Le Petit Prince

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde julho de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Le Petit Prince
O Principezinho (PT)
O Pequeno Príncipe (BR)
O-pequeno-príncipe.jpg
Capa da edição brasileira do livro.
Autor (es) Antoine de Saint-Exupéry
Idioma francês
País  França
Género Literatura Infanto-Juvenil, Novela
Ilustrador Antoine de Saint-Exupéry
Editora Éditions Gallimard
Lançamento 1943
Páginas 96
ISBN 978-0152465032
Edição portuguesa
Tradução Joana Morais Varela[nota 1]
Editora Caravela
Edição brasileira
Tradução Dom Marcos Barbosa
Editora Editora Agir
Lançamento 2000
Páginas 96
ISBN 852-20-0026-3

Le Petit Prince (no Brasil O Pequeno Príncipe; em Portugal, O Principezinho) é uma obra do escritor francês Antoine de Saint-Exupéry, publicada em 1943 nos Estados Unidos. Numa primeira leitura, aparenta ser um livro para crianças, mas possui um grande teor poético e filosófico.

O autor do livro foi também autor das ilustrações originais.

É o livro em língua francesa que mais foi vendido no mundo, com cerca de 143 milhões de exemplares[1] , e entre 400 a 500 edições. Também se trata da terceira obra literária (sendo a primeira a Bíblia [2] e a segunda o livro O Peregrino) mais traduzida no mundo, tendo sido publicado em 160 idiomas e dialetos.

Em Portugal, O Principezinho integra o conjunto de obras sugeridas para leitura integral, na disciplina de Língua Portuguesa, no 2º Ciclo do Ensino Básico.

No Japão, há um museu dedicado ao personagem principal do livro.

Adaptações[editar | editar código-fonte]

  • Um filme musical intitulado The Little Prince foi feito baseado no livro e lançado em 1974.
  • Na década de 80 foi lançada uma série de desenhos animados chamada As Aventuras do Pequeno Príncipe. A série foi feita pelo estúdio de animação "Vóvó Chantre" e foi ao ar pela primeira vez no Japão em 1978 sob o título Hoshi no Ōjisama Puchi Purinsu (星の王子さま プチ・プリンス? Prince of the Stars: Petit Prince).[3] [4]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

A história começa quando o personagem principal fala sobre um desenho que ele fez quando tinha 6 anos de idade e que tratava de uma jiboia que engoliu um elefante, mas todos os adultos acharam que o garoto havia desenhado um chapéu. O personagem principal renunciou ao 6 anos de idade a carreira de ser pintor, e se tornou piloto. E voando, teve uma pane no seu avião no "Deserto do Saara". Tentando consertar seu avião, adormece... E é acordado por um menino que o autor define que tem "cabelos de ouro" e que lhe pede para desenhar um carneiro.

Conforme a história passa o personagem descobre que o menino vive no asteróide B 612, e que só tem uma rosa que fala com ele, e que tem três vulcões (um deles está extinto), e que o principezinho assiste quarenta e três pôr-do-sol para se divertir ou quando está triste.

O autor conta a um pouco da história dele, a história de como o principezinho havia chegado ao Deserto do Saara, fala de como são as crianças e de como são as pessoas grandes; E envolve o leitor em mais um mistério no capítulo XXVII: Que fala que o carneiro que desenhou para o principezinho poderia comer a sua flor.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. Existe uma versão anterior traduzida por Alice Gomes

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Le Petit Prince
Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: O Pequeno Príncipe ou Principezinho


Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.