Neurónio espelho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Um neurónio espelho (português europeu) ou neurônio espelho (português brasileiro) (também conhecido como célula-espelho) é um neurônio que dispara tanto quando um animal realiza um determinado ato, como quando observa outro animal (normalmente da mesma espécie) a fazer o mesmo ato. Desta forma, o neurônio imita o comportamento de outro animal como se estivesse ele próprio a realizar essa ação. Estes neurônios já foram observados de forma direta em primatas, acreditando-se que também existam em humanos e alguns pássaros.

Nos humanos, pode ser observada atividade cerebral consistente com a presença de neurônios espelho no córtex pré-motor e no lobo parietal inferior. Alguns cientistas consideram este tipo de células uma das descobertas mais importantes da neurociência da última década, acreditando que estes possam ser de importância crucial na imitação e aquisição da linguagem. No entanto, apesar de este ser um tema popular, até à data nenhum modelo computacional ou neural plausível foi proposto como forma de descrever como é que a actividade dos neurónios espelho suportam actividades cognitivas como a imitação.

Referências[editar | editar código-fonte]

V.S. Ramachandran [1] Mirror Neurons and imitation learning as the driving force behind "the great leap forward" in human evolution, Edge Foundation, último acesso a 2006-11-16

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia celular é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.