Lever

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
 Portugal Lever  
—  Freguesia  —
Localização no concelho de Vila Nova de Gaia
Localização no concelho de Vila Nova de Gaia
Lever está localizado em: Portugal Continental
Lever
Localização de Lever em Portugal
41° 04' N 8° 29' O
País  Portugal
Concelho VNG1.png Vila Nova de Gaia
 - Tipo Junta de freguesia
Área
 - Total 6,88 km²
População (2011)
 - Total 2 794
    • Densidade 406,1/km2 
Gentílico: Leverense
Código postal 4415 Lever
Orago Santo André
Correio electrónico vilalever@jflever.pt
Sítio http://www.lever.ciberjunta.com

Lever é uma freguesia portuguesa do concelho de Vila Nova de Gaia, com 6,88 km² de área e 2 794 habitantes (2011). Densidade: 406,1 hab/km². Foi elevada a vila em 12 de Julho de 2001.

História[editar | editar código-fonte]

O topónimo Lever tem a sua origem na "Villa Liberii", isto é, a quinta de Liberius, sendo assim um antropónimo latino.

A primeira referência sobre esta freguesia remonta a 12 de Junho de 922, inscrevendo-se numa doação de D. Gomado, bispo de Coimbra, que tendo renunciado ao bispado com consentimento de Ordonho II, fez-se religioso no mosteiro de Crestuma, que enriqueceu de bens. Neste documento, Lever é referido a respeito das "heredes de Leverri" do "terminum de Leveri".

Em 1608 é demarcada como Freguesia e mais tarde, em 1758 era Termo da Feira. Em 11 de Outubro de 1926, a freguesia foi anexada ao concelho de Gaia. Foi elevada a Vila em 19 de Abril de 2001.

A Vila de Lever é secular, mais antiga que a Nação. Santo André de Lever faz parte de Vila Nova de Gaia, Diocese e distrito à 2.ª Vigararia de Gaia do Aro Sul da Diocese do Porto, Região Militar Norte, e dista da sede concelhia cerca de 18 quilómetros. O padroeiro da freguesia, Santo André, é invocado no Inverno e os leverenses apelam à sua protecção, em virtude dos Invernos rigorosos que se sentem na vila. As condições naturais foram um incentivo aos povos para se fixarem, desde tempos longínquos. Documentos comprovam a existência de mamoas, monumentos funerários nos tempos do neolítico, há cinco milénios: "A 10 de Dezembro de 1608, (…) foi dito que elles aviam e pessuião hum casal e prazo da igreja e comenda de Lever: eito onde chamão a mamoella”. Há também a informação da existência de um castro em território da freguesia.

Geografia[editar | editar código-fonte]

É a Vila do Concelho mais distante do centro, afastando-se da sede concelhia aproximadamente 18 km.


Lugares[editar | editar código-fonte]

Esta Vila é constituida por diversos lugares,como o Lugar das Hortas, Santo, Cruz, Mata, Portelinha e Painçais.

Características[editar | editar código-fonte]

Do património construído de Lever referimos a antiga Igreja Matriz, de linhas muito simples e de pretensões muito limitadas, construída aquando da integração da freguesia no Concelho de Vila Nova de Gaia, encerrando algumas esculturas religiosas de elevada antiguidade, e o actual templo, construído entre 1969 e 1977.

Um cruzeiro, alminhas, casas de xisto do século XIX e uma casa senhorial, alguns moinhos de cereal, a pequena capela de S. Sebastião, segundo a tradição mandada erigir por Pedro Hispano, o futuro Papa João XXI e a terminar a Barragem sobre o Rio Douro edificada entre 1978 e 1985 a mando da Companhia Portuguesa de Produção de Electricidade.

No campo da arqueologia industrial observamos a fábrica de papel e a unidade fabril da Companhia de Fiação de Crestuma. O nome desta grande unidade fabril, pode suscitar algumas confusões pois tem o nome da Vila vizinha. De facto esta extinta unidade fabril está localizada no Lugar das Hortas na Vila de Lever. A explicação para que a unidade fabril ter na sua denominação o nome de Crestuma, deve-se, ao facto de o porto de expedição da produção dos materiais texteis para Portugal e para o mercado europeu ser localizado no cais do Rio Douro em Crestuma. Actualmente o grande espaço desta extinta unidade fabril, é a zona industrial de Lever, sendo usada por diversas empresas em regime de aluguer de pavilhões explorado por entidades privadas. É seu orago Santo André, Apóstolo de Cristo que tem a sua festa no Inverno e é invocado com especial protecção para os perigos dos rigores da invernia.

Localizada a freguesia e justificada a sua designação, importa referir alguns traços largos da sua história.

As condições naturais foram razão fundamental para a fixação de povos, desde remotos tempos. Há referências à existência de mamoas no território que hoje constitui a freguesia de Lever, como se comprova através da referência toponímica documentada no Tombo da Comenda de Lever, nos termos seguintes: "A 10 de Dezembro de 1608, (..) foi dito que elles aviam e pessuião hum casal e prazo da igreja e comenda de Lever: eito onde chamão a mamoella".

As mamoas eram monumentos funerários dos tempos neolíticos, quando o homem se fez pastor e começou a agricultar, há cerca de cinco mil anos. Mais tarde, e dada a persistência do povoamento, há referências documentais e vestígios arqueológicos que nos dão conta da presença da civilização romana nesta zona.

Há também notícia da existência de um castro, no espaço da freguesia, com a expressiva localização do chamado Castelinho de Lever que continua pelos outeiros de Labude. No tombo de Lever surge esta significativa informação "o monte do Carreiro do Pereira e partia pelo valle a riba chamado a do castelejo".

Infra-estruturas e transportes[editar | editar código-fonte]

Está ligada à outra margem do Douro pela Barragem de Crestuma, que liga Lever a Gondomar através da freguesia de Foz do Sousa.

A exploração dos autocarros está a cargo, actualmente, da empresa MGC/AVS que faz os percursos de ligação com a cidade do Porto e Vila Nova de Gaia.

Colectividades e Locais a Visitar[editar | editar código-fonte]

  • Clube União Desportivo Leverense
  • Banda Musical Leverense
  • Academia de Música da Banda Musical Leverense
  • Rancho Folclórico Lirios de Lever
  • Rancho Folclórico de Lever
  • Rancho Folclórico Santo André de Lever
  • Fanfarra de Lever - Grupo Recreativo e Cultural
  • Biblioteca Cónego Agostinho Cunha
  • Columbofilia de Lever
  • Associação De Solidariedade Social de Lever
  • Comissão de Festas de S. Tiago e Sta. Apolónia de Lever
  • Piscina de Lever
  • Centro de Educação Ambiental
  • Catequese
  • Igreja Velha e a Nova
  • Barragem de Lever
  • Clube de Caçadores de Lever
  • Margem do Rio Douro e os seus montes com artigos históricos e paisagens lindíssimas.