O Visitante

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Visitor
O Visitante (PT/BR)
VisitorPoster.jpg
Pôster de divulgação
 Estados Unidos
2008 • cor • 103 min 
Direção Thomas McCarthy
Produção Michael London
Mary Jane Skalski
Roteiro Thomas McCarthy
Elenco Richard Jenkins
Haaz Sleiman
Danai Jekesai Gurira
Hiam Abbass
Género Drama
Idioma Inglês
Francês
Música Jan A. P. Kaczmarek
Cinematografia Oliver Bokelberg
Edição Tom McArdle
Estúdio Groundswell Productions
Next Wednesday Productions
Participant Productions
Distribuição Overture Films
Lançamento 18 de abril de 2008
Orçamento US$4.000.000[1]
Receita US$17.622.972[2]
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

The Visitor (br/pt:O Visitante) é um filme americano de 2007 escrito e dirigido por Thomas McCarthy e estrelado por Richard Jenkins. O filme trata da vida de um professor universitário, viúvo e solitário já na meia idade cuja vida muda quando se depara com questões como identidade, imigração e relações multiculturais em um mundo pós 11 de setembro.

Por The Visitor, McCarthy ganhou o Independent Spirit Award de Melhor de Diretor,[3] enquanto Richard Jenkins foi indicado ao Oscar de Melhor Ator.

História[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Walter Vale é um viúvo solitário que dá aula de economia na Connecticut College. Ele preenche seu tempo com aulas de piano para tentar imitar sua esposa, uma pianista clássica, e frequentemente trabalha em um livro. Quando ele é mandado para Nova Iorque para apresentar um trabalho em uma conferência acadêmica na Universidade de Nova Iorque, ele não fica entusiasmado.

Ao chegar em seu apartamento em Manhattan, ele descobre um casal vivendo lá. Eles são Tarek, um sírio-palestino tocador de djembê, e Zainab, uma senegalesa designer de joias. Mais tarde descobre que ambos são ilegais no país. Embora não tenham para onde ir, eles juntam suas coisas e vão embora, porém Walter os segue e os convence a voltar. Nos dias que se seguem, uma amizade se desenvolve. Tarek ensina Walter a tocar o tambor, e os dois se juntam a um grupo de homens em uma roda de tambor no Central Park.

Na volta para casa, Tarek é injustamente acusado de pular a catraca do metrô, sendo preso por não pagar seu bilhete, indo parar em um centro de detenção para imigrantes no Queens. Para tentar impedir a deportação, Walter contrata um advogado. Sentindo-se incomodada por ficar no apartamento sozinha com Walter, Zainab muda-se para viver com familiares no The Bronx.

A mãe de Tarek, Mouna, inesperadamente chega em Nova Iorque vinda de Michigan quando ela não consegue contatá-lo. Também ilegalmente nos EUA, ela aceita a oferta de Walter para ficar no apartamento, e os dois desenvolvem uma amizade. Walter confessa que sua vida é tediosa; ele não gosta do curso que ensina há vinte anos, e o livro que ele diz estar escrevendo não está nem um pouco perto de ser completado. Mouna revela que seu falecido marido jornalista foi preso por escrever um artigo contra o governo na Síria, e que ela está preocupada com o futuro de seu filho caso Tarek seja deportado. Os dois começam a compartilhar uma simples vida doméstica, com Mouna fazendo comida para Walter, e ele levando-a para ver O Fantasma da Ópera na Broadway.

Sem aviso, Tarek é deportado e Mouna decide voltar a Síria para ficar com ele. Na última noite, Mouna se culpa por tudo que aconteceu de errado. Walter a leva para o aeroporto no dia seguinte. Sozinho mais uma vez, Walter toca tambor na plataforma da estação de metrô, como Tarek disse que ele gostaria de ter feito.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Richard Jenkins como Walter Vale
  • Haaz Sleiman como Tarek
  • Danai Jekesai Gurira como Zainab
  • Hiam Abbass como Mouna
  • Richard Kind como Jacob
  • Michael Cumpsty como Charles
  • Marian Seldes como Barbara

Produção[editar | editar código-fonte]

A história do filme começou com os personagens de Tarek e Walter. McCarthy queria que os personagens interegissem e criassem uma história que fosse como "colocar as peças de um quebra cabeças juntos".[4] Ele começou a escrever o filme durante uma visita ao Oriente Médio. Ele disse que teve "uma grande conexão especial com as pessoas que conheci em Beirut". e nunca considerou o ângulo da imigração até retornar a Nova York.[5]

O filme foi filmado em locações na Cidade de Nova York. Algumas cenas foram filmadas no campus do Wagner College em Staten Island.

Lançamento[editar | editar código-fonte]

O filme estreou no Festival Internacional de Cinema de Toronto em 2007 e foi exibido em vários festivais em 2008.

Crítica[editar | editar código-fonte]

The Visitor recebeu críticas muito positivas. No site Rotten Tomatoes o filme possui um indíce de aprovação de 90%, baseado em 111 resenhas, com uma média de 7,7/10. O consenso é "The Visitor é um drama sincero e humanista que habilmente explora a identidade, a imigração e outras questões importantes do pós 11 de setembro".[6] No site Metacritic o filme possui uma aprovação de 79/100, baseado em 29 resenhas, indicando "críticas geralmente favoráveis".[7]

Prêmios e Indicações[editar | editar código-fonte]

  • Oscar de Melhor Ator (Richard Jenkins, indicado)
  • Brisbane International Film Festival Interfaith Award (Thomas McCarthy, vencedor)
  • Critics' Choice Awards para Melhor Ator (Richard Jenkins, indicado)
  • Chicago Film Critics Association Award para Melhor Ator (Richard Jenkins, indicado)
  • Chlotrudis Award para Melhor Ator (Richard Jenkins, vencedor)
  • Chlotrudis Award para Melhor Atriz Coadjuvante (Hiam Abbass, indicada)
  • Chlotrudis Award para Melhor Roteiro Original (Thomas McCarthy, indicado)
  • Independent Spirit Award de Melhor Diretor (Thomas McCarthy, vencedor)
  • Independent Spirit Award de Melhor Ator (Richard Jenkins, indicado)
  • Independent Spirit Award de Melhor Ator Coadjuvante (Haaz Sleiman, indicado)
  • Method Fest Independent Film Festival Award para Melhor Diretor (Thomas McCarthy, vencedor)
  • Method Fest Independent Film Festival Award para Melhor Ator (Richard Jenkins, vencedor)
  • Method Fest Independent Film Festival Award para Melhor Atriz Coadjuvante (Danai Jekesai Gurira, vencedora)
  • St. George de Prata do Moscow International Film Festival para Melhor Ator (Richard Jenkins, vencedor)
  • National Board of Review Spotlight Award (Richard Jenkins, vencedor)
  • Satellite Award de Melhor Ator em Filme de Drama (Richard Jenkins, vencedor)
  • Satellite Award de Melhor Roteiro Original (Thomas McCarthy, vencedor)
  • Satellite Award de Melhor Diretor (Thomas McCarthy, indicado)
  • Screen Actors Guild Award de Melhor Performance por um Ator em Papel Principal (Richard Jenkins, indicado)
  • Writers Guild of America de Melhor Roteiro Original (Thomas McCarthy, indicado)

Referências

  1. Douglas, Edward (8 de abril de 2008). Exclusive: Thomas McCarthy's The Visitor Comingsoon.net..
  2. The Visitor (2008) Box Office Mojo..
  3. Siegel, Tatiana (23 de fevereiro de 2009). The Wrestler' tops Spirit Awards Variety..
  4. Orndorf, Brian (9 de abril de 2008). Writer/Director Thomas McCarthy and Actor Haaz Sleiman Interview – The Visitor Collider..
  5. Bell, James. (julho de 2008). "Rushes: Interview: Strangers in a Strange Land". Sight and Sound.
  6. The Visitor (2008) Rotten Tomatoes..
  7. The Visitor Metacritic..

Ligações externas[editar | editar código-fonte]