Quinteto Villa-Lobos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Quinteto Villa-Lobos
Informação geral
País Brasil
Gênero(s) Música brasileira de câmara
Período em atividade 1962-
Página oficial http://www.quintetovillalobos.com.br/
Integrantes Rubem Schuenck, Luis Carlos Justi, Paulo Sergio Santos, Philip Doyle e Aloysio Fagerlande.

O Quinteto Villa-Lobos é um quinteto de sopros brasileiro, fundado em 1962, com a proposta de divulgar a música de câmara brasileira.

Formado atualmente por instrumentistas que exercem atividades de solistas em todo o Brasil e no exterior, o quinteto reúne Rubem Schuenck (flauta), Luis Carlos Justi (oboé), Paulo Sergio Santos (clarinete), Philip Doyle (trompa) e Aloysio Fagerlande (fagote).

O Quinteto Villa-Lobos já se apresentou na maioria das cidades brasileiras, além de ter aberto as comemorações do ano Villa-Lobos em Paris, na Unesco, em 1987. Em julho de 2001 o grupo se apresentou com Egberto Gismonti no Festival “Tocar La Vida”, na Argentina.

Em setembro de 2001 o grupo recebeu o Prêmio Carlos Gomes, promovido pelo Governo do Estado de São Paulo e em sua primeira versão com abrangência nacional, como melhor grupo camerístico do país. Em 2009 voltou a receber o mesmo prêmio.

Em março de 2002 foi homenageado por seus 40 anos com a série “Quinteto Villa-Lobos – 40 Anos de Música Brasileira” no Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro; em maio/junho de 2002 participou do Projeto Sonora Brasil-SESC, se apresentando em 32 cidades brasileiras, de Santa Catarina ao Amapá.

Em 2006 foi um dos vencedores do projeto “Circulação de Musica de Concerto” promovido pelo CEMUS-Funarte e patrocínio Petrobrás, realizando 12 concertos no Ceará, Pernambuco, Paraíba e Alagoas. Neste mesmo ano encerrou a “Copa da Cultura” com concerto em Berlim, Alemanha

Em 2007 realizou concertos e oficinas em Natal, RN, com patrocínio da Oi-Futuro.

Em 2008 realizou o projeto Oi apresenta: Quinteto Villa-Lobos no Rio de Janeiro, com 35 concertos e oficinas por cidades do estado, turnê de lançamento do CD Quintetos de Sopro Brasileiros com concertos em São Paulo, Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre, com patrocínio da Petrobras, além de apresentações e oficinas no Chile, Paraguai, Peru e Equador a convite do Ministério das Relações Exteriores do Brasil.

Em 2009 o grupo se apresentou em vários países africanos, também a convite do Ministério das Relações Exteriores do Brasil – e em dezembro encerrou um importante Festival dedicado a Villa-Lobos com concerto na Radio-France, Paris.

Como todos os integrantes do Quinteto Villa-Lobos são professores em diversas universidades, o grupo está sempre convidado a participar dos mais importantes Festivais de Música no Brasil, como o Festival de Inverno de Campos do Jordão, São Paulo; a “Oficina Orquestra Jovem” em Curitiba, Paraná; o Festival de Inverno de Londrina, Paraná; o Festival de Música de Câmara da Paraíba; o Festival de Música de Tatuí; e o Curso de Verão de Brasilia.

Sempre fiel à sua proposta inicial, o grupo tem participado também de eventos fora do âmbito da música de concerto, como o “Chorando Alto”, importante festival anual de choro realizado em outubro de 1998 no SESC – Pompéia, em São Paulo, SP, com enorme reconhecimento por parte da crítica especializada, além de apresentações no Clube do Choro de Brasília em 2003, 2005, e 2009, e no Festival “Sopros do Brasil”, no SESC Pinheiros, São Paulo, em 2004.

Em 2012, foram comemorados os 50 anos de atividade ininterrupta do mais antigo grupo de câmara no Brasil. A celebração dessa data tão especial foi feita no projeto Quinteto Villa-Lobos – 50 anos de música com a gravação de DVD e blu-ray e a realização de uma série de concertos na cidade do Rio de Janeiro.

Os fundadores do Quinteto foram Celso Woltzenlogel, Paolo Nardi, Wilfried Berk, Carlos Gomes de Oliveira e Airton Lima Barbosa.

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • Quinteto Villa-Lobos(1966) Forma LP
  • Reencontro. Silvinha Telles, Edu Lobo, Tamba Trio e Quinteto Villa-Lobos" (1966) LP
  • Vanguarda. Quinteto Villa-Lobos & Luizinho Eça (1972) Odeon LP
  • Quinteto Villa-Lobos interpreta(1977) Marcus Pereira" LP, CD
  • Mário Tavares, Radamés Gnattali e Ernst Widmer (1979) Funarte LP
  • O grande palhaço Trilha sonora do filme (1979) Coomusa LP
  • Airton Lima Barbosa (1981) CBS LP
  • Quinteto em forma de choros (2000) Kuarup CD
  • Fronteiras (2000) RioArte Digital CD
  • Quinteto Villa-Lobos convida (2002) RioArte CD
  • Villa-Lobos - um clássico popular (2009) Kalamata CD

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o
Portal da Música Erudita
Flag of Brazil.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical do Brasil, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.