O 6º Dia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O 6º Dia
The 6th Day
Pôster promocional
 Estados Unidos
2000 • cor • 124 min 
Direção Roger Spottiswoode
Produção Jon Davison
Mike Medavoy
Arnold Schwarzenegger
Roteiro Cormac Wibberley
Marianne Wibberley
Elenco Arnold Schwarzenegger
Michael Rapaport
Tony Goldwyn
Michael Rooker
Sarah Wynter
Robert Duvall
Gênero Ação
Ficção científica
Suspense
Idioma Inglês
Música Trevor Rabin
Cinematografia Pierre Mignot
Edição Michel Arcand
Mark Conte
Dominique Fortin
Estúdio Phoenix Pictures
Distribuição Columbia Pictures
Lançamento Japão 28 de outubro de 2000 (Festival de Tokyo)[1]
Estados Unidos 13 de novembro de 2000 (premiere)
Portugal 22 de dezembro de 2000
Brasil 5 de janeiro de 2001
Orçamento US$82 milhões[2]
Receita US$96–$116 milhões[3] [2]
Página no IMDb (em inglês)

O 6º Dia (no original: The 6th Day) é um filme de ficção científica de 2000, dirigido por Roger Spottiswoode, e estrelado por Arnold Schwarzenegger como o homem de família Adam Gibson, que é clonado sem o seu conhecimento ou consentimento, no futuro, do ano de 2015. Foi um sucesso de bilheteria, apesar das críticas mistas dos críticos, e Schwarzenegger recebeu um salário de $25 milhões por seu papel no filme.[4] O filme estreou em #3 na América do Norte e fez $13 milhões em sua semana de estreia. O filme também foi o primeiro filme de estreia de Terry Crews.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Num futuro não muito distante um piloto de helicóptero chamado Adam Gibson (Arnold Schwarzenegger), descobre que há uma pessoa em seu lugar de trabalho e o mais estranho é que esta pessoa é ele mesmo, e ele sabe que neste futuro é proibida a clonagem de seres humanos. Neste momento ele pensa em descobrir quem esta por trás desta operação em que clonaram seu genótipo, ele acaba descobrindo que um famoso empresário da área médica está envolvido nesta estranha trama.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Arnold Schwarzenegger como Adam Gibson. A esposa do ator, Maria Shriver, foi quem leu o roteiro primeiro e disse que ele teria de fazer o filme, porque, segundo o ator, "o assunto era atual e a história era bem sacada. Depois de ler a primeira cena, eu estava fisgado".[5]
  • Michael Rapaport como Hank Morgan, melhor amigo de Adam
  • Tony Goldwyn como Michael Drucker, o CEO da Replacement Technologies
  • Michael Rooker como Robert Marshall, um agente de segurança da Millennium e braço direito de Peter Drucker
  • Sarah Wynter como Talia Elsworth, uma assassina que trabalha para Drucker
  • Wendy Crewson como Natalie Gibson, esposa de Adam
  • Rodney Rowland como P. Wiley, um assassino que trabalha para Drucker
  • Terry Crews como Vincent Bansworth, um assassino que trabalha para Drucker
  • Ken Pogue como Speaker Day
  • Colin Cunningham como Tripp, um fundamentalista religioso fortemente contra a clonagem
  • Robert Duvall como Doutor Griffin Weir, cientista de Drucker encarregado da clonagem
  • Wanda Cannon como Katherine Weir, esposa de Griffin
  • Taylor Anne Reid como Clara Gibson, filha de Adam
  • Jennifer Gareis como namorada virtual de Hawk
  • Don McManus como RePet Salesman
  • Andrea Libman faz a voz de SimPal Cindy, uma boneca de criança animatrônica

Produção[editar | editar código-fonte]

Em uma entrevista, Arnold Schwarzenegger contou que para este filme não fez uso de dublês na cena embaixo d'água e teve problemas, dizendo "Era uma cena embaixo d'água, em um gigantesco tanque construído no estúdio. Como sou mergulhador, nunca imaginei que teria problemas. Mas tive de mergulhar sem tanque, respirador nem máscara e, lá embaixo, estava difícil perceber para onde estava indo. Fui para o lado errado e, na hora que estava sem ar, pronto para emergir, percebi que o tanque naquele ponto estava fechado. Não havia como chegar à superfície. Entrei em pânico, mas consegui chegar ao outro lado".[5] Perguntado sobre o não uso de dublês, respondeu "Em primeiro lugar, porque acho que o público não é bobo e não gosta de ser enganado. É mais real e mais verossímil se eu mesmo fizer as cenas. Além disso, porque, pelo que me pagam, é o mínimo que posso fazer (risos)".[5]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

The 6th Day estreou no Tokyo International Film Festival.[1] Ele foi lançado nos cinemas estadunidenses em 17 de novembro de 2000. Box Office Mojo relata o bruto mundial em $96,085,477,[2] enquanto Variety reporta $116 milhões.[3]

Versões Home video[editar | editar código-fonte]

The 6th Day foi lançado em vídeo, nas seguintes datas:[carece de fontes?]

Data de lançamento Território Formato Notas
27 de março de 2001 EUA e Canadá DVD Descontinuado
27 de maio de 2001 EUA e Canadá VHS Descontinuado
3 de junho de 2003 EUA e Canadá DVD Edição Especial
December 15, 2003 EUA e Canadá DVD Schwarzenegger Action Pack: The 6th Day e Last Action Hero

A versão Blu-ray foi lançado nos Estados Unidos e no Canadá em 8 de abril de 2008. Ele inclui dois bônus, mas não tem o comentário do lançamento do DVD.[6]

Recepção[editar | editar código-fonte]

O filme recebeu críticas mistas. Rotten Tomatoes, relata que 41% dos 115 pesquisados ​​críticos deram ao filme uma crítica positiva; A média é de 5.2/10. Consenso do site diz: "Esta oferta de Arnold Schwarzenegger contém uma intrigante, perturbando premissa, mas a execução do filme é muito rotineira e estereotipada para fazer bom uso dela".[7]

The 6th Day ganhou três nomeações ao Framboesa de Ouro para Schwarzenegger: Pior Ator (como o verdadeiro Adam), Pior Ator Coadjuvante (como o clone de Adam) e Pior Casal na Tela (Schwarzenegger como Adam e Schwarzenegger como o clone), mas perdeu para Battlefield Earth.[8] O filme também foi indicado para a 27th edição do Prêmio Saturno,[9] mas perdeu.

Referências

  1. a b Herskovitz, Jon (2000-10-30). Tokyo pledges to cut red tape for lensing Variety. Visitado em 2014-08-01.
  2. a b c The 6th Day Box Office Mojo. Visitado em 2014-08-01.
  3. a b Harris, Dana (2002-07-17). Arnold tells Morris agency hasta la vista Variety. Visitado em 2014-08-01.
  4. Grover, Ronald. "Schwarzenegger Flexes Some Muscle", BusinessWeek, 2002-01-25. Página visitada em 2009-02-19.
  5. a b c O Sexto Dia Folha de São Paulo UOL (5 de janeiro de 2001). Visitado em 4 de novembro de 2000.
  6. Jane, Ian (2008-04-16). The 6th Day (Blu-ray) DVD Talk. Visitado em 2014-08-01.
  7. The 6th Day (2000) Rotten Tomatoes. Visitado em 2014-08-01.
  8. Armstrong, Mark (2001-02-12). News/Raspberry "Battlefields" Forever E! Online. Visitado em 2014-08-01.
  9. "X-Men Leads Sci-fi Awards Pack", ABC News, 2001-04-04. Página visitada em 2014-08-01.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]