Niccolò Albergati-Ludovisi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Niccolò Albergati-Ludovisi
Cardeal da Santa Igreja Romana
Deão do Sagrado Colégio dos Cardeais
Penitenciário-mor

Título

Cardeal-bispo de Ostia-Velletri
Ordenação e nomeação
Ordenação episcopal 26 de fevereiro de 1645
Cardinalato
Criação 6 de março de 1645, pelo Papa Inocêncio X
Brasão
CardinalCoA PioM.svg
Dados pessoais
Nascimento Estados Pontifícios Bolonha
15 de setembro de 1608
Morte Estados Pontifícios Roma
9 de agosto de 1687 (78 anos)
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Niccolò Albergati-Ludovisi (15 de setembro de 1608 - 9 de agosto de 1687) foi um arcebispo e cardeal italiano, Deão do Sagrado Colégio dos Cardeais e Penitenciário-mor da Santa Igreja.

Biografia[editar | editar código-fonte]

De uma família patrícia, era descendente do Papa Gregório XV (1621-1623). Com a aprovação do Papa Inocêncio X, acrescentou o sobrenome Ludovisi para o seu próprio.[1] Era primo do Cardeal Ludovico Ludovisi..[2] Obteve o doutorado em Direito em 3 de fevereiro de 1627. Chamado a Roma em 1631 por seu primo Cardeal Ludovisi, tornou-se um prelado papal. Vigário da Basílica de San Lorenzo in Damaso, em Roma. Arcipreste da catedral metropolitana de Bolonha, em 1635. Foi referendário dos Tribunais da Assinatura Apostólica da Justiça e da Graça, sob o pontificado do Papa Urbano VIII, renunciando em 1637 em favor de seu irmão Antonio.[2]

Episcopado[editar | editar código-fonte]

Eleito Arcebispo de Bolonha em 6 de fevereiro de 1645, foi consagrado em 26 de fevereiro, na igreja de Santa Maria em Vallicella, Roma, pelo Cardeal Girolamo Colonna, assistido por Onorato Onorati, bispo de Urbania, e por Orazio Giustiniani, C.O., Bispo de Nocera. Depois, tornou-se assistente do Trono Pontifício, em 5 de março..[2]

Cardinalato[editar | editar código-fonte]

Foi criado cardeal no consistório de 6 de março de 1645 pelo Papa Inocêncio X, o mesmo consistório da criação do cardeal Benedetto Odescalchi, recebendo o barrete cardinalício e o título de Cardeal-presbítero de Santo Agostinho em 24 de abril.[2] Passa para o título de Santa Maria dos Anjos em 25 de junho de 1646.[2]

Legado para apresentar Ana de Áustria, rainha de Espanha, enquanto ela estava em Milão, em 28 de junho de 1649. Declinou a nomeação para as sés de Palermo e Monreale oferecido pelo rei Felipe V da Espanha. É nomeado Penitenciário-Mor em 21 de fevereiro de 1650 e por causa de sua saúde precária, o cardeal Paluzzo Paluzzi Altieri degli Albertoni foi o seu coadjutor entre 1670 e 1676. Renunciou ao governo da sé de Bolonha em 11 de dezembro de 1651[2] .

Passou para o título de Santa Maria em Trastevere em 11 de outubro de 1666. Em 19 de outubro de 1676, opta pelo título de São Lourenço em Lucina e torna-se o cardeal-protopresbítero.

Passa para a ordem dos cardeais-bispos, recebendo a Sé Suburbicária de Sabina, em 13 de setembro de 1677. Em 1 de dezembro de 1681, passa a Sé Suburbicária de Porto e Santa Rufina, tornando-se também vice-decano do Sacro Colégio dos Cardeais.[2]

Em 15 de fevereiro de 1683, passa a ser o deão do Sacro Colégio dos Cardeais, passando a ser o titular da Sé Suburbicária de Ostia-Velletri.[2]

Faleceu em 9 de agosto de 1687, post longam et laboriosam infirmitatem, em Roma. Exposto e sepultado no túmulo que ele havia construído na frente do altar-mor da igreja de Santa Maria in Trastevere.[2]

Conclaves[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. O Príncipe Niccolò Ludovisi, filho do conde Orazio Ludovisi, irmão do Papa Gregório XV, e primo de Mons. Niccolò Albergati, declarou-o seu irmão com a condição de que ele assumisse as armas e o sobrenome da família Ludovisi. Mais tarde, o príncipe pediu a sua promoção ao cardinalato.
  2. a b c d e f g h i The Cardinals of the Holy Roman Church (em inglês) Fiu.edu.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Meluzzi, Luciano. I vescovi e gli arcivescovi di Bologna (em italiano). Bolonha: Grafica Emiliana, 1975.
Precedido por
Girolamo Colonna
Archbishop CoA PioM.svg
Arcebispo de Bolonha

16451651
Sucedido por
Girolamo Boncompagni
Precedido por
Ottaviano Raggi
Cardeal
Cardeal-padre de Santo Agostinho

16451646
Sucedido por
Fabrizio Savelli
Precedido por
Marzio Ginetti
Cardeal
Cardeal-padre de Santa Maria dos Anjos

16461666
Sucedido por
Virginio Orsini
Precedido por
Orazio Giustiniani, C.O.
Coat of arms of the Vatican City.svg
Penitenciário-mor da Penitenciaria Apostólica

16501687
Sucedido por
Leandro Colloredo
Precedido por
Ulderico Carpegna
Cardeal
Cardeal-padre de Santa Maria em Trastevere

16661676
Sucedido por
Luigi Alessandro Omodei
Precedido por:
Carlo Rossetti
Cardeal
Cardeal-padre de São Lourenço em Lucina

Sucedido por:
Alderano Cibo
Cardeal protopresbítero
16761677


Precedido por
Giulio Gabrielli
Cardeal
Cardeal-bispo de Sabina

16771681
Sucedido por
Pietro Vito Ottoboni
Precedido por
Carlo Rossetti
Cardeal
Cardeal-bispo de Porto e Santa Rufina

16811683
Sucedido por
Alderano Cibo
Precedido por:
Cesare Facchinetti
Brasão arquiepiscopal
Cardeal-bispo de Óstia-Velletri

Sucedido por:
Alderano Cibo
Deão do Sacro Colégio dos Cardeais
16831687