Orhan Kemal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Biografia[editar | editar código-fonte]

Um dos grandes da literatura turca, Orhan kemal (Adana - Turquia, 1914 – Sófia - Bulgária, 1970), abandonou o estudo médio e se lançou à vida. Viveu por um tempo com seu pai na Síria e no Líbano como exilado. Voltou para Adana em 1932, com 18 anos. Trabalhou como tecelão e secretário numa fábrica de tecelagem. Perto de acabar o serviço militar, foi condenado a cinco anos de prisão por ser acusado de infringir o prágrafo 94 do Código Penal turco. Ele cumpriu pena em diversas prisões. Nesta época ele conheceu Nâzım Hikmet e esta amizade virou um ponto de referência na sua vida. Nâzım Hikmet, tendo descoberto nele um talendo de escritor, o levou a escrever contos [1]

Principais obras[editar | editar código-fonte]

Casa Paterna (Babaevi)

Anos Preguiçosos (Avare Yıllar)

Briga do Pão (Ekmek Kavgası)

Três Grandes Anos com Nâzım Hikmet (Nazım Hikmet’le Üç buçuk Yıl)

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Orhan Kemal, Nazım Hikmet’le Üç buçuk Yıl. Istanbul: Milliyet Yayinlari, 1996.