Religião na Romênia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Romênia é um Estado laico, e não tem uma religião oficial. No entanto, uma esmagadora maioria dos cidadãos do país é cristã. 86,7% da população do país são identifica como membros da Igreja Ortodoxa, segundo censo de 2002. Outras denominações cristãs incluem o Catolicismo Romano (4,7%), o Calvinismo (3,7%), denominações pentecostais (1,5%) a Igreja Greco-Católica (0,9%). Historicamente, a Romênia também tem uma significativa minoria muçulmana, concentrada em Dobrogea, que são na sua maioria de etnia turca e cerca de 67500 pessoas. Com base nos dados do censo de 2002, existem também cerca de .000 judeus e 23105 pessoas que não têm qualquer religião ou são ateus.

Ortodoxia Oriental[editar | editar código-fonte]

A ortodoxia é a maior denominação religiosa na Romênia, 18.817.975, de acordo com o censo de 2002, ou 86,7% da população. A taxa de frequência à igreja, no entanto, é significativamente mais baixa. De acordo com uma pesquisa entre setembro e outubro de 2007, com relação a frequência à igreja, há quatro categorias na Romênia (percentagens em relação à população geral): 38% vão à igreja várias vezes por mês ou mais (dos quais 7% vão semanalmente ou mais frequentemente), 20% vão à igreja na média mensal, 33% vão somente uma ou duas vezes por ano, e 7% não a frequentam.

Catolicismo romano[editar | editar código-fonte]

Segundo o Censo 2002, existem 1.028.401 católicos romanos na Roménia, perfazendo 4,7% da população. A maioria dos católicos são de etnia húngara, embora haja também mais de 300.000 católicos romenos étnicos, principalmente em Transilvânia.

Catolicismo grego[editar | editar código-fonte]

Segundo o Censo 2002, existem 191.556 católicos gregos, na Roménia, perfazendo 0,88% da população. A maioria dos greco-católicos vivem na parte norte da Transilvânia.

Segundo as informações, válido para o final de 2003, dada em 2005, existem 737.900 seguidores da Igreja greco-católica, muitos bispos, aproximadamente 716 sacerdotes diocesanos e 347 seminaristas do seu próprio rito. A disputa sobre o valor está incluído no relatório sobre a liberdade religiosa, na Roménia. A Igreja Ortodoxa na Romênia continua a ceifar muitas das propriedades dos Igreja greco-romana.

Protestantismo[editar | editar código-fonte]

Segundo o Censo de 2002, os protestantes representam 5,2% da população total.

Islamismo[editar | editar código-fonte]

Uma mesquita em Constanta construída pelo sultão Otomano, Abdülaziz.

Embora o número de adeptos do Islão seja relativamente pequeno, o Islã tem uma tradição de 700 anos na Romênia, em especial a Dobruja do Norte, uma região da costa do Mar Negro que fez parte do Império Otomano durante quase cinco séculos (1420-1878). Segundo o censo de 2002, 67.566 pessoas, aproximadamente 0,3% da população total, indicaram que a sua religião era o islamismo.

Ver também[editar | editar código-fonte]