Mr. Natural

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde maio de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Mr. Natural
Álbum de estúdio de Bee Gees
Lançamento Julho de 1974
Gravação 14 de novembro de 1973 - 28 de janeiro de 1974
Gênero(s) Rock, Soul, R&B
Duração 45:30
Formato(s) LP, CD
Gravadora(s) RSO Records
Produção Arif Mardin
Opiniões da crítica

O parâmetro das opiniões da crítica não é mais utilizado. Por favor, mova todas as avaliações para uma secção própria no artigo. Veja como corrigir opiniões da crítica na caixa de informação.

Cronologia de Bee Gees
Último
Último
A Kick in the Head is Worth Eight in the Pants
(1973)
Main Course
(1975)
Próximo
Próximo

Mr. Natural é o décimo segundo álbum de estúdio dos Bee Gees. Foi lançado numa época em que os Bee Gees quase acabaram, depois da turbulência de 1973. Mesmo com tudo o que aconteceu o grupo não acabou e decidiu ir à luta, visando à volta ao sucesso. Para isso, mudaram de produtor, contratanto para isso Arif Mardin, que até sua morte foi reconhecido como grande produtor. Mardin mostrou ao grupo o caminho certo a seguir.

Mr. Natural não fez muito sucesso mas foi um marco: simbolizava os Bee Gees entrando nos eixos da música mundial. As músicas do álbum passaram despercebidas, embora possa se encontrar no álbum canções muito bonitas e bem feitas, tais quais: Charade, Throw a Penny, Down the Road, Dogs, Mr. Natural e Heavy Breathing.

Um artifício usado neste álbum que ficou muito marcado foi o chamado crossfade, que é uma edição de áudio onde o fim de uma música acontece ao mesmo tempo que a outra está começando. Vê-se isto bem claramente na passagem de Throw a Penny para "Down the Road", e menos claramente entre Charade e Throw a Penny. Entretanto, não é a primeira vez que os Bee Gees fazem isto: eles já o tinham feito no álbum Life in a Tin Can, entre as faixas Saw a New Morning e I Don't Wanna Be the One.

Uma outra curiosidade sobre o álbum é o fato de em nenhum lugar do encarte estar a foto de algum integrante do grupo. Reza a lenda que, como o álbum era mais soul e R&B, dois ritmos geralmente relacionados a negros, a Atlantic, distribuidora dos Bee Gees nos EUA, quis esconder do público que, na verdade, o grupo era composto por três ingleses brancos. Até hoje ninguém sabe se é verdade ou não.

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. Charade (B. Gibb/R. Gibb) - 4:12
  2. Throw a Penny (B. Gibb/R. Gibb) - 4:49
  3. Down the Road (B. Gibb/R. Gibb) - 3:25
  4. Voices (B. Gibb/R. Gibb/M. Gibb) - 4:50
  5. Give a Hand, Take a Hand (B. Gibb/M. Gibb) - 4:47
  6. Dogs (B. Gibb/R. Gibb) - 3:44
  7. Mr. Natural (B. Gibb/R. Gibb) - 3:48
  8. Lost in Your Love (B. Gibb) - 4:37
  9. I Can't Let You Go (B. Gibb/R. Gibb/M. Gibb) - 3:45
  10. Heavy Breathing (B. Gibb/R. Gibb) - 3:26
  11. Had a Lot of Love last Night (B. Gibb/R. Gibb/M. Gibb) - 4:07

Os LPs lançados no Brasil tinham 13 faixas, incluindo It Doesn't Matter Much to Me e Elisa, da forma como segue:

Lado A
  1. Charade (B. Gibb/R. Gibb) - 4:12
  2. Throw a Penny (B. Gibb/R. Gibb) - 4:49
  3. Down the Road (B. Gibb/R. Gibb) - 3:25
  4. Voices (B. Gibb/R. Gibb/M. Gibb) - 4:50
  5. Give a Hand, Take a Hand (B. Gibb/M. Gibb) - 4:47
  6. It Doesn't Matter Much to Me (B. Gibb/R. Gibb/M. Gibb) - 3:50
Lado B
  1. Dogs (B. Gibb/R. Gibb) - 3:44
  2. Mr. Natural (B. Gibb/R. Gibb) - 3:48
  3. Lost in Your Love (B. Gibb) - 4:37
  4. I Can't Let You Go (B. Gibb/R. Gibb/M. Gibb) - 3:45
  5. Heavy Breathing (B. Gibb/R. Gibb) - 3:26
  6. Had a Lot of Love last Night (B. Gibb/R. Gibb/M. Gibb) - 4:07
  7. Elisa (B. Gibb/R. Gibb/M. Gibb) - 2:48

Ficha técnica[editar | editar código-fonte]

Gravado entre 14 de novembro de 1973 e 28 de janeiro de 1974

Posições nas paradas[editar | editar código-fonte]

Singles[editar | editar código-fonte]

  1. Março de 1974
    A: "Mr. Natural"
    B: "It Doesn't Matter Much to Me" (versão 1974)(*) (B. Gibb/R. Gibb/M. Gibb) - 3:50
  2. Junho de 1974 (EUA)
    A: "Throw a Penny" [Edit] - 3:32
    B: "I Can't Let You Go"
  3. Agosto de 1974
    A: "Charade" [Edit] - 3:14
    B: "Heavy Breathing"

(*) - It Doesn't Matter Much to Me é uma música das gravações de A Kick in the Head is Worth Eight in the Pants só que, como se sabe, o álbum citado não saiu. Entretanto, os Bee Gees decidiram regravar esta música, e a lançaram como B-side de "Mr. Natural".

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Bee Gees é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.