Olíbano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Resina de olíbano

Olíbano, também conhecido como franquincenso, é uma resina aromática muito usada na perfumaria e fabricação de incensos. É obtido de árvores africanas e asiáticas do gênero Boswellia.

O nome franquincenso refere-se a sua proeminência como o "verdadeiro" ou "franco" incenso, já olíbano é derivado do árabe al-lubán ("o leite"), em referência à seiva leitosa que sai ao golpear a árvore de olíbano.

O olíbano é usado generosamente em ritos religiosos. De acordo com Mateus 2:11, ouro, olíbano e mirra foram os três presentes dados a Jesus pelos Reis Magos que vinham do oriente. O surgimento do Cristianismo empobreceu o mercado do olíbano durante o século IV, a desertificação fez com que as rotas de caravanas que cruzavam sobre o Rub' al-Khali se tornassem mais difíceis e o incremento das incursões dos nômades no Oriente Próximo facilitaram o fim do comércio do olíbano ao redor do ano 300.

Diz a lenda que o imperador romano Nero queimou durante um ano olíbano valioso para a cidade de Roma no funeral de sua esposa, Poppaea.

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.