Ponta de Pedras

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Ponta de Pedras
Bandeira de Ponta de Pedras
Brasão de Ponta de Pedras
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 18 de abril de 1877
Gentílico ponta-pedrense
Prefeito(a) Consuelo Castro
(2013–2016)
Localização
Localização de Ponta de Pedras
Localização de Ponta de Pedras no Pará
Ponta de Pedras está localizado em: Brasil
Ponta de Pedras
Localização de Ponta de Pedras no Brasil
01° 23' 24" S 48° 52' 15" O01° 23' 24" S 48° 52' 15" O
Unidade federativa  Pará
Mesorregião Marajó IBGE/2008[1]
Microrregião Arari IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Norte: Santa Cruz do Arari; Sul: Barcarena; Leste: Cachoeira do Arari; e Oeste: Muaná e Anajás.
Distância até a capital 44 km km
Características geográficas
Área 3 365,126 km² [2]
População 25 989 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 7,72 hab./km²
Altitude 10 m
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,562 baixo PNUD/2010[4]
PIB R$ 67 046,302 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 2 604,45 IBGE/2008[5]
Página oficial

Ponta de Pedras é um município brasileiro do estado do Pará. Localiza-se a uma latitude 01º23'25" sul e a uma longitude 48º52'16" oeste, estando a uma altitude de 10 metros. Sua população estimada em 2004 era de 19 856 habitantes.

Possui uma área de 3380,369 km² e localiza-se na Ilha de Marajó.

História[editar | editar código-fonte]

As origens do Município remontam o século XVIII, com a instalação dos padres mercedários na aldeia dos Muanás. Eles achavam à época que, na então Freguesia de Nossa Senhora da Conceição da Cachoeira (atual cidade de Cachoeira do Arari), onde se encontravam, não podiam desenvolver seus trabalhos, devido à existência de propriedades particulares, então seguiram para a localidade que os padres chamaram inicialmente de Mangabeiras, pela proximidade de uma praia com o mesmo nome, até ser alterada para Ponta de Pedras, devido as pedras existentes no local, elevando à condição de Freguesia em 1737. Permaneceria Freguesia ligada em 1833 ao agora Município de Cachoeira, e só em 18 de abril de 1877, se tornaria Município de Ponta de Pedras.

Após a Revolução de 1930, a 27 de dezembro daquele ano, Magalhães Barata extinguiu os municípios de Ponta de Pedras e Cachoeira, criando um novo, denominado Itaguari, mas 8 anos depois voltaria a Município novamente como Ponta de Pedras. Na década de 50 o Município compunha-se de dois distritos: Ponta de Pedras e Santa Cruz e, atualmente, é formado apenas pelo distrito-sede.

Cultura[editar | editar código-fonte]

Na cidade nasceu em 10 de janeiro de 1909 o grande escritor paraense Dalcídio Jurandir, que teria o Marajó como cenário principal em dois de seus romances: "Chove nos Campos de Cachoeira" de 1941 e "Marajó" de 1947, publicações que mostraram não só as paisagens, mas o modo de vida da Ilha descritos por um legítimo marajoara.

Ensino e educação[editar | editar código-fonte]

Quando o tema é Educação Básica, dentre os projetos do Plano de Desenvolvimento da Educação, vinculado ao Ministério da Educação, executado pelo INEP, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, na Região Norte, Estado do Pará, as Escolas Públicas Urbanas estabelecidas no município de Ponta de Pedras obtiveram os seguintes IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), em 2005, de um total de 1.177 avaliações, tendo sido vitoriosa a escola federal, em Belém, PA, Tenente Rego Barros (com 6,1), e ficado sem pontuação a escola estadual Dra. Ester Moura, escola municipal Dr. Romeu F. dos Santos, escola municipal Professor Abel Figueiredo, escola municipal Coração de Jesus, escola municipal Casinha Feliz, escola municipal João Cabral Noronha, escola municipal Messiana Monteiro Malato, escola municipal Semente do Saber, escola municipal Santa Ana Avó de Jesus, e escola municipal São Paulo:

IDEB, município, escola e ranking estadual
Nota Escola Ranking
3,1 Escola estadual Aureliana Monteiro 443º
2,8 Escola municipal Professora Ana Rosa Bitencourt 677º
2,7 Escola municipal Desembargador Oswaldo Pojucan Tavares 774º
2,6 Escola municipal Ministro Jarbas Passarinho 867º

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Página visitada em 22 de setembro de 2013.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Pará é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.