou vencendo a série em seis jogos. Na final da Conferência, o Heat voltou a enfrentar os Celtics. A beira da eliminação, após estar perdendo a série por 3-2 e jogando fora de casa, James levou Miami a vitória ao marcar 45 pontos no jogo 6, acertando 19 das 26 tentativas de arremesso. Ele também contribuiu com 15 rebotes e 5 assistências, tornando-se o segundo jogador na história da liga a fazê-lo, além de Wilt Chamberlain contra o St. Louis Hawks, em 1964. O Heat venceu o jogo 7, avançando as finais da NBA pelo segundo ano consecutivo.

Nas finais, o Heat enfrentou o Oklahoma City Thunder, liderado pelas jovens estrelas Kevin Durant, Russell Westbrook e James Harden. Apesar de abrir 13 pontos de vantagem na primeira metade do jogo 1, o Miami perdeu o primeiro jogo da série. No jogo 2, o Heat novamente construiu uma vantagem de dois dígitos, desta vez segurando-a e vencendo a partida, para empatar a série em 1-1. De volta a Miami, o Heat venceu o Jogo 3, tomando a dianteira da série, 2-1. O jogo 4 provou ser uma experiência memorável para James. Com cinco minutos restantes para o final do jogo, James começou a ter cãibras nas pernas, ao ponto de leva-lo ao chão. James voltou logo depois e acertou uma cesta de três pontos, faltando 2 min 51 segundos no relógio, para dar a Miami uma vantagem de três pontos, mantendo a dianteira até o fim do jogo e abrindo 3-1 na série. No jogo 5, James marcou um triplo-duplo com 26 pontos, 11 rebotes e 13 assistências, ajudando o Miami a derrotar o Thunder. James foi unanimemente eleito MVP das finais com médias de 28,6 pontos, 10,2 rebotes e 7,4 assistências por jogo.[44] Suas marcas de pós-temporada foram de 30,3 pontos, 9,7 rebotes e 5,6 assistências por jogo.[45]

Temporada 2012-2013[editar | editar código-fonte]

James em 16 de Janeiro de 2013, na noite em que tornou-se o jogador mais jovem a alcançar 20.000 pontos na carreira.

Durante a temporada 2012-13 James alcançou a marca de 54 jogos (21 na temporada 2011-2012 e 33 na temporada 2012-2013) seguidos com 20 pontos ou mais, se tornando o segundo jogador com mais jogos seguidos com tal marca, ficando atrás apenas de Wilt Chamberlain que possui a incrível marca de 126 jogos seguidos com essa pontuação. James se tornou em 16 de Janeiro de 2013 o mais novo jogador a alcançar a marca de 20.000 pontos [46] em uma partida contra o Golden State Warriors completando o feito com 28 anos e 17 dias e sendo o trigésimo oitavo jogador a passar da marca. No mesmo jogo, LeBron ultrapassou a marca de 5 mil assistências, se tornando o décimo terceiro jogador da história a conseguir pelo menos 20 mil pontos e 5 mil assistências.

Em fevereiro, antes da parada para o All Star Game, James se tornou o primeiro jogador da história da liga a marcar 30 ou mais pontos em seis jogos seguidos, tendo um aproveitamento igual ou superior a 60% dos arremessos em cada um dos jogos. James chegou ao All Star Game com médias de 27,3 pontos, 8,2 rebotes e 6,9 assistências e com aproveitamento de 56,5% nos arremessos, com o Heat liderando a conferência Leste 36-14 e tendo a terceira melhor campanha da liga. Durante todo o mês, James acertou 139 dos 217 arremessos de quadra que tentou, tendo um aproveitamento de (64,1%), tornando-se o primeiro jogador desde Kareem Abdul-Jabbar - (março 1983), a tentar mais de 200 arremessos em um mês e acertar pelo menos 64 por cento deles.[47]

Ainda em fevereiro, LeBron James e o Miami Heat começaram aquela que se tornou a segunda maior série de vitórias consecutivas da história da NBA, com 27 vitórias seguidas, ficando apenas atrás dos Los Angeles Lakers de 1971-1972 que naquela ocasião, tiveram 33 vitórias consecutivas.

Ao final da temporada regular, o Heat terminou com o recorde da franquia 66-16, ficando com a melhor campanha da liga. James teve médias de 26,8 pontos, 8,0 rebotes e 7,3 assistências por jogo, tendo um aproveitamento de 56,5% dos arremessos de quadra. James foi eleito pela quarta vez na carreira MVP da temporada regular, recebendo 120 dos 121 votos possíveis e se juntou a Wilt Chamberlain como os únicos a conquistarem 4 vezes o prêmio, ficando apenas atrás de Michael Jordan e Bill Russell que venceram 5 vezes e Kareem Abdul-Jabbar que venceu o prêmio em 6 oportunidades.[48] James também foi eleito para o All-NBA Team pela nona vez na carreira e pela quinta vez para o NBA All-Defensive Team.

Nos playoffs, o Heat enfrentou o Milwaukee Bucks na primeira rodada e venceu a série por 4-0.[49] Na segunda rodada, o Heat perdeu o jogo 1 em casa, mas se recuperou em venceu o Chicago Bulls por 4-1 e foi pelo terceiro ano consecutivo à final da conferência leste.[50]

Na final da conferencia, Miami enfrentou o Indiana Pacers. O jogo 1 da série, disputado na American Airlines Arena, provou ser digno de uma final. Após empate no tempo normal, o jogo foi para prorrogação. Com o jogo empatado e faltando 10 segundos para o fim do jogo, James fez uma cesta colocando o Heat em vantagem 101-99, porém Wade cometeu falta em Paul George, que na linha do lance livre, acertou os três arremessos tentados para deixar o placar 102-101, faltando apenas 2,2 segundos para o fim do jogo. Então, LeBron James apareceu para o "show time". James passou pela marcação de Paul George e com uma bandeja garantiu a vitória do Heat no estouro do cronômetro 103-102. James marcou 30 pontos, 10 rebotes e 10 assistências na partida, marcando seu primeiro triplo-duplo na pós-temporada.[51] O Heat, venceu os Pacers após 7 jogos, com James marcando 32 pontos, 8 rebotes e 4 assistências no jogo 7, indo pela terceira vez seguida à final da NBA.[52]

Nas finais da NBA, o Heat enfrentou o San Antonio Spurs. A série foi ao jogo sete, e James marcou 37 pontos, 12 rebotes e 4 assistências no ultimo jogo, e foi eleito pelo segundo ano consecutivo MVP das Finais, igualando Bill Russell e Michael Jordan, como os únicos jogadores a serem eleitos MVP das Finais e MVP da temporada regular por dois anos seguidos. James teve médias de 25,3 pontos, 10,9 rebotes, 7,0 assistências e 2,3 roubos de bola na série.[53]

Temporada 2013-2014[editar | editar código-fonte]

No dia 27 de dezembro de 2013, após marcar 33 pontos, 8 rebotes e 8 assistências em uma derrota para o Sacramento Kings, James chegou a marca de 21.819 pontos na carreira, ultrapassando Larry Bird (21.791) e Gary Payton (21.813), tornando-se o 29º maior pontuador da história da NBA.[54] No dia 20 de fevereiro de 2014, durante uma partida contra o Oklahoma City Thunder, James deixou a quadra com o nariz sangrando após ser atingido pelo pivô Serge Ibaka, que tentou impedir uma infiltração a 5min56s do fim da partida. A jogada terminou com uma enterrada de James. Após avaliação médica, foi confirmado pelo Miami Heat que James teve uma fratura no nariz.[55] No dia 03 de março de 2014, após marcar 61 pontos, 7 rebotes e 5 assistências contra o Charlotte Bobcats em Miami, James quebra seu recorde pessoal e da franquia para o maior número de pontos em um único jogo. O recorde anterior da equipe pertencia à Glen Rice que marcou 56 pontos em 1995 contra o Orlando Magic.[56] James terminou a temporada regular com médias de 27.1 pontos, 6.9 rebotes e 6.4 assistências, ajudando o Miami Heat a ficar com a segunda posição na conferência leste, atrás do Indiana Pacers. James também foi eleito para o All-NBA Team pela décima vez na carreira e pela sexta vez para o NBA All-Defensive Team.

O Heat enfrentou o Charlotte Bobcats na primeira rodada dos playoffs. A equipe se classificou para as semifinais da conferência leste, vencendo a série por 4-0. James obteve médias de 30 pontos, 8 rebotes, 6 assistências e 2,3 roubos durante a série. [57]

No dia 12 de maio de 2014, após marcar 49 pontos, 6 rebotes, 2 assistências e 3 roubos de bola, James iguala seu jogo com o maior número de pontos em pós-temporada (vs Orlando Magic 20/05/2009), ajudando a equipe do Miami Heat a vencer o Brooklyn Nets por 102-96 no Barclays Center. [58] O Miami Heat venceu o Brooklyn Nets por 4-1 e avançou pelo quarto ano consecutivo para a final da conferência leste. James obteve médias de 30 pontos, 6.4 rebotes, 3.6 assistências e 1.2 roubos durante a série. [59]

Nas finais da conferencia leste, o Heat enfrentou pelo segundo ano consecutivo o Indiana Pacers. Após perder o primeiro jogo em Indiana, o Heat mostrou poder de recuperação e venceu a série por 4-2. James obteve médias de 22.8 pontos, 6.3 rebotes, 5.5 assistências e 2.0 roubos durante a série, ajudando o Heat a chegar pelo quarto ano consecutivo as finais da liga.[60] [61] Nas finais, o Heat enfrentou novamente o San Antonio Spurs. Apesar das boas atuações de James, o super trio acabou derrotado por 4-1. James obteve médias de 27.4 pontos, 7.1 rebotes 4.8 assistências na pós temporada.

Retorno ao Cavaliers (2014-presente)[editar | editar código-fonte]

James rompeu seu contrato com o Miami [62] e, após muita especulação, anunciou no dia 11 de julho de 2014 seu retorno ao Cleveland Cavaliers. [63]

Seleção Americana de Basquete[editar | editar código-fonte]

James nas Olimpíadas de Londres 2012.

Em 2004, James foi selecionado para a equipe que iria aos Jogos Olímpicos de Atenas, Grécia. A equipe terminou a competição com uma medalha de bronze, tornando-se o primeiro esquadrão dos EUA a voltar para casa sem uma medalha de ouro desde que os profissionais da NBA se tornaram elegíveis. Limitado a 14,6 minutos por jogo, James teve médias de apenas 5,8 pontos e 2,6 rebotes por jogo.[64]

Em seguida, James voltou suas atenções para a Olimpíada de 2008 em Pequim, China. No 2006 FIBA World Championship no Japão, ele assumiu um papel maior para a equipe Americana, com médias de 13,9 pontos, 4,8 rebotes e 4,1 assistências por jogo, sendo o co-capitão da equipe. O time terminou a competição com um 8-1, novamente não conseguindo vencer uma medalha de ouro e ficando com o bronze. Tendo falhado em ganhar o Campeonato Mundial, a equipe dos EUA foi forçada a competir no Campeonato das Américas de 2007, para se qualificar para os Jogos Olímpicos. Durante um jogo contra a Argentina, James marcou 31 pontos, e a equipe dos EUA finalmente ganharam um ouro, e oficialmente qualificação para os Jogos Olímpicos de 2008. Para o torneio, ele teve médias de 18,1 pontos, 4,7 assistências, 3,6 rebotes e 1,5 roubos de bola. Nas Olimpíadas, a equipe Americana recuperou a medalha de ouro, derrotando a Espanha por 118-107 no jogo final.[65] James marcou 14 pontos, 6 rebotes e 3 assistências e a equipe passou invicta, ganhando a medalha de ouro pela primeira vez desde 2000. James não jogou o FIBA World Championship de 2010, citando sua agenda lotada durante o verão.

Ele foi selecionado para a equipe dos Estados Unidos que competiria nos jogos olímpicos de Londres 2012, onde marcou o primeiro triplo-duplo (11 pontos , 14 rebotes e 12 assistências) Olímpico na história do basquete contra a equipe Australiana. Ele também ajudou a equipe a ganhar sua segunda medalha de ouro consecutiva, em uma vitória por 107-100 contra a Espanha,[66] no qual marcou 19 pontos, 7 rebotes e 3 assistências. No quarto período, LeBron fez uma enterrada que o fez empatar com David Robinson como maior pontuador da história da equipe. Depois uma cesta de três pontos, com menos de dois minutos para o fim do jogo, deu-lhe o primeiro lugar isolado, com 273 pontos. Com os EUA ganhando a medalha de ouro, James juntou-se a Michael Jordan e Scottie Pippen como os únicos jogadores que ganharam o campeonato da NBA e uma medalha de ouro olímpica no mesmo ano (a Pippen façanha alcançada duas vezes). James também se tornou o único outro jogador além de Jordan, a ter vencido o campeonato da NBA, o prêmio de MVP da temporada regular e o prêmio de MVP das finais no mesmo ano e ganhar a medalha de ouro olímpica.

Perfil do jogador[editar | editar código-fonte]

Com 2,03 m de altura e pesando 113,4 kg, James foi considerado como o jogador de melhor espécime física dentre todos os esportes por alguns analistas desportivos. [67] [68] Sua versatilidade, permite que James tenha a capacidade de jogar em todas as posições. [69] Com médias na carreira de 27,5 pontos, 7,2 rebotes, 6,9 assistências e 1,7 roubos de bola por jogo, é considerado um dos jogadores mais versáteis da NBA,[70] e tem sido comparado aos Hall da Fama Oscar Robertson, Magic Johnson e Michael Jordan. [71] [72] James ganhou honras All-NBA em todas as temporadas desde seu segundo ano na liga, honras All-Defensive em todas as temporadas a partir de 2009, e foi nomeado Calouro do Ano em sua temporada de estréia. [73] Com quatro prêmios de MVP da temporada regular, ele faz parte de um seleto grupo de jogadores que ganharam o prêmio quatro vezes, incluindo Kareem Abdul-Jabbar, Michael Jordan, Wilt Chamberlain e Bill Russell. [74] Porém, James nunca venceu o prêmio de melhor Jogador Defensivo do Ano, terminando em segundo lugar na votação por duas vezes. [75] Desde 2011, James é classificado como o melhor jogador da NBA pela ESPN e Sports Illustrated. [76] [77] [78] [79] [80] [81]

Ao longo de sua carreira, sua capacidade de armação tem sido elogiada. Em um artigo para a Sports Illustrated's, Rob Mahoney o descreveu como um "fantástico passador". [82] Usando seu tamanho, visão e a atenção que ele acumula das defesas para sua vantagem,[83] James é capaz de criar pontos fáceis para seus companheiros com assistências precisas. Tom Haberstroh da ESPN, escreveu que a maior fraqueza de James é seu arremesso de lance livre, descrevendo-o como "médio". [84]

No início da carreira, James era considerado um jogador fraco defensivamente, [85] mas que melhorou de forma constante ao longo dos anos. Em Miami, James se tornou um defensor mais versátil, e o Heat conta com ele para proteger todas as cinco posições. [86] Junto com seus companheiros Shane Battier e Dwyane Wade, Miami utiliza James em um esquema defensivo ultra-agressivo. [87] [88] Os minutos finais dos jogos de James tem sido um objeto de muita análise ao longo de sua carreira. Ele tem sido repetidamente criticado pela mídia por seus jogos em situações de pressão. Especificamente, por passar em vez de arremessar nos segundos finais de jogos com placar apertado. [89] [90] Em uma entrevista de 2011, seu companheiro de equipe Chris Bosh declarou que preferiria ter Dwyane Wade arremessando a ultima bola do que James. [91] Por outro lado, um artigo de Henry Abbott escrito em 2011, revelou que James tinha um percentual de arremessos melhor nessas situações de jogo do que notáveis ​​jogadores como Ray Allen e Kobe Bryant. [92] Além disso, um artigo de 2012 da ESPN classificou três performances de James na pós-temporada como algumas das maiores na história da NBA. [93]

A vida fora do basquete[editar | editar código-fonte]

James pediu em casamento Savannah Brinson, sua namorada dos tempos de escola, em 31 de dezembro de 2011, em uma festa de comemoração de Ano Novo e de seu aniversário de 27 anos. [94] Os dois se casaram em 14 de setembro de 2013 em San Diego. [95] Juntos, eles têm dois filhos, LeBron James, Jr. e Bryce Maximus James. [96] Eles residem atualmente em Coconut Grove, um bairro de Miami, onde James comprou uma mansão de três andares com vista para Biscayne Bay por US $ 9 milhões. [97]

James é representado pelo agente Rich Paul.[98] James tem vários contratos publicitários, algumas das empresas são Audemars Piguet, [99] Coca-Cola,[100] Dunkin' Brands,[101] McDonald's,[102] Nike, [100] State Farm, [103] e Samsung. [100]

Ao sair do High School, James foi alvo de uma guerra de lances entre Nike, Reebok e Adidas.[104] Após negociações, James assinou com a Nike por aproximadamente US $ 90 milhões.[105] Como resultado dos contratos publicitários de James e seu salário na NBA, ele foi listado como um dos atletas mais bem pagos do mundo. [106] [107] Em 2013, ele superou Kobe Bryant como o jogador de basquete mais bem pago do mundo, com ganhos de 56,5 milhões de dólares. [108]

James participou da estréia da 33º temporada de Saturday Night Live.[109] Em 2009, ele foi destaque no documentário de Lions Gate, More Than a Game, que narrou seus anos de ensino médio.[110] Em fevereiro de 2014, a Deadline informou que James iria estrelar uma sequência do filme de Space Jam (1996).[111] No entanto, os representantes de James negaram a alegação de que ele estaria envolvido.[112]

Imagem pública[editar | editar código-fonte]

James foi classificado pela revista Forbes como um dos atletas mais influentes do mundo. [113] [114] Depois de suas ações durante o período de agência livre em 2010 e, mais especificamente em, "A Decisão", ele foi listado como um dos atletas mais odiados do mundo. [115] [116] Em 2013, a sua imagem tinha se recuperado, sendo relatado pela ESPN que James era o mais jogador mais popular da NBA, feito esse alcançado pela segunda vez em sua carreira. [117]

Filantropo, James é um apoiante ativo do Boys & Girls Club of America, Children's Defense Fund, and ONEXONE. [118] Ele também estabeleceu sua própria fundação de caridade, chamada de LeBron James Family Foundation, sediada em Akron. [119]

Em março de 2008, James tornou-se o primeiro homem negro e o terceiro homem depois Richard Gere e George Clooney a aparecer na capa da Vogue, posando com Gisele Bündchen. [120] Alguns blogueiros e colunistas esportivos consideraram a capa ofensiva, descrevendo o comportamento de James e sua exploração a Bündchen como uma referência a aparência clássica do monstro do filme King Kong, um selvagem de cor escura e seu interesse amoroso de pele clara. [121] [122]

Enquanto James tem evitado questões políticas, ele foi criticado em 2007, quando se recusou a assinar uma petição iniciada por seu então companheiro de equipe Ira Newble em relação ao suposto envolvimento do governo chinês no conflito em Darfur região do Sudão. [123] [124] Um ano depois, James falou publicamente sobre o assunto, dizendo: "No final do dia, nós estamos falando de direitos humanos. E as pessoas devem entender que os direitos humanos e a vida das pessoas estão em perigo. Nós não estamos falando de contratos aqui. Nós não estamos falando de dinheiro. Nós estamos falando sobre a vida das pessoas que está sendo perdida e que significa muito mais para mim do que um pouco de dinheiro ou de um contrato". [125] [126] Em junho de 2008, James doou US $ 20.000 para uma comissão para eleger Barack Obama. [127] Em 29 de outubro de 2008, James reuniu quase 20.000 pessoas na Quicken Loans Arena para uma exibição de 30 minutos do candidato presidencial democrata Barack Obama American Stories. Foi mostrado em um telão acima do palco, onde Jay-Z mais tarde realizou um concerto gratuito. [128]

Salários[editar | editar código-fonte]

Temporada Equipe Salário
2003-04 Cleveland Cavaliers $ 4 018 920,00
2004-05 Cleveland Cavaliers $ 4 320 360,00
2005-06 Cleveland Cavaliers $ 4 621 800,00
2006-07 Cleveland Cavaliers $ 5 828 090,00
2007-08 Cleveland Cavaliers $ 13 041 250,00
2008-09 Cleveland Cavaliers $ 14 410 581,00
2009-10 Cleveland Cavaliers $ 15 779 912,00
2010-11 Miami Heat $ 14 500 000,00
2011-12 Miami Heat $ 16 022 500,00
2012-13 Miami Heat $ 17 545 000,00
2013-14 Miami Heat $ 19 067 500,00
2014-15 Cleveland Cavaliers $ 21 573 398,00

Estatísticas na NBA[editar | editar código-fonte]

LEGENDA
 PJ  Partidas disputadas  PT  Partidas iniciadas  MPJ  Minutos por jogo  AP  Arremessos de quadra (%)
 3P  Arremessos de 3 pontos (%)  LL  Lances-livre (%)  RT  Rebotes por partida  AS  Assistências por partida
 BR  Roubos de bola por partida  TO  Tocos por partida  PPJ  Pontos por partida  Negrito  Pontuação máxima


Campeão da temporada da NBA
Líder da liga
MVP da temporada regular

Temporada Regular[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe PJ PT MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2003-04 Cleveland 79 79 39.5 .417 .290 .754 5.5 5.9 1.6 0.7 20.8
2004-05 Cleveland 80 80 42.4 .472 .351 .750 7.4 7.2 2.2 0.6 27.2
2005-06 Cleveland 79 79 42.5 .480 .335 .738 7.0 6.6 1.6 0.8 31.4
2006-07 Cleveland 78 78 40.9 .476 .319 .698 6.7 6.0 1.6 0.7 27.3
2007-08 Cleveland 75 74 40.4 .484 .315 .712 7.9 7.2 1.8 1.1 30.0
2008-09 Cleveland 81 81 37.7 .489 .344 .780 7.6 7.2 1.7 1.1 28.4
2009-10 Cleveland 76 76 39.0 .503 .333 .767 7.3 8.6 1.6 1.0 29.7
Total Cleveland 548 547 40.3 .475 .329 .742 7.0 7.0 1.7 0.9 27.8
2010-11 Miami 79 79 38.8 .510 .330 .759 7.5 7.0 1.6 0.6 26.7
2011-12 Miami 62 62 37.5 .531 .362 .771 7.9 6.2 1.9 0.8 27.1
2012-13 Miami 76 76 37.9 .565 .406 .753 8.0 7.3 1.7 0.9 26.8
2013-14 Miami 77 77 37.7 .567 .379 .750 6.9 6.4 1.6 0.3 27.1
Total Miami 294 294 38.0 .543 .369 .758 7.6 6.7 1.7 0.7 26.9
2014-15 Cleveland 7 7 40.4 .467 .364 .820 6.4 6.7 1.4 0.6 27.1
Carreira 849 848 39.5 .496 .341 .748 7.2 6.9 1.7 0.8 27.5
All-Star 10 10 31.1 .515 .354 .724 6.6 6.1 1.5 0.2 24.8

Playoffs[editar | editar código-fonte]

MVP das finais
Ano Equipe PJ PT MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2005-06 Cleveland 13 13 46.5 .476 .333 .737 8.1 5.8 1.4 0.7 30.8
2006-07 Cleveland 20 20 44.7 .416 .280 .755 8.0 8.0 1.7 0.5 25.1
2007-08 Cleveland 13 13 42.5 .411 .257 .731 7.8 7.6 1.8 1.3 28.2
2008-09 Cleveland 14 14 41.4 .510 .333 .749 9.1 7.3 1.6 0.9 35.3
2009-10 Cleveland 11 11 41.8 .502 .400 .733 9.3 7.6 1.7 1.8 29.1
Total Cleveland 71 71 43.5 .459 .316 .743 8.4 7.3 1.6 1.0 29.3
2010-11 Miami 21 21 43.9 .466 .353 .763 8.4 5.9 1.7 1.2 23.7
2011-12 Miami 23 23 42.7 .500 .259 .739 9.7 5.6 1.9 0.7 30.3
2012-13 Miami 23 23 41.7 .491 .375 .777 8.4 6.6 1.8 0.8 25.9
2013-14 Miami 20 20 38.2 .565 .407 .806 7.1 4.8 1.9 0.6 27.5
Total Miami 87 87 41.7 .503 .349 .768 8.4 5.7 1.8 0.8 26.9
Carreira 158 158 42.5 .482 .333 .755 8.4 6.4 1.7 0.9 28.0

Prêmios e Homenagens[editar | editar código-fonte]

Recordes em Jogos[editar | editar código-fonte]

Recordes em jogos de Temporada Regular e Playoffs de LeBron James [129]

Tipo de estatística Temporada Regular Playoffs
Recorde Adversário Data Recorde Adversário Data
Pontos em um jogo 61 Charlotte Bobcats 03/03/2014 49 2 Vezes
Cestas convertidas em um jogo 22 Charlotte Bobcats 03/03/2014 20 Orlando Magic 20/05/2009
Cestas tentadas em um jogo 36 Toronto Raptors 20/05/2005 33 Detroit Pistons 31/05/2007
Lances livres convertidos 24 Miami Heat 12/03/2006 18 2 Vezes
Lances livres tentados 28 Miami Heat 12/03/2006 24 2 Vezes
Cestas de três convertidas 8 2 Vezes 7 Washington Wizards 30/04/2006
Cestas de três tentadas 13 3 Vezes 12 Washington Wizards 30/04/2006
Rebotes ofensivos 7 2 Vezes 6 2 Vezes
Rebotes defensivos 17 New York Knicks 14/04/2005 16 Boston Celtics 13/05/2010
Rebotes totais 19 Charlotte Bobcats 11/01/2008 19 Boston Celtics 13/05/2010
Assistências 16 Sacramento Kings 26/02/2013 13 2 Vezes
Roubos 7 Memphis Grizzlies 13/12/2004 6 Indiana Pacers 15/05/2012
Tocos 5 2 Vezes 4 Chicago Bulls 17/04/2010
Minutos jogados 55 Memphis Grizzlies 29/11/2003 53 Washington Wizards 05/05/2006
  • Duplo-duplo: 329 (60 em playoffs)
  • Triplo-duplo: 50 (38 em temporada regular, 11 em playoffs (4 em finais) e 1 em NBA All-Star Game).

(Contados até 15/11/2014)

Referências

  1. NBArank1: LeBron James (em inglês). Visitado em 03 de outubro de 2012.
  2. LeBron James — Biography (em inglês). Visitado em 03 de outubro de 2012.
  3. James receives 78 of 118 first-place votes (em inglês). Visitado em 03 de outubro de 2012.
  4. James Statistics (em inglês). Visitado em 03 de outubro de 2012.
  5. Cleveland 2004 (em inglês). Visitado em 03 de outubro de 2012.
  6. "2004–2005 Season" (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  7. "Tracking LeBron James' 28 triple doubles" (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  8. 2004–05 Cleveland Cavaliers (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  9. James Wins MVP as East Rallies Past West (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  10. 2006 NBA MVP Candidate – LeBron James (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  11. James, Nash share Sporting News MVP award (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  12. James, Cavs Top Mavs To Clinch Playoff Berth (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  13. James' playoff debut triple-double carries Cavs (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  14. LeBron officially signs contract extension with Cavs (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  15. "Inside 'The Decision': Miami's coup was a 'surprise' built on long-coveted goal of James, Wade and Bosh" (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  16. Now playoff-bound, Cavs' 50th win caps season (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  17. James scores 23 as Cavs hold off Nets for rematch with Pistons (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  18. "2008 NBA All-Star Game" (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  19. Red-Hot Rockets Roll Over Cool Cavaliers (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  20. "James hits milestone but Cavaliers fall to Celtics 92–87" (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  21. James moves to top of Cavaliers scoring chart (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  22. Cleveland Cavaliers Star LeBron James Finishes Second in NBA Defensive Player of the year voting (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  23. "Howard, Bryant headline 2008–09 NBA All-Defensive First Team" (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  24. James outdistances Bryant in winning Kia MVP award (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  25. LeBron James named NBA Most Valuable Player (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  26. King James brings the MVP presentation home (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  27. Cavs complete sweep, turn Palace into their house (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  28. "Hello, Cleveland! Cavaliers add Shaq to LeBron's court" (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  29. "LeBron James Wins NBA's 2009–10 Most Valuable Player Award" (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  30. "LeBron's triple-double not enough as Celtics move on to face Magic" (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  31. "NBA Playoffs Celtics Cavs Game 5: Celtics dominate as LeBron James fails in the big time" (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  32. "LeBron says he'll sign with Miami Heat" (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  33. http://sports.espn.go.com/nba/news/story?id=5359255
  34. "LeBron James admits Pat Riley sold him on being part of a family with Miami Heat" (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  35. Open Letter to Fans from Cavaliers Majority Owner Dan Gilbert (em inglês). Visitado em 08 de julho de 2010.
  36. "Into the Funhouse with King James" (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  37. "LeBron’s decisive backlash tops all stories" (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  38. "LeBron James: No more Mr. Bad Guy" (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  39. Big 3 rest as Eddie House leads Miami Heat to win (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  40. Hot Corner: With NBA title at stake, LeBron James was a big flop (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  41. West at East (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  42. "LeBron James wins 3rd NBA MVP award" (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  43. James' box score gem powers Heat (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  44. "MVP clear choice" (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  45. Simmons, Bill. "LeBron Makes LeLeap" (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  46. "LeBron youngest to 20K points" (em inglês). Visitado em 17 de janeiro de 2013.
  47. "1. Second Trimester Awards" (em inglês). Visitado em 25 de março de 2013.
  48. "Quase unânime, LeBron James é confirmado MVP pela quarta vez e ironiza voto contra" (em português). Visitado em 06 de maio de 2013.
  49. "Heat passeia de novo e varre os bucks nos playoffs da NBA" (em português). Visitado em 06 de maio de 2013.
  50. "Heat reage no fim, encerra série contra os Bulls e decide a Conferência Leste" (em português). Visitado em 16 de maio de 2013.
  51. "Em jogaço, LeBron brilha na prorrogação" (em português). Visitado em 23 de maio de 2013.
  52. "Miami Heat arrasa Indiana Pacers, conquista a Conferência Leste e decide o título com o San Antonio Spurs" (em português). Visitado em 04 de junho de 2013.
  53. "Heat acaba com invencibilidade dos Spurs em finais e levanta o seu terceiro troféu da NBA" (em português). Visitado em 21 de junho de 2013.
  54. "Sacramento Kings surpreende e quebra sequência de seis vitórias do Miami Heat" (em português). Visitado em 24 de fevereiro de 2014.
  55. "Miami Heat confirma que LeBron teve nariz quebrado contra o Thunder" (em português). Visitado em 24 de fevereiro de 2014.
  56. "LeBron tem noite monstruosa, coleciona recordes e comanda vitória do Heat" (em português). Visitado em 04 de março de 2014.
  57. "Em noite de protestos, Heat 'varre' Bobcats e avança à semifinal do Leste" (em português). Visitado em 28 de abril de 2014.
  58. "LeBron faz história, Heat bate Nets e fica a uma vitória de final do Leste" (em português). Visitado em 13 de maio de 2014.
  59. Heat 'dá bote' no fim, vence Nets e decide o Leste pela 4ª vez seguida (em português). Visitado em 14 de maio de 2014.
  60. Heat 'goleia' Pacers, decide o título mais uma vez e segue firme na busca pelo tricampeonato (em português). Visitado em 31 de maio de 2014.
  61. Miami massacra Indiana, chega à final pelo quarto ano e entra em seleto hall (em português). Visitado em 31 de maio de 2014.
  62. LeBron James rompe contrato com o Miami Heat O Tempo. Visitado em 11 de julho de 2014.
  63. LeBron: I'm coming back to Cleveland Sports Illustrated. Visitado em 11 de julho de 2014.
  64. "USA Season Box Score as of 09/01/03" (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  65. "Team USA beats Spain for Men’s Basketball gold" (em inglês). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  66. EUA batem Espanha e faturam bi no basquete masculino (em português). Visitado em 06 de outubro de 2012.
  67. "Jalen Rose, Warren Sapp scoff at notion of LeBron in NFL" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  68. "A specimen like no other in sport" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  69. "LeBron Makes LeLeap" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  70. "The Evolution of King James" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  71. "LeBron James: Player Info Page" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  72. "King James' next conquest" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  73. "LeBron James NBA & ABA Stats" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  74. "LeBron takes 2013 Kia Most Valuable Player award" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  75. "LeBron James wins 4th MVP award" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  76. "#NBArank (2011)" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  77. "#NBArank (2012)" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  78. "#NBArank (2013)" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  79. "#NBArank (2013 II)" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  80. "Top 100 NBA Players — Nos. 1-10" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  81. "Top 100 players of 2014: Nos. 10-1" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  82. "The Case For: LeBron James as Most Valuable Player" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  83. "Don't hate LeBron, enjoy him; he's most gifted player in NBA history" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  84. "Miami Heat: 2013-14 roster (Subscription required)" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  85. "LeBron against the all-time greats" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  86. "'Point center' LeBron James fourth in DPOY" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  87. "Lights, Cameras, Revolution" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  88. "LeBron James Defensive Assignment Allows Versatility" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  89. "Heat 93, Pacers 91: LeBron is clutch, then not clutch, clutch enough?" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  90. "LeBron's stomach-turning stigma" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  91. "Chris Bosh Says Dwyane Wade, Not Lebron James, Should Be Heat Closer" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  92. "The truth about Kobe Bryant in crunch time" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  93. "Greatest NBA playoff performances" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  94. "LeBron James and Savannah Brinson are engaged" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  95. "LEBRON WEDS GIRLFRIEND IN SAN DIEGO" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  96. LeBron James' girlfriend gives birth to couple's 2nd son, Bryce Maximus (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  97. "Miami heat: LeBron James buys $9M mansion in Coconut Grove, Fla" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  98. "LeBron James – Forbes" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  99. "AUDEMARS PIGUET CONGRATULATES ITS AMBASSADOR LEBRON JAMES FOR HIS NBA CHAMPIONSHIP" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  100. a b c "Magic Johnson thinks LeBron doesn’t have enough endorsements" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  101. "Dunkin' aims at China with pork donuts, LeBron James" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  102. "James to endorse for McDonald's" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  103. "LeBron James enters partnership with State Farm" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  104. "LeBron James Signs New Deal With Nike" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  105. "Is LeBron James Worth $90 Million?" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  106. "Full List: The World's 50 Highest-Paid Athletes" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  107. "The 50 highest-earning American athletes" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  108. "LeBron James passes Kobe Bryant on SI's 'Fortunate 50′ highest-earning athletes list" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  109. "SNL Transcripts: LeBron James" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  110. "Self-Love and Basketball" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  111. "Ebersols Aboard To Produce And Script Warner Bros’ ‘Space Jam 2′ As A Starring Vehicle For LeBron James" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  112. "Well it was fun while it lasted. LeBron sources refute Deadline report, there's no Space Jam 2 or Warner Bros. project in works" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  113. The Most Influential Athletes (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  114. "Most Influential Athletes 2013" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  115. "LeBron's Q Score Takes Huge Hit" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  116. America's Most Disliked Athletes (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  117. "LeBron James NBA's most popular" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  118. "LeBron James Charity Work, Events and Causes" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  119. "The LeBron James Family Foundation to Unveil its Brand New Website, LeBronJamesFamilyFoundation.org" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  120. "NBA: LeBron becomes third man on Vogue cover" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  121. "Some Call LeBron James' 'Vogue' Cover Offensive" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  122. "LeBron should be more careful with his image" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  123. "James Draws Criticism For Stand on Darfur Issue" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  124. "Cavalier Seeks Players' Support for Darfur" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  125. "On Darfur, LeBron James drops the ball" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  126. "LeBron speaking out on Darfur" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  127. "Lebron donates cash to Obama" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  128. "Jay-Z, LeBron James get out vote for Obama" (em Inglês). Visitado em 10 de Abril de 2014.
  129. (em inglês) LeBron James: Estatísticas da carreira nba.com. Visitado em 21 abril 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre LeBron James