Política do Turquemenistão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Turquemenistão
Emblem of Turkmenistan.svg

Este artigo é parte da série:
Política e governo do
Turquemenistão



Outros países · Atlas

O Turquemenistão é uma república presidencialista. O presidente, autodenominado Turkanbashi, é o chefe de governo e de estado e tem controle quase absoluto da vida do país.

Presidentes[editar | editar código-fonte]

Partidos políticos[editar | editar código-fonte]

Só existe um partido político legal: o Partido Democrático do Turquemenistão, descendente do antigo Partido Comunista da República Socialista Soviética do Turquemenistão.

Em 1993, um grupo de deputados ligados aos trabalhadores rurais fundou o Partido da Justiça dos Camponeses, sem, no entanto, receber qualquer reconhecimento legal.

Em janeiro de 2002, Boris Shikhmuradov, ex-ministro de relações exteriores, fundou, no exílio, o Movimento Democrático Popular do Turquemenistão.

Poder legislativo[editar | editar código-fonte]

O poder legislativo do Turquemenistão é constituído por uma Assembleia (Majlis), com cinquenta membros eleitos por voto direto para mandatos de cinco anos; e por um Conselho do Povo (Jalk Maslaty), com outros cinquenta membros também escolhidos por voto direto, além dos cinquenta membros da Assembleia e altos funcionários do governo.

A Constituição atual entrou em vigor em 26 de setembro de 2008.

O Conselho do Povo reúne-se pelo menos uma vez por ano, e no período entre suas reuniões é a Assembleia que toma as medidas legislativas.

Divisão administrativa[editar | editar código-fonte]

O Turquemenistão possui cinco regiões subdivididas em cinquenta distritos.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre o Turquemenistão é um esboço relacionado ao Projeto Ásia. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Turkmenistan stub.svg Turquemenistão
História • Política • Subdivisões • Geografia • Economia • Demografia • Cultura • Turismo • Portal • Imagens