Real Academia Militar de Sandhurst

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Real Academia Militar de Sandhurst
RMAS
Newcollegesandhurst.jpg
Prédio principal da RMAS.
País  Reino Unido
Corporação Exército Britânico
Missão Academia militar
Criação 1802-presente
Lema Serve to Lead (Servir para Liderar)
Cores Vermelho, amarelo e azul
Comando
Coronel-em-chefe Elizabeth II
Comandante Major-general Patrick Marriott
Sede
Guarnição Sandhurst, Berkshire
 Inglaterra

A Real Academia Militar de Sandhurst (em inglês: Royal Military Academy Sandhurst - RMAS), também conhecida simplesmente como Sandhurst, é um centro de treinamento inicial dos oficiais militares do exército britânico.

Prestigiada, Sandhurst tem tido muitos alunos famosos desde sua fundação, dentre eles Sir Winston Churchill, Abdullah II da Jordânia, Qaboos bin Said Al Said e, mais recentemente, os príncipes William e Harry de Gales. Todos os oficiais do exército britânico e muitos de distintos lugares do mundo são treinados na academia.

A Academia abriu suas portas em 1947, para substituir o então Royal Military College (RMC) em Sandhurst. Localiza-se entre os condados de Berkshire e Surrey.

Sandhurst, diferentemente de outras academias militares, tais como a West Point nos Estados Unidos e a Academia de Força de Defesa Australiana, não é uma universidade. Espera-se que os calouros já sejam graduados; entretanto, isto não é um requerimento absoluto, uma vez que o príncipe William, ao entrar em Sandhurst, era graduado e seu irmão Harry, não.

Ex-alunos[editar | editar código-fonte]

Realeza[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.