Quiromancia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A Adivinha (1899) Enrique Simonet.

Quiromancia é o ato de ler as mãos.

A quiromancia (do grego cheiro, "mão", e mancia, " profecia") é um método complexo de adivinhação e de interpretação de sinais baseados nas linhas da palma da mão e no seu formato, tamanho e textura.

Existe a crença que acredita que, através da quiromancia, ou seja, pela leitura das mãos, é possível descobrir o passado e o futuro, as tendências e as potencialidades do indivíduo, além de prever problemas de vários gêneros, tendo assim o reconhecimento para poder mudar e evitar tais problemas. As linhas da mão mudam, então quem determinará as mudanças ou não é o indivíduo.

Esse sistema de arte divinatória deve ter tido origem na Índia há pelo menos cinco mil anos. Era praticado na China, no Tibete, na Pérsia, na Mesopotâmia e no Egito. As lendas nos contam que o filósofo grego Aristóteles, que dizia que a mão é o "principal órgão" do corpo, ensinou quiromancia a seu mais famoso pupilo, Alexandre, o Grande. Dizem que também Júlio César acreditava ter tanta habilidade para decifrar palmas da mão que julgava seus homens pela aparência de suas mãos.

Princípios básicos da leitura de mão[editar | editar código-fonte]

As 3 linhas principais

As principais linhas da mão são:

1. A LINHA DA VIDA:

  • A crença popular diz que essa linha indica quanto tempo uma pessoa vai viver.

No entanto, ela dá uma ideia geral da qualidade de vida e da vitalidade dessa pessoa. Uma curva acentuada para baixo, mesmo numa linha curta, indica força física. Já uma linha relativamente reta sugere pouca resistência. Situa-se perto do polegar, perto da linha da cabeça.

2.LINHA DA CABEÇA:

  • Mostra a capacidade intelectual da pessoa.

Ela revela a criatividade latente, o poder de concentração e a capacidade de resolver problemas. Quanto maior a linha, maior a capacidade de concentração. Situa-se no meio da palma da mão, quase reta.

3.A LINHA DO CORAÇÃO:

  • Essa linha é a chave para se entender as emoções.

Ela revela a maneira como o indivíduo interage com os outros e suas expectativas em relação ao amor e a relacionamentos. Linha horizontal mais próxima dos quatro dedos da mão.

Esquerda ou direita?[editar | editar código-fonte]

A mão que você mais usa é chamada de principal ou superior. Ela indica os eventos futuros bem como o seu exterior. A outra mão é denominada secundária ou inferior. Ela mostra seu potencial bem como o seu interior. Pessoas destras tendem a ser mais lógicas, pois a mão direita está conectada com a região lógica, lado esquerdo do cérebro. Pessoas canhotas tendem a ser mais criativas, pois a mão esquerda está conectada com a região intuitiva, lado direito do cérebro.

Ciência e críticos[editar | editar código-fonte]

Houve pouca aceitação de pesquisas amplas para a verificação da exatidão da quiromancia como um sistema de análise. Muita análise foi empreendida pelos próprios leitores1 . Nenhuma informação conclusiva foi usada para suportar as alegações realizadas por leitores, e na verdade, há tanta evidências inválidas contra validação científica da quiromancia como, da mesma forma, que há a favor.

Veja Também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]